Reabertura traz conceito diferenciado para o Trapiche Eliezer Levy

Foto: Maksuel Martins
Inauguração da primeira etapa do Trapiche foi marcada para esta sexta-feira, 19, às 20h.

A empresa que venceu a chamada pública para a exploração do potencial turístico do Trapiche Eliezer Levy, um dos cartões postais de Macapá, marcou a data para a reabertura do empreendimento. O processo de reativação dos pontos comerciais está dividido em três etapas.

Quem venceu a chamada pública realizada em agosto do ano passado pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur) foi a empresa M & C Ltda ME, que marcou para esta sexta-feira, 19, a partir das 20h, a entrega da primeira etapa do Trapiche. Como parte da programação haverá um show de cantores regionais como Patrícia Bastos, Oneide Bastos e Paulinho Bastos.

Nesse primeiro momento, será reaberta a sorveteria com um conceito diferenciado para lazer, descrito como café coworking. Turistas e profissionais poderão usufruir do espaço com acesso à internet, tanto para lazer, quanto para produções, sem contar na diversidade de sabores regionais na sorveteria.

A próxima etapa é a abertura do restaurante que contará com um cardápio regional, espaço para apresentações de artistas locais e o Rio Amazonas estará mais aprazível aos visitantes, com a construção de um píer. E a terceira etapa consiste na parceria público-privada, em tornar o ponto turístico uma referência para navios cruzeiros internacionais.

A empresária amapaense Mônica Rocha, da M & C Ltda ME, justificou a intenção pela localização geográfica do Trapiche Eliezer Levy. “Tecnicamente, os navios cruzeiros não foram projetados para navegar nessas águas, mas como estamos na Foz do Amazonas, Macapá se torna porta de entrada para a Amazônia. Então, o empreendimento será uma referência para os turistas que passarem por aqui”, ressaltou.

O secretário de Estado do Turismo, Vicente Cruz, reforça a importância dessa dedicação com o novo conceito do empreendimento. “Com o diferencial competitivo de estar localizado às margens do maior rio do mundo, a presença da Pedra do Guindaste e a proximidade com a Fortaleza de São José de Macapá, o Trapiche com certeza, se tornará um atrativo turístico interessante e incrementará a atividade turística na capital”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *