Promotor de Justiça de Urbanismo faz inspeção em ciclovias de Macapá

O promotor de Justiça André Araújo, do Ministério Público do Amapá (MP-AP), titular da Promotoria de Urbanismo, Habitação, Saneamento, Mobilidade Urbana e Eventos Esportivos e Culturais de Macapá realizou, uma inspeção em todas as ciclovias e ciclofaixas existentes na cidade de Macapá, visando instruir procedimento que busca melhorias na mobilidade urbana da cidade.

Na ocasião, foram identificadas pelo menos 10 vias demarcadas para uso exclusivo de ciclistas, muitas delas em péssimo estado ou mesmo abandonadas, mas que ainda servem para o que foram originalmente projetadas.

O MP-AP também constatou que, com um investimento relativamente baixo, seria possível conectar a cidade de norte a sul, desde o conjunto Macapaba até o Monumento Marco Zero, apenas interligando as ciclovias já existentes.

O promotor de Justiça André Araújo, titular da Promotoria do Urbanismo, defende que tais investimentos sejam feitos para melhorar a mobilidade e favorecer pessoas de renda mais baixa, que não dispõem de veículo automotor e dependem principalmente dos ônibus para se deslocarem pela cidade.

“O uso da bicicleta, além de saudável e barato, pode facilitar bastante o deslocamento entre os bairros, desde que o ciclista disponha de via exclusiva e segura, o que, em alguns casos, já existe, faltando apenas a recuperação ou a interligação de algumas vias”, destacou o promotor.

A Promotoria de Urbanismo vai agendar reunião com a Companhia de Trânsito de Macapá (CTMAC) e com a Secretaria de Estado do Transporte (SETRAP) para tratar especificamente do assunto, considerando as intervenções em andamento na cidade, em especial a Rodovia Duca Serra e Rua Claudomiro de Moraes, que, se também dispuserem de ciclofaixa em seus projetos, poderiam facilitar a interligação da zona oeste com o restante da cidade.

O mapa do levantamento feito pela Promotoria do Urbanismo está disponível aqui 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.