PF combate extração e comércio ilegal de Uranita no Amapá

A Polícia Federal deflagrou ontem (21/11) a Operação Uranita, que tem como objetivo investigar associação criminosa voltada à mercancia do
minério radioativo no estado do Amapá.
Policiais federais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em Macapá/AP, expedidos pela 4ª Vara Federal.

Segundo as investigações, os negociantes tratavam, via o aplicativo WhatsApp,
de comércio do material radioativo.
Os investigados irão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de associação criminosa e receptação. Se condenados, as penas podem chegar a 07 anos de prisão.
Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7569

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *