Seguro-defeso: Senadores comemoram com pescadores

Os grandes esforços realizados pela bancada federal do Amapá, coordenada pelo senador Davi Alcolumbre (Democratas-AP) deram resultado. O Supremo Tribunal Federal-STF derrubou a liminar que suspendia, a pedido do governo federal, a manutenção do seguro-defeso aos pescadores de todo o Brasil.

pescadores

Sábado pela manhã, os senadores Davi Alcolumbre, João Capiberibe (PSB-AP) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), estiveram na Colônia de Pescadores Z-6, localizada na Ilha de Santana durante a assembleia geral que reuniu cerca de dois mil pescadores da Costa do Amapá e Pará.

A decisão do ministro do STF irá refletir na vida de 500 mil pescadores que subsistem da pesca no país, tendo, no Amapá, quase 18 mil dependentes do seguro-defeso pago durante o período em que 22 espécies têm sua pesca impedida por estarem em fase de reprodução.

“Na terça-feira passada, estávamos pleiteando uma decisão junto ao ministro e hoje estamos aqui, comemorando junto aos pescadores uma grande vitória que lhes devolveu o direito ao seguro-defeso.” Ressaltou João Capiberibe

A suspensão do seguro representou um impacto também para o ecossistema, já que a pesca estava sendo feita de forma ilegal, ameaçando a desova e reprodução das espécies protegidas. Fato relatado por uma comissão de pescadores do Amapá e parlamentares no início de março ao presidente do Senado, Renan Calheiros e, na semana passada, ao próprio ministro Barroso, do STF.

“Foi uma grata surpresa para todos nós, fruto da persistência, da determinação dos pescadores que nos motivou mais ainda porque o seguro-defeso não é um benefício apenas para os pescadores, mas também um instrumento para o meio ambiente e preservação das espécies. E é a garantia que as futuras gerações terão de contar com as espécies que temos hoje na natureza.” Avaliou Randolfe

No encontro com os pescadores, o senador Davi demonstrou todo o seu contentamento sobre a união dos senadores que compôs um processo de entendimento e busca de soluções dos problemas do estado. “Esta é a primeira vez na história da política amapaense que os senadores atuam juntos, acima das diferenças partidárias, em benefício do crescimento do Amapá. A união em torno de nossos mandatos tem a finalidade de potencializar as nossas ações, cooperando para a abordagem dos problemas que atingem a nossa população.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *