Randolfe Rodrigues pede que CPI do Carf aprofunde as investigações

Do Portal do Senado Federal

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) cobrou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o esquema de pagamento de propina a integrantes do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) aprofunde as investigações. Nesta segunda-feira (26), a Polícia Federal deflagrou a segunda fase da Operação Zelotes que também investiga a denúncia de pagamento de propina a conselheiros do Carf em troca de perdão a multas tributárias aplicadas a empresas.

Randolfe Rodrigues informou que o esquema no Carf pode ter causado o prejuízo superior a R$ 300 bilhões aos cofres públicos. Esse dinheiro, segundo o senador do Amapá, é 66 vezes maior do que o orçamento do programa Minha Casa, Minha Vida e daria para pagar o reajuste dos servidores do Judiciário por 59 anos.

O senador afirmou ainda que já pediu à CPI do Carf a quebra de sigilo e a convocação de alguns dos presos pela Polícia Federal na operação de hoje. Dentre eles, Alexandre Paes dos Santos e José Ricardo da Silva. Os dois são suspeitos de intermediar as relações entre as empresas e os conselheiros do Carf.

– Pretendo que todos os envolvidos sejam ouvidos e investigados rigorosamente e que, descobertas e confirmadas todas as fraudes que a Polícia Federal diz estar investigando, todos sejam convocados, que sejam quebrados os seus sigilos e que seja feito o devido esclarecimento – disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *