• Em 1970 ou 1971 promovi um evento intitulado “A Noite Dos Radialistas”, onde foram escolhidos através de uma banca examinadora formada por intelectuais de Macapa foram escolhidos os melhores radialistas nas respectivas categorias; o João Lázaro foi o vencedor como o Disck Jóquei do ano(Hoje seria o DJ do ano).
    O Arnaldo Araújo ficou inciumado por não ter ganho e baixou a lenha no promotor do evento.

    • Antenor, foi um momento momento marcante em minha vida, sem dúivida.
      O reconhecimento pelo nosso trabalho é que mais gratifica o profissional.
      Veio na hora certa, naquela ocasião.Mais uma vez obrigado. Grande abraço…

  • Interessante. A época em que a novidade era a minisaia (dobra o s ou separa?). O Luis Melo era magrito! O sr ao lado do João Lázaro parece ser o “seu” Walter, pai da Magnólia,Magali, etc. O Luiz Pessoa pode confirmar.

  • Veneide, bateu na trave. Ao lado do João Lázaro-o banjanjão- é o irmão do Wálter Banhos, o Moacir Banhos de Araújo. Tive a honra e a felicidade de tê-los como chefes, pois aprendi muito com eles. Eram sensacionais, como chefes e como amigos. Néa,será que a foto é mesmo da festa de inauguração?

  • eu era tiete do programa do Zé Maria Coelho, participava por telefone e ao vivo.Uma tarde fui pra lá pra ser entrevistada. Detalhe: eu era amigona do radialista

  • Lene, acredito que a moça ao lado do Luiz Melo é a esposa dele. Mas gostaria de elogiar o figurino do Melo, que acredito serviu de inspiração ao Agostinho da “Grande Família” … ei Melo! é brincadeirinha 🙂 Falando da Rádio Educadora, não podemos esquecer os saudosos Joaquim Ramos, Hélio Penafort, José Maria de Barros e os queridos “controlistas de som Moisés Tavares e Itamar Torres….

  • O nosso grande José Maria Coelho, o super zé, está de volta aos microfones da Rádio Difusora, ontem tem programa logo depois de A Voz do Brasil.

  • Obrigada aí Luiz Pessoa e Milton Sapiranga! Bati mesmo na trave! kkkkk. Eu sempre fazia confusão com o nome dos dois irmãos. O Sr. Walter era o pai da Ana Coeli, Ana Maria, etc. O Sr.Moacir era o pai do Moacir e das meninas com o nome começando com “M”. Falou!

  • Tem tantos causos e tantas histórias da RE, que só marcando um almoço pra contar tudo.
    Um dos mais interessantes foi quando o governador Ivanhoé Martins botou até o Exército para prender o Sabá Oliveira.
    Sabá apresentava o programa “690 – O telefone do sucesso”. O governador ligou pra reclamar de alguma coisa, e o Sabá sapecou um “690 – o telefone do sucesso. Qual a música que o você desejar ouvir?” Imagina como ficou o humor do general… mandou prender esse “moleque atrevido”.

  • Apesar de nunca ter vivenciado esses tempos da Rádio Educadora (pois nasci em 1985), aprendi a amar a emissora pelas sua história, pelas histórias de quem passou por lá e o legado que a emissora deixou. Isso me cativou a pesquisar mais e mais sobre a emissora e a publicar o único exemplar da monografia da minha graduação, na Faculdade Seama. Quem saiba se transforme em livro. Consegui entrevistas muitas pessoas, mesmo assim outras não consegui contato: conversei com João Lázaro, Osmar Melo (saudoso), Nazaré Farripas, Graça Pennafort, J. Ney, Domenico “Domingos” Bottan (in memorian) e até com Gaetano Maiello (na Itália, por telefone), entre muitos outros. No endereço http://radio-educadora.blogspot.com vocês podem ler algumas mensagens que reproduzi da coluna sobre a Radio Educadora no jornal A Voz Católica. Breve irei também colocar a monografia na íntegra aqui na internet para poder ler. Abraços!

  • Bom,… Diante desses apanhados históricos tive a informação que o João Lázaro após missão cumprida, se aposentou como funcionário público do municipio de Macapá, deixou todo seu acervo musical e programas da Rádio Difusora gravados, ainda em fita cassete para um amigo, são mais de quinhentos lps e outros, João, foi curtir a vida na cidade de Campinas, São Paulo, felicidades amigo.

    • Elcio, complementando as informações postadas aqui, gostaria de apenas corrigir que não estou em Campinas e sim em São José dos Campos, interior de São Paulo.
      Realmente repassei, parte de meu acervo de áudio para um amigo. Minha biblioteca pessoal, meus alfarrábios e a pesquisa sobre as músicas que mais rodavam no programa Carnet Social da Rádio Difusora, ainda não me desfiz. Hoje me dedico à pesquisas sobre fotos antigas de Macapá e edito um blog de assuntos variados na internet.Acesso pelo link: http://fina-sintonia2.blogspot.com/. Grande abraço. Disponham…pelo [email protected]

  • Esqueceram de mencionar as mulheres radialistas que militaram na RE, entre elas Edinete Moraes, Cristina Homobono, Conceição Furtado(Medeiros), Odalea Furtado, entre outras.

  • Olá amigos! Meu nome é Marcus Lucyano Siqueira de Araújo. Sou neto do José Moacir Banhos de Araújo. Eu morei em Macapá pouco tempo, após a separação dos meus pais (Moacir Banhos Filho e Zoraide de Souza Siqueira (macapaense))me mudei para o Rio Grande do Sul, onde moro até hoje.

    Pesquisando sobre meu avô na internet achei uma série de sites falando da rádio difusora e por conseguinte acabei conhecendo um pouco mais da história da minha família.

    Como mal conheci o meu avô, gostaria de obter algumas fotos dele. Se alguém tiver e puder me enviar eu ficaria muito agradecido. O meu e-mail é [email protected]

    Agradeço a todos e mando um grande abraço ao meu tio Luiz Pessoa e a toda sua família.

    Abraços,

    Marcus Araújo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *