PMM notifica pela segunda vez empresa que faz coleta de lixo

A Prefeitura Municipal de Macapá, através da Secretaria de Manutenção Urbanística (Semur), notificou pela segunda vez a empresa Clean, responsável pela coleta de lixo domiciliar, devido a deficiência na coleta.

 

De acordo com o secretário da Semur, José Mont’alverne, a empresa não está cumprindo com as cláusulas determinadas em contrato, firmado no ano de 2012, ainda na gestão passada. “Nós apenas cumprimos o que está no contrato,  como a empresa não vem cumprindo com suas obrigações, é obrigação da Prefeitura cobrar que o serviço seja eficaz”, comenta Mont’alverne.

 

O gerente da empresa Clean, Raymundo França, informou à Secretaria que os serviços serão regularizados até o sábado, 23.

 

Aline Brito – Asscom Semur

 

  • olha sem querer ¨ELOGIAR¨ a coleta de lixo, CONTINUA Á MESMA PORCARIA,PARECE QUE AINDA ESTAMOS NA MESMA GESTÃO PASSADA! NINGUEM MERECE.

  • Para acabar com a desculpa de que pouco se pode fazer por estar amarrado a contratos da administração anterior o legislativo deveria fazer leis limitando prazos para contratos que vigeriam no máximo 30 (trinta) dias na nova gestão. Nesse período seriam feitas licitações e se for o caso firmar contratos emergenciais. Se mesmo assim o problema persistir o gestor deveria ser afastado. Quando elegemos novo prefeito e novos parlamentares é porque os anteriores não estavam correspondendo. Agora quando vemos prefeito e secretários se escondendo atrás da inoperãncia da administração anterior é de dar dó. Quando o prefeito e os secretários agem dessa maneira estão dando razão a Paulo Silva que diz que as adminstrações de Camilo e Clésio não têm culpa do caos que está a saúde, a educação, o transporte coletivo, a seguramça pública e as ruas de Macapá, pois isto está aí desde Mendonça Furado e pouco mudou. Papa Francisco diz para não perdemos a esperança e de que no fim tudo será resolvido. Se ainda não foi é porque ainda não chegou o fim.

  • Para acabar com a desculpa de que pouco se pode fazer por estar amarrado a contratos da administração anterior o legislativo deveria fazer leis limitando prazos para contratos que vigeriam no máximo 30 (trinta) dias na nova gestão. Nesse período seriam feitas licitações e se for o caso firmar contratos emergenciais. Se mesmo assim o problema persistir o gestor deveria ser afastado. Quando elegemos novo prefeito e novos parlamentares é porque os anteriores não estavam correspondendo. Agora quando vemos prefeito e secretários se escondendo atrás da inoperãncia da administração anterior é de dar dó. Quando o prefeito e os secretários agem dessa maneira estão dando razão a Paulo Silva que diz que as adminstrações de Camilo e Clésio não têm culpa do caos que está a saúde, a educação, o transporte coletivo, a seguramça pública e as ruas de Macapá, pois isto está aí desde Mendonça Furado e pouco mudou. Papa Francisco diz para não perdermos a esperança e de que no fim tudo será resolvido. Se ainda não foi é porque ainda não chegou o fim.

  • O serviço de coleta de lixo aqui em Macapá está pior do que na gestão passada. Simplesmente eles estão levando os containers de lixo e deixando o lixo exposto e espalhado pelas ruas, onde os cachorros fazem as festas. Que serviço de quinta é esse? Meu prefeito, tome providencias pelo Amor de Deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *