• “Quebra Mar”, palco de histórias românticas, histórias de amor que viraram casamentos. Outrora era sereno e condativo, atualmente é perigoso e sujo, ainda assim muitos casais vão pra lá praticar o amor.

  • Como eu trabalhava no Museu Joaquim Caetano da Silva, que ficava no térreo do Macapá Hotel, todos os dias atravessa a rua e sentava nesse murinho para contemplar o espetáculo dado pelos botos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *