Terceiro Corredor Literário leva arte ao público da 50ª Expofeira

Este é o terceiro ano do Corredor Literário dentro da Expofeira, projeto que vem sendo desenvolvido desde 2011 e promovendo o encontro da arte com os visitantes. Com temática aberta, tem como foco apresentações de arte em geral como contos, prosas, promoção de saraus e musicais.

Quem visita o estande do Corredor Literário encontra um ambiente muito agradável, onde pessoas de todas as faixas etárias podem ter contanto de maneira simples e encantadora com a arte literária e musical.

“Como diz Mário Quintana, ‘quem faz um poema salva um afogado’, a literatura, a poesia, as artes em si têm a capacidade de criar um novo ser. As pessoas mudam de alguma forma, por mínima que seja, depois do contato com a leitura. Nós viajamos para qualquer lugar do universo através da leitura, e é isso que queremos proporcionar aos nossos visitantes da Expofeira”, afirma Franck Palmerim, coordenador de Monitores da Flap.

Neste ano o Correndor Literário se estenderá pela programação da Flap através de uma ação itinerante. A programação percorrerá a capital Macapá e mais 14 localidades do Estado, apresentando às pessoas que não tiveram contato com a leitura a possibilidade de descobrir esse mundo.

“É sempre uma satisfação contribuir para que a população tenha contato com a arte. Essa parceria entre música e literatura é fantástica. Infelizmente muitas pessoas não têm esse acesso, é muito importante passar essa cultura, plantar essa semente para nossas crianças e para nosso público, apresentar o quanto bonita, o quanto interessante é nossa cultura”, ressalta Clei Luna, músico convidado para participar do Corredor Literário dentro da Expofeira.

Rubia Duarte/Seed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *