Segurança Pública: Só perfumaria não vai resolver.

Fui animada ao Palácio do Governo, na última sexta-feira, ver o anúncio  sobre os novos investimentos para a segurança pública.

Governador Camilo Capiberibe reafirmou que vai repassar mais 1,1 milhão para compra de materiais e equipamentos para a PM. Autorizou o aluguel de 45 carros, sendo 30 para a Polícia Militar e 15 para a Polícia Civil. E mandou contratar 191 concursados aptos para a PM e outros tantos para o Iapen. Anunciou ainda que vai mandar retornar ao quartel da PM 20% do efetivo que está a disposição das casa militares.

E foi isso aí.

O secretário Marcos Roberto foi o único dos gestores da área da segurança pública, que falou. Deu informações, sem passar a segurança que  tal cargo existe. Falou que  baixaram os números de homicídios, de acidentes, aumentaram as apreensões de drogas , e o principal, segundo ele: que o recurso públicos estavam sendo tratado corretamente. Ok, digo eu. Mas isso não é ação. É obrigação.

O secretário falou em números, mas não mostrou os números. Baixou de quanto para quanto? Não concebo uma autoridade falar sobre estatísticas de segurança, sem fazer uma apresentação que mostre esses números, comparando-os.

Quanto aos PMs que estão fora dos quartéis, “diz a lenda” que hoje, 02.05.2011, tem mais policiais fora da PM que no “GOVERNO ANTERIOR”. Alguns batalhões estão trabalhando por plantão de serviço, com menos de 1 soldado por bairro. E olha na que na PM do Amapá, diferente da maioria de instituições que trabalham com escala de plantão ou serviços, os PMs estão trabalhando 24hs por 24hs. Não tem como aumentar as horas de trabalho.

20% do efetivo das casas militares devem voltar para o quartel? Pode ser que voltem. E os outros mais de 300 que estão fora?  Fiz essa pergunta ao secretário Marcos Roberto. Ele me respondeu que 110 desses estão no Iapem, e os demais em outros órgãos públicos, alguns assumindo cargos. Perguntei qual seria o critério utilizado para definir desses quem volta e quem não volta. Professor Marcos me respondeu que eles iriam avaliar. Ou seja: Não tem critério definido ainda.

Não entendo nada de segurança pública, mas entendo de gestão. E é isso que me parece que está faltando. O que fazer. Quem vai fazer. Com quais recursos. Em quanto tempo. Quais os resultados serão alcançados em cada ação em determinado período de tempo.

E isso, pule de dez, que não está sendo feito, tecnicamente e corretamente.

Caixinha de comentários aberta ao debate. Mas quem quiser participar, assine seu nome e não ofenda as pessoas e nem as autoridades.

  • Não há uma organização efetiva para resolver a questão da segurança pública no Estado do Amapá. Ao que parece, pretendem resolver o caos da insegurança, só não sabem como. Essa incerteza, porém, é perigosa, pois o que está em jogo é a vida de inúmeras pessoas inocentes. A solução não é sair de forma atabalhoada, como fez a PM no último dia 29 (site do Corrêa Neto), muito menos fazer reuniões burocráticas para descobrir, o que todo mundo já sabe, que a violência aumentou de forma assustadora. O que o povo amapaense quer é simples: Segurança Pública. Só resta, entretanto, que ações contundentes sejam feitas para alcançar essa finalidade. Repito, ações efetivas e não propaganda de governo.

  • É evidente que o Governo tá assustado, não se esperava essa ofensiva da criminalidade logo no início do ano. Porém, essa sucessão de fatos tem deixado uma coisa clara, o Equipe que concorreu ao Governo e venceu pra mudar o Amapá não estava preparada. O Secretário Marcos (sem nenhuma questão pessoal) é fraco para o cargo! E tem mais, não é apenas ele, tem mais secretário despreparado em pastas importantes do primeiro escalão. O Governo, especialmente no Amapá, é vital para a vida dos cidadãos, não se pode brincar com isso.

    • O secretário de Planejamento, Juliano, também é fraco. Na situação que vive o Estado não se pode testar e fazer experiências. Isso é irresponsabilidade!

  • Parabéns Alcilene, evoluindo, mostrando os erros do governo. Agora sim, desempenhando importante papel social.

  • Concordo que o governo reduza a quantidade de policiais a disposição dos órgãos,começando pelo irmão da vice governadora, que deveria dá exemplo aos outros policiais que trabalham na vice que cumprem seus horários enquanto que ele nem cumpre horário como os outros. Ser irmão nao quer dizer que é melhor que os outros PM’S,.

  • Desde o inicio do mandato do meu governador Camilo (votei nele e não me arrependo) eu venho dizendo, o professor Marcos, como secretário de segurança é um excelente advogado. Ao invés de o Governador pedir ajuda federal, poderia dar o cargo para alguem com experiencia, não é hora de capacitar secretário e sim usar alguem capacitado. URGENTE!

  • A mentalidade de alguns funcionários públicos tem que mudar. Conheço um policial civil que enche a boca pra falar que só trabalha a hora que quer!
    Pessoas assim deviam ser demitidas.
    Segurança é coisa séria.

  • Não se pode aprender a fazer Segurança Pública pondo em risco a vida da população como está ocorrendo. Temos que colocar a PM na Rua coibindo a violência e a Civil fazendo o trabalho de base e inteligência, só assim vamos se antecipar aos fatos. Que o Governador veja essa situação antes que seja tarde demais. Ele tem que fazer a parte dele que é colocar recursos e equipamentos, bem como colocar pessoas certas no local certo, o que não ‘e o caso da Secretaria de Segurança. A prática é bem diferente da teoria.

    • Perfeita suas colocações,tb acho que não se deve brincar de acertar o alvo sem os dardos corretos,ou seja,professor é na área da educação,médico na saúde e por ai vai……POLICIA DEVE ESTAR NAS RUAS,LOGRADOUROS PÚBLICOS,PREDIOS PÚBLICOS(mas exercendo sua função de policial e não em cargos que o exclui de seu trabalho como policia)afim de proteger o Estado e seus cidadão e cidadãs.Acho que se Camilo prometeu mudanças é imprescindivel que ela se façam sem os “vicios” da gestão anterior.Se for p/acobertar TODOS os que trabalharam p/elegê-lo o governo vai novamente ralo abaixo.Euzinha trabalhei p/isto,no entanto o fiz no sentido de tentar ajudar nas mudanças que o Estado precisa,fiz como cidadã amapaense,sou empregada federal e nunca tive ou pretendi “cargos”(como tantos ai que é sabido e ganham dos 02 lados) em governo algum,tô bem no meu trampo.

  • Parabéns Alcilene pelo enfoque técnico dado a matéria, precisamos urgente relembrar que a falta de policiais nas ruas faz com que a bandidagem consiga agir com muita liberdade é necessário investimento sim, mas, não podemos falar em planejamento para amanhã de um problema que precisa ser atacado agora a cidade esta com medo, insegura, assustada e temerosa da onda que estamos vivendo a que isso interessa?

  • Algumas práticas que afirmavam velhas, quando reproduzidas por aqueles que prometiam o novo, desmotivam um grupo de modo quase fatal. Muitos amapaenses (a maioria, sim, porque não afirmar?) aprenderam a tratar governos como “a nossa vez de nos fazer”. Esse facciosismo está levando a todos à ruína (em que pese muitos estejam bem ricos, mas me refiro à coisa pública). O problema da vez é a quantidade de cessões de profissionais de segurança para ficarem encostados, ferindo de morte o ânimo de quem rala? Essa é uma questão nevrálgica (que palavra feia, mas adequada) especialmente no corpo da segurança pública. Dificil tolerar com equilíbrio determinadas distorções. Mas acho que é relativamente simples: quem pede a cessão? É o mesmo vai reclamar da ineficiência do aparelho de segurança esquecendo que ele é composto sobretudo de gente motivada? Estamos em tempos de transparência, pois não? Os salários dos servidores estão aí, pra quem queira ver. Então porque não publicar as lotações e os responsáveis por eventuais cessões, sobretudo aquelas que não se justificam? Muitos gestores só tem como atitude possível acatar os indefectíveis ofícios de solicitação. Então a responsabilidade pública recai sobre quem pede a cessão. Que se cobre então.

    Mais do mesmo só vai debilitar o já super cínico espirito público do amapaense.

    Fernando Bernardo

    • Só existe cessão e desmotivação por falta de politicas de valorização dos profissionais de segurança pública. O combate de nossos agente (civis, bombeiros e militares) é para conseguir uma boquinha com um cargo de cedido. Eles não estão errados, pois essa prática é valorizada e aqueles escolhidos iluminados que conseguem são admirados e invejados.

    • Acertadas as suas palavras.
      Só quero que as pessoas passem no portal da transparência e digitem o nome TITO GUIMARES NETO, e verão quanto este senhor recebeu no primeiro mes de governo como delegado Geral de Policia Civil, antecipo a pesquisa, nada mais nada mesno que R$ 33.350,40 (trinta e tres mil trezentos e cinquenta reais e quarenta centavos),não me perguntem como, mas é o que tá lá como salario do Delegado, agora me digam, para fazer o que? Largar a sociedade ao Deus dará? Isso é falta de respeito com o povo sofrido que elegeu o governador com esperanças de mudança, realmente a mudança ocorreu, mas esta sendo para pior, o que eu achei que seria impossível.
      Deus nos guarde.

      • Não sei com quem falarei, pelo quê a tratarei por Sra. Marlene. Quero me reportar ao que está dito sobre o Delegado Tito e o que escreveu o Fernando, irmão do Tito., ambos meus filhos. Além deles ainda tem o Danilo.
        Sra. Sandra, não é permitido a nenhum dos meus filhos se apossar de nada que não lhes seja absoluta e licitamente seus., também não podem ter sob dominio nada que seja imoral. Ilegal nem pensar! E por que? Eles apesar de adultos e já vivendo à custa dos seus trabalhos, devem aos seus pais (Consola e eu), aos filhos, esposa, bons parentes e amigos, essa obrigação de viverem conforme lhes ensinamos. Jamais o Tito seria desobediente a nós, e à senhora também.
        O que ele não fará é se obrigar a “dependencias” que o transforme em alguem que vá fazer o jogo dos que o querem ver fracassado, desonrado..
        O Tito também não se comparará aos piores do passado e do presente para, com isso, justificar procedimentos inconfessáveis. O Tito, creia, é bom amapaense e tentará ajudar o governo do seu amigo de infancia/adolescencia, Camilo Capiberibe.
        Eu mesmo, se desconfiar que sua intenção seja outra determinarei a ele que saia do cargo. Ele me obedecerá. Mas, enquanto ele estiver lá será muito bom que a sociedade vigie suas atitudes e não seu salário, mesmo porque ele não se determina aos vencimentos que vai receber a cada mês. Mais um pouco quero dizer a senhora e a todos que gostem ou não do Tito: ele e esposa, Fernando, Danilo, Consola e eu, somos assalariados… tão somente. Quaisquer sinais de riqueza que perceberem em nós deve inquietar, porém com a dignidade de procurarem saber a origem “da riqueza”. Somos filhos de Deus, tementes a Deus, cidadãos aceitáveis., portanto com direito a heranças e palpites premiados em loterias.
        Julgar-nos severamente, mais do que a senhora fez ao Tito, nesse comentário, pode ser não muito justo em termos de opinião, que é livre, embora ainda seja cômodo se esconder em mídias para manifestá-la.
        Repito,finalmente, creia, meus filhos não foram criados para a rua e prisões. Eles sabem o valor da liberdade de ser honesto, de ter um ideal, de ter amigos, de se juntar para rir e descansar numa varanda, de poder falar livremente quando na casa dos seus pais (sempre cheia de muita gente) e, especialmente do dever para com sua terra e povo.

        • Parábens pelas suas palavras! Um belo exemplo de atuação de pai, que tem confiança na educação que forneceu para o filho. Lamentavelmente quem assume cargo público fica suscetível a esses comentários. O Dr Tito exercia suas atividades no interior do estado e para traze-lo para a capital é preciso pagar ajuda de custo, que certamente foi o que ele recebeu e lhe é devido e isto é um procedimento para todo policial e seria incorreto ele não receber. Lametável o comentário desta senhora.

      • SEU COMENTARIO FOI MUITO INFELIZ DONA MARILENE, ACREDITO QUE SUA EDUCAÇÃO, FOI MUITO DIFERENTE DA EDUCAÇÃO DADA AO Dr. TITO, POIS, VC NÃO É DEUS VIU. SOMENTE ELE TEM DIREITO DE JULGAR O SEU PROXIMO, VC NÃO CONHECE A FAMILIA DELE, MUITO MENOS A EDDUCAÇÃO QUE LHE FOI DADA. PORTANTO NÃO FAÇA MAIS ESSE TIPO DE COMENTARIO, SOBRE ALQUÉM QUEM VC NÃO CONHECE, E SE CONHECE NÃO É DA SUA INTIMIDADE.

    • É triste ver o estado em que nos encontramos, sou Policial e conheço dois excelentes profissionais, que se destacam dos demais, os delegados UBERLANDIO e INACIO MACIEL, ambos da entorpecente, que parece ser a única delegacia a funcionar no Estado. Agora é triste de ver, o secretario e o governador vão a público, no site oficial do governo dizer que o aumento das prisões de traficantes e apreensão de drogas é uma “constatação negativa”, sim, estas são as palavras “CONSTATAÇÃO NEGATIVA”, e que por causa da ação da entorpecente os criminosos ficaram sem dinheiro e decidiram assaltar. Acreditem isto está no site do governo. Ora, faça-me o favor, se não tem o que falar fica calado.

      • Estes dois delegados estão mesmo dando o que falar, já estão sendo vítimas de fofocas dos colegas invejosos que não fazem nada e se incomodam com os que fazem.
        Os demais servidores do alto escalão da segurança pública deveriam se mirar nesses dois e colocar seus orgãos para funcionar, do contrário nosso estado estará fadado ao caos.
        Tragam de volta os delegados que sempre souberam fazer polícia e que hoje estão de fora da administração por perseguição política.
        Até alguns meses atrás esse tipo de coisa, crimes bárbaros, não eram tão frequentes em nosso estado.
        Estamos desmoralizados, somos nós as vitimas que ficamos atrás das grades, temerosos por nossas vidas.
        GOVERNADOR DESÇA DO PALANQUE QUE A CAMPANHA JA ACABOU E O SENHOR GANHOU, agora é hora de se preocupar com a sua história politica, faça uma boa administração e coloque técnicos competentes para administrarem a segurança.
        Esqueça os rancores e dê o braço a torcer, os que nãolhe apoiaram nunca vao deixar de ser servidores da segurança, quem paga o salário deles é o povo. coloque esses que sabem o que fazer para acabar com todo esse caos em que o estado do Amapá esta envolvido.
        POR FAVOR, o povo implora por segurança!!!

    • Somente para completar o raciocínio, existem outros excelentes Delegados e Oficiais militares colocados para escanteio, por mera questão política,PERSEGUIÇÃO MESMO, enquanto são substituídos por pedófilos que se utilizam da maquina pública para satisfazer suas lascivias.
      cito o nome de alguns colocados para escanteio e falo das habilidades:
      Delegada Josemary Coelho: poucas pessoas conhecem e se comprometem com a causa da mulher como esta profissional e foi substituida por outra delegada que até hoje não mostrou a que veio;
      Delegada Odaneth, esta nunca vai assumir nada neste governo mesmo, apesar de ser extremamente competente, e muito experiente na área de gestão, é mestra em gestão pública pela UFCE, esta colocada para escanteio em uma delegacia onde ela precisa comprar o combustível para a viatura andar;
      Delegada Sandra Dantas, competente e incansável, conhece o interior do estado como poucas pessoas e foi substituida por um a pessoa que não tem o minimo de trato com os servidores e com os contribuintes que pagam seu salário, era diretora do interior;
      Delegado Paulo Cesar, também nunca há de assumir nada, vai ser perseguido até sua ultima gota de sangue, por que será?
      Delegado ronaldo coelho, jogado às traças um dos mais competentes delegados do amapá, esta virando encanador no ciosp do pacoval , so vive para consertar os banheiros que estão quebrados no ciosp.
      delegada Lourdes, grande conhecedora da questão ambiental, foi colocada como adjunto e em seu lugar assumiu outra delegada que até hoje não fez nada diante de tanto desmando no ambito ambiental em nosso estado.
      Delegado ericláudio alencar, puts, deixar esse de fora foi f…., desculpe a expressão alcilene, mas é triste ver um trabalho que dava certo, um profissional incansável, andando pelos corredores do ciosp sem rumo, colocado para um canto onde não pode atuar e em seu lugar assumiu um que é amigo do governador e que em vez de inibir o abuso nos horarios e consumo de bebidas, é um dos maiores cachaceiros do amapá, abandonou a cidade em pleno carnaval, e não pode cobrar de ninguem, pois não tem mor… deixa pra lá.
      Delegado inácio maciel, esse apesar de ser um dos mais bem preparados, intelectual e tecnicamente, nunca há de assumir nada, e talves nem queira mesmo, é tido na Polícia Civil como filho de Waldez e Marilia,em pouco tempo como delegado assumiu grandes causas e desvendou grandes casos, sempre humilde e discreto nunca foi afeto a aparições, está muito bem capacitado, hoje é General Civil pela Escola Superior de Guerra, atuou na retomada do poder pelo governo no RJ no ano passado, sabe lidar com crises, mas hoje esta na entorpecente como adjunto, fazendo um ótimo trabalho, mas sempre estará à sombra de alguém e nunca há de ser reconhecido neste governo, Ahhh! é um dos grandes responsáveis pelo aumento no numero de assaltos, pois prendeu um monte de traficantes e estes estao virando assaltantes ahahahaha! quem disse foi o secretario e o governador ahuahauhauha;
      Delegado Daniel Mascarenhas, foi o grande estruturador da Delegacia do consumidor, muito bem preparado e comprometido com tudo o que faz, grande professor universitário, com larga experiencia em diferentes áreas, pessoa de uma educação irretocável, sabe lidar como gente, coisa que falta em nossas instituições policiais, foi colocado para o canto como adjunto em uma delegacia onde faz o trabalho do titular sem poder aparecer ou decidir nada.
      Todos estes profissionais estao marcados com o símbolo do “W”, é isso mesmo, atuaram nos governos anteriores, quando não havia este caos na segurança e davam conta do recado, agora vão passar quatro anos angustiados vendo coisas fáceis de se fazer para barrar o crime não sendo feitas e sofrendo por ver o estardalhaço que nosso estado esta se tornando por meras questões políticas, raivosas.
      Polícia nao pode se confundir com política, por favor governador escolha técnicos competentes para cuidarem de nossas famílias, o Estado precisa desse bom senso, esqueça a campanha políticas e pense no seu futuro como politico, pense na historia que o senhor quer deixar escrita neste estado.
      DESÇA DO PALANQUE a campanha já acabou e o senhor ganhou.

      • É Shaine Brito, só faltou por a Del Marília para comandar todos eles e o Roberval para ser o Sub-Chefe e o Claudenor continuar sendo presidente de Escola de Samba.

        • kkkkkkkkk……,como sempre bem RACIONAL.Só uma perguntinha p/a moça ai,qual o título da história(ou estória) que o WG e sua harmonia escreveu?Um título bem apropria é “FOI A TREVA”….kkkkkk

      • nesse fogo cruzado so sei que pelo menos Del Ronaldo Coelho pelo que fez pelo nosso estado ja merecia esse posto de secretario. o nosso povo ia gosta. maito como camilo abri as pernas pro PT taí o que deu uma bosta.

      • Agradeço a citação do meu nome de forma positiva ,mas gostaria de esclarecer q fui convidada pelo Del.Tito p permanecer como titular d Delegacia de Meio Ambiente,e por razões pessoais ,expliquei p ele q no momento n haveria possibilidade, hoje estou lotada na Delegacia de Homicídios cumprindo a minha obrigação, e estou muito bem. Qt ao Del.Tito ,chefe da instituição q sirvo, tenho com ele uma relação de respeito como colega ,como pessoa e como chefe ,e ele sabe q pode contar com o meu empenho ,assim como seus antecessores. Trabalho para a população, e n preciso ocupar funções de destaque para honrar o nome da Polícia Civil.

      • Você está totalmente equivocada. Primeiro porque delegado nenhum passou em concurso para cargo comissionado, e não deve ficar mesmo ad perpetuo no cargo comissionado. Segundo porque todos esses citados deverão sim exercer com zelo onde estiverem. E os outros onde ficam? Com relação ao delegado Tito é um cara centrado e vai sem desempnhar um bom trabalho, ele é sério nas suas posições.

  • É evidente que algumas cabeças tem que “rolar”. Agora,kd queixo e disposição política para isso ´ja que implica em perda de apoio? o buraco em mais em baixo, povo!

  • Metas do PRONASCI:
    – valorização dos profissionais de segurança pública;
    – a reestruturação do sistema penitenciário;
    – o combate à corrupção policial e
    – o envolvimento da comunidade na prevenção da violência.
    Para o desenvolvimento do Programa, o governo federal investirá R$ 6,707 bilhões até o fim de 2012.
    Texto extraido do site do PRONASCI… Dinheiro não falta.
    A verdadeira mania [nacional] de improvisar administradores é que deixou este Ex-tado e esse pais como está.
    Médico não é administrador
    Professor não é administrador
    Advogado não é administrador
    (…) não é administrador.
    A postura do ‘secretario de segurança’ preocupa a todos. Não estar apto a apresentar o seu plano de trabalho mostra que não existe plano.

  • Engraçadas algumas orquestrações aqui: acham que todos são imbecis!

    Alguns comentários exemplificam, de modo cristalino, o modo como alguém, talvez sem intenção, mas movida por um torpor compreensível de quem quer reclamar dos que estão investidos de autoridade pública, pode, com apenas um dado, distorcer, tumultuar, desinformar, e macular alguém que não merece. Talvez, repito, porque para mim, trata-se de mera e ridícula orquestração.
    Mas vamos à orquestração em questão: em um infeliz comentário acima, uma habilidosa desfiou um rosário de autoridades que, na visão dela, estão preteridas no novo governo. Alguém aqui afirma que vivíamos num paraíso há poucos anos “atrás” (a redundância é proposital!!)??
    Muitos faziam parte da cúpula da administração anterior. Alguns, ainda em estágio probatório, desfrutaram de privilégios pouco afeito aos “comuns”.
    Engraçadíssimo que não estejam citando aqui o ex-titular da entorpecentes como exemplo de eficiência no combate às drogas? Porque será?
    No mais, consta que os citados estejam lotados em Vitória do Jari, no Oiapoque? O profissional está como adjunto e estão reclamando? Qual era o cargo do DPC Ronaldo Coelho? Qual o atual? Há vitaliciedade na PC? Os canos do Ciosp do Pacoval não se deterioraram em 4 meses, certo?
    Houve muita reforma cara no governo passado. Como estão as delegacias? Tem delegada inclusive, reclamando por aí das condições das instalações como se não tivesse tido condições de defender sua instituição há pouco tempo. Repito: já está tudo quebrado? Não tem carro? Não tem gasolina? Não tem cano? Quem era o anterior Delegado Geral? Não cabe cobrar dele alguma coisinha, já que agora sobram reclamações? Que PPA está vigendo?

    Para terminar, Sra. Marilene Lobato, a senhora sabe informar das ajudas de custo pagas pela Polícia Civil, quando das transferências no interesse da administração? Quem foi pra onde, voltou quando, quanto recebeu? Quanto tempo levava para pagar uns, e para pagar outros. É importantíssimo saber isto, para não confundir e enlamear quem não tem como, nem vai ser. A Delegacia Geral é órgão público e creio que o Delegado Tito pode responder a que se referem os 33 mil pagos em janeiro e fevereiro (a sra. viu no tal portal da transparência, não citando nem o salário nem de março, nem de abril) Creio que ele será muito educado ao recebê-la.

    Sra. Shaiana Brito, há a possibilidade se fazermos assim, ó: ir ao governador e pedir não só pela equipe gestora dos oito anos do Waldez Góes, mas sim pedir de uma vez que Camilo ceda o cargo de governador de volta ao Waldez. Pelo que se leu na sua (??) choradeira, tava tuuudo tãããão boooom na Segurança Pública né não?!?!?!
    Dá um tempo!

    Fernando Bernardo

  • Essa discussão sobre a Insegurança pública não é privilégio desse governo ou do passado, muito menos do nosso rincao. Mas acho que quanto as criticas são construtivas, como vejo algumas aqui e em outros blogs, elas sevem ser assimiladas, filtradas e delas devem se tirar sim o que se aproveita. Não entro no merito dos senhores Delegados, que verade seja dita, tiveram um super aumento de salários, pelo fato da mulher do ex governador ser delegada, mas O Camilo, foi eleito por nós, mas TEM que governar para todos. A questão do número excessivo de PMS a serviço de políticos e autoridades dos três poderes é maléfico para os patrões dos políticos, que somos nós, pois na minha casa se quis segurança fiz muro alto, com cerca elétrica e coloquei uma cadela anti-social da raça rotwailler, para poder dar a minha família um pouco de segurança. No mais, o ilmo. sr. secretário de Segurança, ainda que não sendo do ramo, deve ouvir o “clamor das ruas”. Segurança é o que pedimos. Será muito???

    • Elson,seus comentários são sempre acertados e merecedores da minha atenção,espero que o Sr. Secretário esteja atento p/estas questões e faça valer o seu posto,tomando as providências que a segurança da população requer.Como vc,cada um se protege como pode em suas casas,mas e nas ruas? o Estado tem o DEVER de proteger os cidadãos e cidadãs.

      • Caríssima Carla, os detentores do poder, tem que ter humildade e sabedoria para, no exercício do mandato, procurar fazer o máximo para responder aos anseios da população. Em pleno ano de 2011, não podemos concordar com patrulhamento ideológico do tipo: Não votou em mim, Rua. Tá certo que se tem que colocar os alinhados políticamente, mas tem uns quadros aí em cargo de chefia, que não merecem estar onde estão. Mas a prerrogativa de nomear é do Camilo, mas o direito de chiar e criticar o que estiver errado, é nosso os seus eleitores, que modestamente temos capacidede de dicernimento e não somos subservientes…

        • Tb penso desta forma,oque tá dando certo não precisa ser mudado e sim melhorado cada vez mais.Camilo em seus discursos de campanha sempre disse que iria precisar de TODOS(e governar p/todos) independente de partidos A,B ou C,mas é lógico que deve tomar o cuidado nas escolhas.A hora é de união povo x governo,confio nele e torço por seu sucesso em dar o upgrade em nosso Estado.

  • E estas medidas, mesmo você achando poucas, ainda não foram elaboradas por quem deveria, no ambito estratégico da SEJUSP. Foi um grupo de Coroneis da PM que viram que não ia sair nada mesmo e passaram por cima do secretário e propuseram estas medidas ao governador. Que muitos acham que vam resolver, realmente só elas não resolverá, mas a curto prazo e para dar uma resposta imediata a esta escalada vertiginosa da violência, se implantadas como planejadas surtiram efeitos.

    • Isso é verdade..E esses coronéis sequer foram convidados pra irem ao anuncio do serviço que eles fizeram

  • É evidente que essas ondas de assaltos que ora acontecem, já vem de longos tempos, só que agora com uma grande diferença, a mídia, os jornais, os programas de rádios/televisão, os repórteres e os inconformados e derrotados na eleição agora estão cobrando, abriram também seus olhos, ouvidos , microfones e estúdios para a população fazerem suas reclamações. No entanto ficaram mais de sete anos harmoniosos com o desgoverno que passou e deixou essa herança maldita para qualquer gestor que assumisse o governo do estado. Onde estava o ministério publico, a justiça, os deputados estaduais, os deputados federais, os senadores, os tribunais de…, os jornais/jornalistas, os presidentes de bairros, as associações de moradores, os sindicatos e os canais abertos de rádio/tv? Que durante muitos anos não quizeram ouvir os anseios do povo, não fiscalizaram a doente e falida sec. de saúde, o assalto à sec. de educaçao, o sucateamento das polícias militar/civil, o desvio da amprev e até sequestros como do menino Breno e da enfermeira (nunca desvendados), mortes terríveis no trânsito, mortes de políciais, de professores e muitas outras pessoas. O governador que aí está tem muita vontade de acertar e de fazer um grande governo. Só temos que torcer positivamento. Temos que depositar confiança no governador Camilo e pedir a Deus (nosso grande Pai Eterno) para que daqui pra frente as mudanças aconteçam com grande sucesso. Pois ninguém é carangueijo pra andar sempre para trás. Profª Reinilda Viana-sem cargo. (Novo Horizonte-Mcp).

  • Muito se tem cobrado do atual governo. Principalmente na área de segurança pública. O que me deixa admirado é o fato de que há algum tempo atrás, 08 anos, ninguém reclamava de nada, nem a imprensa, o judiciário, nem a assembléia…Criticam o atual governo quando divulga as dificuldades e dívidas em que recebeu o estado…”o governo W.G. já não está mais no poder”. E o que dizer do nosso “senador”???Aquele que é um dos grandes responsáveis pelo crescimento desordenado do nosso estado. Atraindo inúmeras pessoas, principalmente maranhenses, com a promessa de uma vida melhor no Amapá. Já se passaram quase 20 anos de mandato. O atual governo agora que está no quarto mês. Está na hora da população abrir os olhos. Vamos cobrar do governo sim, mas chamemos os outros poderes, os políticos que foram eleitos para trabalharem e representarem o povo. Chega de sermos massa de manobra. Desperta meu povo.

  • A questao que está em jogo nao é quem tem capacidade de assumir a segurança, pode vir quem vier vai continuar a mesma coisa. Esse povo se preocupa com status e salário. O governo tem que fazer concurso, aumentar o quadro de policiais, pq sao eles que podem nos oferecer segurança nas ruas isso seria uma das soluçoes pra diminuir a criminalidade.

  • Sinceramente penso qeu nosso professor Marcos não esta preparado para exercer o cargo de secretario de segurança, ja foi dado provas disso e fora que ele ja esta muito esnobe, quer um exemplo, o pessoal da amazon site não foi bem tratado por ele; ele deveria ter respeito pela impressa que é formadora de opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *