Sobre a Guerra dos Cursinhos

Gabriel Villas-Boas, o fera que passou em medicina na Unifap e em primeiro lugar geral no vestibular, está aparecendo em algumas propagandas de cursinhos, como aluno desse e daquele. Isso virou um pequeno debate no twitter e como eu conheço o calouro vou contar onde ele estudou pra vocês.

Gabriel fez o terceiro ano no Universo em Belém. O segundo ano no Colégio Seama e primeiro no Colégio Objetivo.

Como ele é muito estudioso mesmo, quando veio para Macapá prestar o vestibular da Unifap fez programações de aula no Equipe e no Podium. O pai dele é professor de cursinho.

Mas o grande mérito é do Gabriel que sempre foi um aluno brilhante, e primeiro da classe (sei por que estudou muito tempo com meu filho), e do Villas-Boas e da Cláudia, pais do Gabriel, esteios na formação.

O resto é guerra de cursinho.

Pronto. Falei

  • Pois essa era a dúvida que eu tinha também. Será que o Gabriel estudou em todos esses cursinhos, só esse ano?
    Uma conhecida minha disse que estudou com ele no Equipe,na cidade já tem Out-door usando o nome dele como sendo aluno de “Cursinho X”.Um professor de um desses cursinhos preparatórios, informou-me que o rapaz se inscreveu lá e foi estudar em outro, etc, mas não cancelou sua matrícula naquele, e aí gerou essa confusão toda. Querem saber? Pouco importa, o Gabriel Villas-Boas, filho de um ex-professor de meu, no extinto EIM, merece a vitória pelo esforço que teve, pois passar na UNIFAP, não é prá qualquer um, tem que ter força de vontade, perseverança, fé em Deus e o resto é só correr pro abraço. Parabéns Gabriel e ao professor Villas.

  • Amiga Alcilene.
    Muito obrigado pela preocupação e pelas explicações referentes ao Gabriel. Tanto ele quanto a Clarissa sempre foram muito dedicados aos estudos e agradeço a Deus todos os dias por isso. Ele foi aluno do Pequeno Príncipe, do Guanabara ( da saudosa profª Caxias, do Aquarela( 4ª à 6ª), do Atual (7ª e 8ª), do Objetivo, do Seama e do Universo (Belém). Fez revisão final com profesores do Equipe, do Podium, do Seama e do Intelectus (esqueci algum?)- cada um dentro de suas especialidades. Sou colega e amigo de todos esses professores, a quem agradeço profundamente pela ajuda e pelas orientações que permitiram ao Gabriel ser o 1º lugar em medicina nas duas fases da UNIFAP. Ainda: não vejo como uma “guerra” a disputa entre entre os cursinhos, eles apenas estão puxando a brasa pra suas sardinhas. É assim em todo lugar. Sou professor em todos eles e sei que todos são excelentes. É verdade, também, que o sucesso de um calouro depende – e muito – da sua aplicação e da sua determinação. Obrigado de novo.

  • Isso é estratégia de MArketing, só isso…Ainda vamos ver muito disso até morrermos. Basta o estudante inscrever-se em qualquer curso, não precisa nem frequentar, e já é considerado como um produto daquele ou outro pré-vestibular.
    Parabéns ao rapaz que não conheço. Conheço o pai. É o esforço que faz alguém ter tanto sucesso. Os professores, os livros e apostilas ajudam, certamente, mas é o compromisso com o estudo que faz a grande diferença.

  • eu gostaria muito de passar em medicina também, espero esse ano passar, vou estudar muito, eu não conheço nem o pai, a mãe, e muito menos o gabriel, mais certamente é um menino brilhante com um futuro próspero pela frente, o cursinho não importa, afinal vai de nós estudarmos e prestar atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *