Professores questionam

A Justiça decretou a ilegalidade da greve dos professores e de pronto o sindicato aceitou. Até aí tudo bem, mas foi muito questionado pelos próprios educadores no manifesto desta terça-feira (5) a passividade do Sinsepeap em relação a ilegalidade.

O contraponto deve-se pela forma como foram enfrentadas decisões semelhantes na gestão passada, quando a Justiça aplicou multa de R $ 20 mil e mesmo assim os movimentos permaneciam.

  • Isso ja era esperado,enquanto esse sindicato estiver com essa administração pode esperar essas lambanças

  • Muito interessante… agora a multa é de R$ 2 mil, 10 vezes menos e o Sinsepeap, arvorando que não feriu a Lei de Greve, já enrolou a bandeira.

    Interessante não acham?

  • O Haroldo é um “grevador faz de conta”, vocês acham mesmo que ele briga pela classe? Ainda mais contra o Waldez?!
    Ingênuos…

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Por onde anda aquela turma de professores que andavam de camisa preta com os slogan “professor não vota em opressor”.
    Por onde andam, porque agora ficam calados e escodem a famosa camisa preta.

  • Esses “Diretores” do sindicato não são representantes dos trabalhadores da Educação seus mandatos já encerraram Há mais de um ano, e não convocaram novas eleições.
    Todos são governistas 12, por isso não me surpreendo com essa inércia desses carguistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *