• Espetacularização é pouco para entender o que aconteceu. Quem não vai querer aparecer na Globo?. O arquipélago do Bailique tem mais de vinte comunidades com muitos habitantes que fazem a diferença inclusive em Eleições, não seria mais lógico que o estado mantivesse um serviço de saúde digno para essa população? e se fosse um atendimento para com várias vítimas, que adiantaria um helicóptero? cadê os economistas do estado para fazer esse cálculo? o que é mais em conta? manter um helicóptero ou manter um serviço de saúde permanente no Bailique?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *