Perigo na JK

Essa sequencia de fotos foi feita por um leitor do blog que passa todo dia nesse trecho e observa o perigo a que estão submetidos os pedestres ali.

É no cruzamento da rodovia JK, com a rua Inspetor Marcelino, bem onde fica a nova rotatória do shopping Amapá Gardem. O passeio está alagado e tem buracos na rodovia.

O pedestre tem que caminhar pela rua sem nem ver o veículo que vem em direção contrária.

1-jk-DSC00636

2-JK-DSC00634

  • É que a obra não foi executada incluindo as necessidades do pedestre – nem do ciclista – assim como várias e várias na cidade.

  • Com a palavra o Urbanista, o Arquiteto ou o Engenheiro, seja lá do Estado ou da Prefeitura que assinou a entrega dessa obra.

  • No Amapá, parece que nada é entregue por completo, sempre é feito pela metade e depois dizem que farão o resto; logo cai no esquecimento de ninguém irá lembrar de cobrar!!! Porque liberaram a inauguração do Amapá Gardem? Por que o MPE deixou??? Até quando povo!!

  • São esses fatos que fazem com que a população se sinta cética quanto a seriedade de algumas instituições. Existe um TAC e o mesmo deveria ser cumprido na sua totalidade para que fosse liberado o shopping. Não sabemos o que aconteceu para a liberação parcial do mesmo. Aqui em Macapá, é o que sempre digo, as coisas são feitas na porrada e fica por isso mesmo. Acreditar em quem?

  • É pra acabar!!!!!!é isso que nos revolta com o poder publico,o descaso com a comunidade.deixam fazer uma obra as tres porrada e que a população que se lasque,ficando no relento mesmo,atitudes simples amenizavam o lado da comunidade,custava a prefeitura ou governo olhar o lado do pedestre,ciclista,etc….ffuuii

  • Vergonha! Essa rotatória e os serviços são um desrespeito aos cidadãos. A foto mostra o descaso com o pedestre e os ciclistas. Se você precisar sair da Embrapa para ir ao shopping, é melhor você comprar um helicóptero, pois se você for andando, corre o risco de ser “abatido” por um carro ou moto; e se você for de carro, corre risco de quebrar o amortecedor ou ter estourado os pneus do veículo, pois essa via Inspetor Marcelino, a 100 metros dessa fotografia, é só buraco. Aliás, os moradores da região estão se mobilizando para “IR ÀS RUAS” e interditar esse trecho, exigindo respeito do poder público!

    • O certo era os moradores fazerem um movimento para interditar o Ministério Público, que se mostra inoperante e sendo um mero espectador de toda essa merda que está acontecendo. A população é que tem que se desgastar para poder ter o seu direito de cidadania. O MPE deveria mandar interditar o trecho que dá acesso ao shopping até que fosse feito um serviço de qualidade. Simples assim.

      • Vc está querendo que o MP cumpra o papel que é do Governo. O MP entrou com o TAC, porque a PMM, na gestão de Roberto Góes, tinha autorizado a obra sem o estudo de impacto de vizinhança. Quando o MP entra, é porque alguém falhou na sua obrigação. Mas o MP não é o executivo..

        • Ninguém está querendo que o MP faça o papel do executivo, seria uma tremenda ignorância. O que se cobra do MP é a sua intervenção no momento em que o executivo falha. Para isso foi assinado um TAC entre as partes envolvidas, INCLUSIVE o MP, e simplesmente o mesmo não foi cumprido. Acredito, que o MP está apto a defender os direitos do cidadão e a cobrar do executivo que as coisas sejam bem feitas. NINGUÉM QUER QUE O MP EXECUTE AS TAREFAS DO EXECUTIVO. Simples assim.

  • Para falar a verdade o GEA e o MP ARREGARAM por deixar o shopping ser inaugurado e deixar esse tipo de obra feita nas coxa ser inaugurada. A rua que dar acesso a JK é uma vergonha, nem PMM e GEA irã fazer a rua e quando fizer pasmem, não irão fazer o saneamento (sargetas e escoamento da água) qualquer engenheiro de inicio de carreira sabe que o que está acabando com as ruas de macapá é o acumulo de água nas ruas. “PREFEITURA DE MACAPÁ E GEA TAPAR BURACO NÃO ADIANTA”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *