Setembro Verde: tecnologias dão mais autonomia para pessoas com deficiência física no Brasil 

Além das discussões a respeito da saúde mental e prevenção do suicídio, o mês de setembro também acolhe a causa da comunidade de pessoas com deficiência contra o capacitismo. Com o intuito de dar mais visibilidade à luta de PCDs, a Amazon Alexa, em parceria com a AACD, Fundação Dorina para cegos e o Instituto João Clemente, desenvolveram uma competição tecnológica com foco em acessibilidade, o Prêmio Alexa de Acessibilidade. Empresas terão a oportunidade de criar produtos e softwares com funcionamento por comando de voz e inteligência artificial. O formulário de inscrição receberá cadastros até o dia 17 de dezembro, e os participantes poderão ganhar 10 mil reais em dinheiro e prêmios exclusivos da Amazon que variam de acordo com a qualidade do desenvolvimento, design, funcionalidade e impacto na comunidade de pessoas com deficiência. As criações devem ser destinadas à ONGs cadastradas no programa para o recebimento das doações, num total de 100 mil reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *