Profissionais da saúde em greve acampam em frente ao Hospital de Emergência

Servidores da rede estadual de saúde iniciaram, ontem, dia 11, greve de cinco dias. O movimento cobra do governo, melhores condições de trabalho, chamada dos aprovados no concurso da saúde e fim de sobrecarga de trabalho dos profissionais, além do não congelamento dos salários por dois anos, que pode ocorrer se o estado entrar no programa de renegociação de dívidas do governo federal, conforme anunciado pelo próprio governo estadual.

greve-saude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *