Servidores da CEA cruzam os braços durante toda esta terça-feira

Paralisação é uma forma de pressionar o governo do Estado a resolver a crise institucional que se instalou na empresa há vários anos

Toda a dívida da Companhia de Eletricidade do Amapá chega perto de 1 bilhão e meio de reais. A cada dia a situação só piora, segundo os trabalhadores da companhia. Cansados de esperar por uma solução do governo, os servidores da Estatal decidiram por unanimidade paralisar as atividades nesta terça-feira (17.08), das 7 da manhã às 7 da noite. Os eletricitários farão concentração em frente ao escritório central da Estatal no Bairro Santa Rita depois seguirão em caminhada para frente do palácio do governo.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Urbanitários – STIU-AP, engenheiro Audrey Cardoso, o ato é uma forma de fazer com que o Governo do Estado chame para a si a responsabilidade em relação à crise financeira que se instalou na empresa ao longo dos anos, o que já vem refletindo diretamente na situação trabalhista dos empregados. Outra preocupação é com o racionamento previsto par iniciar já no mês que vem.

Durante a paralisação, os servidores vão continuar levantando a bandeira da federalização da CEA como única alternativa para tirar a empresa da crise.

  • Paralização na CEA é algo um tanto sem sentido… Os problemas no abastecimento de energia são tantos, que se todo mundo parar de trabalhar por lá o consumidor vai pensar que é só mais um dia como qualquer outro.

  • Issso é manobra eleitoreira do Sindicato!
    Sabe quem ta na “luta” o Errolflynn dirigente da CUT no Estado e aliais até um tempo era da CEA e andava caladinho por lá. Sabem por que? Porque ganhava seu dindin daqui e o pior nem trabalhava. E agora ta querendo fazer barulho! Po Errolflynn eu sei o que tu fez em 2006

  • Só o Presidente do Sindicato não sabe que a questão da CEA não depende mais do GEA. A federalização só está dependendo de uma canetada do Ministério de Minas e Energia. Quanto a racionamento de energia, este discurso é mero terrorismo político. Não cola mais. É melhor inventarem outra.

  • Voces estão um tanto quanto desinformados.
    Infelizmente a decisão para a CEA não depende somente de uma canetada do MME, por que se assim fosse, assim já teria sido feito. O ministerio e a própria eletrobrás já demonstrou interesse em muitas oportunidades, de assumir a gestão da empresa, mas como eles mesmo falaram o Governo do estado tem que querer, e isso tudo tem q passar pela AL, e sempre que o governo era convocado para uma reunião para decisão e assumir compromisso, ele faltava, portanto o ministerio está regulamentando a caducidade da empresa, pelo estado se mostrar totalmente omisso quanto à solução pra nossa empresa, demonstrada por diversas vezes… E sim.. Ainda tem jeito sim!
    E pra falar pro colega que falou que é manobra eleitoreira, o eroflyn nunca esteve e nunca vai estar a frente desse movimento, ele falou no carro som não por estar usando como palanque politico, mas por ser da CUT, não só voce sabe oque ele fez, como todos sabemos de que lado ele estava alguns meses atrás, com o cargo que exercia na CEA. Mas isso não vem ao caso, se ele falasse merda no microfone ele sabia as vaias que ia levar. Portanto, engana-se voce que isso é manobra política, o que mais a gestão atual do sindicato preza é pela despolitização de qualquer entidade que represente os trabalhadores. Nosso voto é pela FEDERALIZAÇÃO da CEA.

  • Parece circo armado essa do sindicato bater lata na porta do PP 11.,. primeiro, junto com jorge 45 e Gilvan, os dos tres porquinhos na lama,, fazem audiencia na assembleia mes depois o sindicato pede federalizao… perai gente isso nao e politica sindical e politicagem eleitoreira pura balela
    To DE OLHO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *