PF prende em flagrante empresário com 900m³ de madeira ilegal em Tartarugalzinho/AP

A Polícia Federal prendeu em flagrante, na terça-feira (2/6), umadministrador de serralheria, por armazenamento de madeira ilegal em depósito, no município de Tartarugalzinho/AP.


Durante fiscalizações na região leste do Amapá, policiais federais constataram
que uma serralheria localizada no município de Tartarugalzinho/AP mantinha
em seu pátio cerca de 800 m³ de madeira em tora e serrada, sem origem
comprovada.

Ao confrontarem com a volumetria da empresa constante no Sistema de
Emissão Documento de Origem Florestal (SISDOF), verificou-se que a empresa
possuía origem para aproximadamente 4m³ de madeira em tora.

No momento da fiscalização, que contou com informações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), a empresa se
encontrava em plena atividade com a madeira ilegal e quando questionado sobre a origem da madeira, o dono da serralheria não tinha qualquer comprovação de sua origem e ainda alegou desconhecer o SISDOF.

O empresário foi encaminhado ao Instituto de Administração Penitenciária do
Amapá (IAPEN), onde ficará à disposição da Justiça, e poderá responder, na
medida de sua responsabilidade, pelos crimes de armazenamento de madeira
ilegal e receptação qualificada, e se condenado, poderá cumprir pena de até 9
anos de reclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *