Prejuízo e retrabalho

A Prefeitura de Macapá está fazendo investimentos acima do esperado no programa MacapáLuz, que faz a trocas de luminárias após a PMM ter assumido o serviço de iluminação pública da cidade.

É que a rede elétrica da CEA, com problemas de manutenção e vencida, causa problemas técnicos à nova iluminação, como a queima de luminárias.

Além do prejuízo, retrabalho para a PMM.

Mesmo assim, já podemos sentir o efeito da nova iluminação pública em vários pontos da cidade após a prefeitura ter assumido os serviços.

Macapá está mais iluminada e com lâmpadas de melhor qualidade.

  • Já faz uma semana que fomos na SEMOB, e nada de ver 3 luminárias aqui atrás da Escola Alexandre Vaz Tavares,imagine estamos com requerimento e tudo,com isso ocasionando transtorno a alunos e todas as pessoas que circulam nesta área.

  • Gostaria de pedir que a equipe da prefeitura volte na av:Evandro Carneiro de Melo,esquina com a Carlos Drumond de Andrade para verificar uma luminária que foi trocada juntamente com a lâmpada e já está com defeito,acende e apaga.

  • As 00:36 minutos de ontem o Programa Macapá Luz veio aqui atrás da Escola Alexandre Vaz Tavares,aqui na Pedro Baião e trocou Reatores, foto-celulas e outros ,enfim o perímetro,voltou a ficar iluminado, aqui Alcilene neste perímetro por anos e anos meu sogro Se Florisvaldo Baía,mas conhecido como Carinho Pintor,funcionário aposentado da ICOMI faz a limpeza e até pintura do Muro da Escola,coisa que hoje ele faz mas só a limpeza,e eu agora dando uma ajuda,em virtude da idade avançada e problemas de saúde, mas mesmo assim vamos sempre tentando manter este perímetro,limpo,as pessoas passam até estranham ver a gente limpando a Rua,tapando os buracos com cimento,mas a gente faz e com alegria e satisfação, portanto muito obrigado,pois sei que pelo seu site o atendimento foi mas rápido,pois o alcance entre a comunidade e muito forte, obrigado e tenha um bom final de semana a Senhora e sua família de Sílvio Moura e Florisvaldo Baía do Nascimento.

Deixe uma resposta para Alcilene Cavalcante Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *