Trânsito Matador

Passei 30 dias viajando de férias. 21 dias no Rio de Janeiro e nove dias em São Paulo. Nesses 30 dias não vi nenhum acidente de trânsito. Nenhumzinho.

Cheguei em Macapá e no primeiro dia, vi logo dois. Trânsito maluco e que mata.

Buraqueira

Rodovia Duca Serra tomada por buracos que colocam em perigo vidas e patrimônios.

  • Macapá tem asfaltamento? Me pergunto, devo dizer cuidado com os buracos, ou cuidado com os pedaços de asfalto, já que equivalem. Bem, devo dizer cuidado com a rua é melhor.

    O que significa a Padre Júlio Lombaerd?
    Uma das vias mais importantes da Capital.

    Trecho central feio, sem cuidado,sem sinalização, sem canteiro e sem o básico asfalto decente. Ondulações e buracos que fazem bater o fundo, que se desviarmos rápido podemos colidir. Carro nenhum em Macapá tem condiçoes de uso recomendada pelo fabricante devido asfaltamento, uma amiga comprou um carro e recebeu recomendação que não faça a revisão com 15.000 e sim com 7.500km. Informou que devido as condições de pavimentação o desgaste é maior.Que situação, ela me perguntou é esperteza da empresa ou fato? Pesquisei, é fato.

    Sem expressão, a avenida que corta o coração da região Central, que leva ao encontro a um cartão postal, o belo é lindo Amazonas.

    Tem o que dizer das demais ruas?!
    A Padre Júlio Lombaerd é síntese do asfaltamento da cidade e falta de cuidado com a manutenção.

    • Olha, eu nem fiquei 30 dias fora, apenas 6 dias e na vizinha Belém, e já foi um impacto voltar a trafegar por ruas tão esburacadas e desviar dos mototaxistas irresponsáveis.

      • Tem como classificar.

        Buraco Surpresa!
        Aquele danado que fica na esquinas, quando fazemos a conversão “foi”, sem ter tempo de reação.

        Buraco Lombada!
        Aquele que todos reduzem porque o fundo esbarra.

        Buraco Lagoa!
        Imenso e cheio de água barrenta.

        Buraco Região dos lagos!
        Aquele “Lagoa” cercado de outros menores.

        Buracos pipoqueiros!
        Aquele conjunto de pequenos buracos que causa sensação de estarmos pipocando dentro do carro. Tem muitas ruas tipo rally.

        Tem mais?

        • Zanjo, acho que esses que vc relacionou são espécies de dois grandes gêneros: o buraco fedapê e o buraco pequepê. Em síntese, o fedapê reune aqueles que a gente pega o susto, tá em cima, mas consegue dividir ou desviar. Já o pequepê reune aqueles que a gente não consegue desviar, e… já foi!

  • Deus salve Santana! Pelo amor de Deus SOCORRO (HELP!!!). Se demorar mais um pouco Santana se transforma em um só buraco.

  • Buracos na rodovia foram tapados. Mas, é bom que haja manutenção. Com as chuvas, logo estarão reabertos.

  • Puxa… Quem dera poder culpar apenas os buracos… Um dos grandes problemas é esse povo que sai de casa pensando que é motorista e acaba colocando em risco a vida de todos nós!! Céus, quantos não dão nem pisca alerta, dobram para o lado errado, ultrapassam sem qualquer consideração… Enfim, são muitos os culpados para essa situação… Precisamos urgentemente de fiscalização e educação no trânsito!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *