Perdendo o diferencial

Imbatível time de carnaval de Piratas da Batucada.

Diretoria-Piratas

Piratas-2

A unidade, receita do sucesso da escola, está trincada.

Falta de liderança e fofocas irresponsáveis levam a grande Piratas da Batucada a chegar às vésperas do carnaval um racha nunca visto, nessas proporções.

#Prontofalei.

Super-Piratão

Piratas1

Reginaldo França, ex-presidente de Piratas da Batucada, dirigente exemplar, foi um dos diretores que tiveram seu nome cortado da lista de diretores que desfilarão pela escola.

Fico muito triste com isso. Não sou de um lado, e nem de outro, acho que ambos os lados tem erros, e que ambos também tem muito trabalho e história na escola por isso merecem consideração e respeito.

Mas penso que está faltando atitude de liderança para superar divergências, afastar a maledicência, chamar todos e promover a unidade e não prejudicar a escola.

Piratas da Batucada é muito grande, e faz belos carnavais pelo esforço e trabalho de todos os grupos, que unidos formam o diferencial da escola. É apequenar o pensamento achar que Piratas da Batucada merece ser feita por poucos.

  • Sou Laguinho / Sou Raiz / Sou Boêmios / Sou Feliz…

    Como diz minha amiga Janete Silva :
    ” Toma-te Nojento!!!”

  • ACHO QUE ESSA SITUAÇÃO JÁ PASSOU DOS LIMITES,O DESPEITO DESSA DIRETORIA COMANDADA POR ESTE DIRETORES UQE NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA ADMINISTRAR A ESCOLA E FICA CRIANDO INTRIGAS UM PRESIDENTE CANOADO,ASSESSORADO PO OUTRO QUE SÓ FALA MERDA, COM A BURRICE DE OUTRO QUE ESTA ACOSTUMADO A AFUNDAR INSTITUIÇÕES COMO TIME DE FUTEBOL,ESCOLA DE SAMBA E ETEC…
    AGORA PERGUNTO QUE CREDIBILIDADE ESSES CARAS TEM PARA ESTÁ Á FRENTE DE PIRATAS DA BATUCADA?

  • Acho que a instituição Piratão é maior que todos nós, por isso deve ser respeitada. Independentemente de “A” ou “B” estarem no comando, o que deve-se existir é sempre o bom senso de que é a Escola que está representando. Se todos nós somos Piratas da Batucada, não vamos torcer conrtários a ela ou prejudicá-la. E é isso que eu vejo que está acontecendo.

    • Brasilia/DF, 25 de janeiro de 2010.

      Concordo com o Marcus Vicente. O Piratas da Batucada é uma instituição, razão pela qual deve estar acima de tais questiúnculas. A propósito,para o momento, vale citar: os homens passam, ficam as obras. É bom refletir, e em seguida, arregaçar as mangas em prol de um objetivo: PIRATAS DA BATUCADA.Lamento muito o embate político que travam seus dirigentes. Meu nome é Jonatas. Sou do tempo daquela turma lá da frente(Mata, Alcione, Valdir Carrera, “Pintão”, Evandro Juarez, “Bomba’, e tanto outros, que, salvo engano, arrebatou seguidamente vários títulos de campeão. Só de pensar, a saudade e a emoção me sacodem. Até mais.

  • Quem perde com essa diretoria que causa intrigas e excluí diretores que contribuem e muito com a escola é a comunidade da Zona Sul, nem a própria comunidade do Bairro do Trem acostumada a ser convocada para ajudar nos barracões da escola foi chamada, isso e lamentável.

  • É uma pena que a atual diretoria, que está disseminando inverdades contra pessoas idôneas, arrotanda aos quatro ventos honestidade, tenham tão pouca ou quase nenhuma memória. Os que hoje excluíram diretores (DIRETORES, SIM), esquecem que um foi expulso do Piratas pelo outro e foi para no Estilizado e o outro foi expulso pelo um que foi parar em Fortaleza. É uma pena mesmo que uma agremiação tão grandiosa esteja hoje sob o comando dos Três Patetas e do Bobo da Corte.

  • Essas atitudes de “um”, expulsar o “outro”, como já ocorreu no Piratão, ñ prosperam mais. Pois, hoje, diferente de antes, quando este “um” e “outro” presidiam a entidade, e “um” expulsou o “outro” da Escola, existe uma legislação atualizada, que certamente ñ atribuiu à eles a prerrogativa de excluir dos Quadros de Diretores, nenhum dos seus devidos associados.
    Inverdades estão sendo “levantadas” contra pessoas que só contribuiram para o engrandecimento do Piratão. Possoas que ñ vivem dependendo de instituições para se promoverem. Sua grande maioria são servidores públicos, com suas vidas e famílias bem consolidadas, que participam do carnaval, apenas, para contribuir para o crescimento da cultura amapaense, em especial o carnaval do Piratas da Batucada.
    Pelo Piratão, todos os dias, bem cedo, saímos de casa, deixamos nossas famílias, deixamos até nossos amigos, aqueles que ñ participam do carnaval, para nos enganjarmos na construção dos desfiles do Piratão. E hoje, lamentavelmente, estamos sendo desrespeitados “covardemente”, nos atribuindo ofensas que certamente são imperdoáveis. Principalmnete por aqueles que nos conhecem, sabem da nossa educação, conhecem as nossas famílias. Crescemos junto à estas pessoas. Mas, no final, a verdade irá prevalescer, pois, somos pessoas bem vistas, temos boas famílias, temos bons amigos. E mais, estes que estão “tentando” atingir as pessoas de boa índole, não tem moral nenhuma para tal atitude. Já teve até “um”, quando foi expulso pelo “outro”, que saiu daqui, do Piratão, para ser Presidente de outra agremiação carnavalesca.
    Posso dizer que não cheguei aqui, no PIRATÃO, por acaso. Nasci no bairro do trem. Fui criado dentro do Piratão. Desde criança participo do Piratão, sempre junto com minha família, a “FAMÍLIA PITEL”, que há muitos carnavais contribuí com esta Escola.

      • Mana, sabemos que nossa dedicação vai além de todos os obstáculos. Quantas foram as vezes em que Vc e o Dias deixaram seus filhos, sua casa, para se unirem à família Pitel, em prol da belíssima Comissão de Frente do Piratão.

  • também sou da ideia de que a Escola está muita acima de intrigas de dirigentes.Numa escola grande como o Piratão não pode haver espaço pra vaidades pessoais e nem pra A ou pra B se promover politico-financeiramente.Não vou entrar no mérito de que lado está certo ou errado.Até pq não foram explicitadas pra comunidade os motivos da divergência,apenas coloco que a comunidade deve se unir em prol da instituição e quem for Piratão de coração,por favor não atrapalhe o carnaval da escola,não mande terminar os ensaios etc..pq assim não estaram prejudicando os atuais diretores mas sim toda a comunidade.

    • Hilder você tem razao. Penso como você. Mas isso de inventarem que diretores afastados mandaram acabar o ensaios, foi uma das baixarias promovidas e disseminadas com inconsequencia. O que aumentou a crise. Por não ser verdadeiro. Disseram que quem falou isso foi o vice Pedro Franklin, que nega que tenha dito. Como não aparece o o autor da informaçao caluniosa, obviamente foi maledicência, pra justificar não terem tirados as licenças obrigatórias. O carnaval mudou…

  • Sou Boêmios e também sou Feliz!!!
    Posso falar muito bem sobre brigas… Lá no Boêmioas já tiveram muitas… Só que isso há muito tempo!!! Agora vivemos outro momento.
    E o que está contecendo no Piratão é que a diretoria atual do tá pisando na bola porque está nítido que rola por aí uma forte dor de cotovelo ou uma pinima (rsrsrs) com a equipe que já mostrou na Avenida um lindo Carnaval.
    Ei galera da atual diretoria… acorda enquanto é tempo!!! DEIXEM DE BRIGA… É muito certo que certas desavenças aconteçam para que se acertem alguns pontos.. isso já está indo longe demais… mesmo assim, os “expulsos” sabem muito bem fazer Carnaval e já mostraram isso. E se o Piratão perder… coitados de vcs… podem todos vcs ( a diretoria) sumirem do mapa, pq a comunidade não vai perdoar!!!!
    Poderia nem escrever este comentário… pq sou Boêmio da Roxa!!! Mas é TUDO PELO CARNAVAL!!!! Pensem…
    Ou vcs não querem ser FELIZ como nós do BOÊMIOOS???

  • Obrigada Jonatas por lembrar das pessoas que ajudaram a construir o PIRATÂO, era filha de WALDIR CARRERA e minha mãe, era Diretora e responsável pelos destaques. Estamos surpresas pq chegamos de viajem e ela tb não mais fazia parte da Diretoria. Me corta o coração vê-la tão triste com o que tá acontecendo ( não sabemos exatamente), pq ela espera o ano todo por este momento. Mesmo, muitas vezes, tirando dinheiro do bolso para cobrir as faltas ( materiais). Espero que resolvam isso logo, pq sei que meu pai, de onde estiver, espera TB ver um LINDO carnaval de sua ESCOLA AMADA, de sua ESCOLA QUERIDA, ao qual se dedicou a vida toda, deixando sua familia p dar continuação a essa dedicação.

    • Não acredito? Até a D. Ilka Carrera tiraram do Piratas? O Gilson, o Mata e o Xerfam sao donos da escola por acaso?

    • Sou solidária a D. Ilka e cuidava com muito carinho e responsabilidade dos destques da escola nos últimos anos.

    • Brasilia/DF, 26 de janeiro de 2010.

      Parece nítida na memória que nos preparavamos na casa de seu pai. Havia um congraçamento entre os componentes de nossa ala, transformando tudo aquilo numa verdadeira amizade. Sou testemunho da dedicação de sua esposa, D. Ilka, uma grande abnegada da Escola, que nunca deixou de empenhar-se para ajudá-la até materialmente. Lamento muito seu afastamento, e espero que a Diretoria repense dtal decisão, para o bem da comunidade e da Escola. Abraços e força piratão.

  • Essa é a melhor noticia que poderia ler hoje. Vai acabar a invencibilidade do Piratão. O Gilson Rocha é muito mané mesmo.

  • Esses caras do Piratão são burros mesmo. Como podem deixar esse tal de Xerfan mandar e desmandar no Gilson. Esse cara já foi expulso do Piratão pelo Presidente Mata, campeão do Carnaval de 1997, eterno campeão do Sambódromo. Quando expulso do Piratão, foi lá pro “Piratas Estilizados” e fez o pior carnaval da escola. Bem antes desses acontecimentos esse incompetente quase rebaixou o Piratão na Avenida FAB, ficando conhecido como o Presidente das “RODINHAS DE SUPERMERCADO”. Ano passado, no comando do meu querido Ypiranga, deixou agente de fora da disputa.

    Comentário editado(cortado em parte) pela dona do blog.

  • não acredito,será que a diretoria do meu piratão estar com inveja da briga entre o legislativo e o judiciário ou da briga na liga das escolas de samba.Entendam que o piratão é da comunidade,é muito maior que picuinhas pessoais,não estraguem com o nosso carnaval.

    • Pessoal, só mesmo o Pantera cor de rosa pra fazer essas merdas mesmo, não bastasse ele ser teleguiado pelo João Henrique quando era vice-prefeito. vou falar uma coisa. Vc´s devem fazer o carnaval pra COMUNIDADE e não pra vc´s apontarem na cara dos outros.

  • Sou Piratão, moro no coração do Bairro do Trem e é com muita tristeza que vejo os rumos que o Sr. Gilson Rocha esta dando para a Escola que não é e nunca será de uma pessoa só. Fico triste em saber que até a D. Ilka Carrera que sempre dedicou sua vida em construir esta escola junto com o Waldir Carrera ficar de fora… Isso é lamentavel seu Presidente. Acho que essa galera tem que descer do salto e parar de estrelismo. Faz tempo que não se faz uma Festa da Vitoria para a Comunidade do TREM agora Festa da Panelinha tem e muita!!!

  • Pra começar com sinceridade devo de prima esclarecer que sou laguinense de origem! Mais ao mesmo tempo que assume meu lado devo reconhecer que a Escola de Samba Piratas da Batucada tem contribuído para elevar o nível do carnaval amapaense nas últimas duas décadas. Se alguém introduziu o “carnaval técnico” foi alguém do Piratão!
    Compreendo que para algumas pessoas assumir um lado quando há uma crise, mas no caso do carnaval a avaliação deve permeiar pelos resultados (positivos e negativos) que as duas partes trouxeram pra escola. Tendo como base essa lógica, digo que é burrice abrir mão de uma equipe que nos últimos carnavais só trouxeram vitórias, além de uma proposta nova para a escola (a profissionalização de seu carnaval!). É doído dizer mas foi o Piratão a única escola de samba do Amapá a consegui recursos federais através de projetos (e isso muito pela política de resultados que Sérgio Lemos-Teco trouxe para escola).
    Lamento porque uma escola é feita de quem ajuda a construí-la (de sua herança!) e excluir gente como Teco e diretores e diretoras históricas é de uma intolerância “que não dá samba!”
    Tem muita escola que não exitaria em ter a experiência dessa galera boa de carnaval!

    Ah! uma contribuição para que está indeciso sob que lado estar!: Uma escola de Samba como o Piratão não pode ser dirida por um clube do Bolinha! Observem quem só traz problemas para a escola! As disputas só são boas quando fortalece a unidade, do contrário é fruto das vaidades que já leva a escola derrotada pra avenida!

  • Acho correta a análise e manifestação postada. O Piratão já passou por alguns outros momentos difíceis e superou todos. Entendo que ainda há tempo para suplantar situação atual. Pra tanto basta um pouco mais de respeito e tolerância das partes, principalmente dos que exercem algum tipo de liderança dentro da escola.O negócio é menter a máxima piratista de ” quanto mais isca, mais acará” e correr pra comemorar, para dessepero das co-irmãs, mais um título. Volto a frisar, podemos e vamos superar isso, apenas com bom-senso. Abs
    Alcione

    • Tomara que sim. Hora do presidente mostrar liderança e colocar a grande família Piratas da Batucada em primeiro lugar.

  • Rapa presta atenção!! O problema principal do Piratão não tá Gilson (Presidente), nem no Serginho( Ex-Presidente)e sim nos fulanos ( que se acham insubstituiveis ).Assim como no enredo dos Boêmios tem muito cacique pra pouco indio!!

    Sou Laguinho sou raiz/Sou Boêmios e sou feliz…

  • Devo ter participado do meu primeiro carnaval na escola há mais de 40 anos. Desde então acompanho desentendimentos que ocorrem porque alguém decide ser dono da instituição. Essa escola é do povo. O que não pode é manobrar, como acontece no futebol e na política, para tentar ocupar a diretoria com amigos e apaniguados. Gente que subiu no ônibus agora e já quert sentar na janela. Tenho como prova da minha longa participação inúmeras gravações de sambas de enredo. Alguns malas nem sabiam ainda o que era carnaval. Estou falando na época em que a gente saia convidando de casa em casa.
    Quando fui homenageado (e campeão) muita gente ficou de fora por pura dor de cotovelo. Se eu for citar…
    Por tudo isso não tem nada, nem ninguém, que me afaste dessa escola. Vou estar lá no desfile seja quem for a diretoria. O Piratão não tem,nunca teve e nem nunca vai ter proprietário.

    • Muito bem Humberto Moreira. “A sua história tenho orgulho de contar”. “A notíicia é Humberto, seu nível é internacional”. ô Samba bão.

  • è lamentável que esta situação aconteça mais uma vez este ano!!! Com Tantas experiencias nas costas que a diretoria do PIRATAO tem.
    O que nos entristece mais é de saber q tudo se fragiliza dentro da escola e nós que acompanhamos a trajetoria vitoriosa da escola ficamos com aquele no na garganta.. oq vai ser, como vai ser.. Infelizmente é isso. Mas creio eu q ano que vem tudo volta ao normal, afinal em abril vai ter eleição pela nova diretoria e aí a gente recurapera o que foi perdido.

  • Lene, gostei do seu comentário. Mas quem é Piratão de verdade não deixa a escola, independente da briga entre dirigentes. Afinal, os dirigentes passam e a escola permanece. Sou Piratão e nao abro, sem me importar quem sejam os dirigentes, que precisam mesmo é se entender e acabar com a frescura da politicalha. Se alguem me ver torcendo por outra escola, que não seja o grande Piratao, pode anotar: fiquei louco ou estou ganhando dinheiro. E um bom dinheiro.

    • Isso mesmo. Mas nenhum dos que foram excluídos vai pra outra escola, não. Mesmo o Marcelo Zona Sul, que é interprete e foi excluído do time, teve vários convites mas nao foi.

      • Lene, muito importante seu comentário. Há 12 anos o “Zona Sul” tem defendido as cores do Piratão, consagrando-se, por diversas vezes, campeão. Durante o dia, dedicava-se junto com toda a Diretoria. À noite, nunca faltou aos ensaios. Isso é ser Piratão.

  • Sou Piratão há muitos anos, participei de maneira efetiva em todos estes carnavais. Estou bastante triste com o que está acontecendo, na nossa Escola. Conheço cada Diretor dos últimos anos. Esses Diretores, afastados pela atual gestão, são pessoas de respeito, caráter, boa família e, acima de tudo, são pessoas honestas. Não poderia jamais deixar de externar estes manifestos. Mesmo porque, foi por vários anos membro efetivo do Conselho Fiscal do Piratas da Batucada, durante a gestão do Presidente Teco. E foi durante a sua presidência (PRESIDENTE TECO) que o Piratão conseguiu um dos maiores patrocínios (ELETROBRÁS) recebidos por uma instituição carnavalesca do Amapá. Recebemos da ELETROBRÁS, elogios e recomendações por parte de sua Diretoria Executiva, tendo em vista, o fiel cumprimento dos recursos recebidos, bem como, a pretação de contas em conformidade com o projeto apresentado. Durante a gestão em que participei como membro do Conselho Fiscal do Piratas da Batucada, todas as prestações de contas, apresentadas pela Diretoria Executiva, foram devidamente aprovadas. Tenho a absoluta certeza que os Diretores que estão sendo desrespeitados, inclusive com ofensas morais, pela atual gestão do Piratas da Batucada, são pessoas de MORAL INCONTESTÁVEL.

    • Concordo com tudo Marcelo. Lamento vc ter vindo de Natal, como faz todo ano, para ajudar o Piratas e também estar impedido de desfilar.

  • É uma pena que estes que se acham “donos” do Piratão voltaram. Foram para outras escolas, fizeram besteira, agora voltaram para acabar com o nosso carnaval. Os últimos carnavais do Piratão foram, sem dúvidas, os mais fantásticos. A gente ia pro sambódromo sabendo que o espetáculo do Piratão estava por vir. Podíamos dizer aos nossos adversários que já éramos os campeões do carnaval. Hoje é diferente! Sabemos que vamos passar na avenida, só não sabemos como. Então vai um pensamento para os “donos” do Piratão: “Não é preciso muito talento e habilidade para criticar ou destruir alguma coisa, basta boa dose de burriçe e dose maior da má vontade e inveja”!

  • É o seguinte, pessoal. Até a HARMONIA do waldez já se acertou. Com medo de perderem tudo pra galera dos contrários, fizeram um pequeno ajuste no orçamento. Nem o que o waldez queria dar, nem o que o Jorge tava pedindo. Então, seus malas, porque vocês não seguem o exemplo do sucesso? Parecem até a oposição que prefere perder brigando do que ganhar fazendo acordo. Ei Gilson, cadê tua liderança, rapaz? Quando tú quiser fazer cara feia para um desafeto, lembra do exemplo do waldez e dá um sorriso, mesmo que seja só fachada. Pense nisso, acredite.

  • Em 1990 conheci uma bela e grande escola, me identifiquei pois venho de familia grande, com pensamentos diferentes, mais com a imensa disposiçao de ser feliz. Desfilei na FAB, de peirrot duas vezes, de egipicio. Em 1996 me estabeleci em Macapá e abracei essa escola. Fui campeao, chorei com os meus por derrotas, tidas ou impostas. Sou Piratao do barracao, do atelie, de puxar carros desde a madrugada para avenida. Tive o prazer de conhecer alguns dos que construiram essa Grande escola, e outros que so querem uma fantasia pra desfilar no mar de ouro que promovemos na avenida. Como tantos outros, amanheço com minha familia, desfilando, mostrando um fazer carnaval pro delirio de outros tantos que esperam o show de Piratas da Batucada. Nos ultimos dez anos faço parte de nossa Diretoria. Ja vi brigas que faziam os adversarios vibrarem com o iminente racha de nossa Barca, que chegou a ser chamada de catraia. A quantidade de titulos que acumulamos em nossa historia, demosntra a capacidade piratista de fazer carnaval. A diversidade de pensamentos sempre foi e sempre será marca de nossa escola. Em nossa diversidade concentra-se uma de nossas maiores forças, que é a capacidade e qualidade individual de cada um membro desata familia. Tal qual a “fenix” ressucitamos das cinzas. Hoje, lamento profundamente a crise gerada e instalada que podera gerar graves consequencias a escola. Fazer carnaval é acima de tudo um desfio de aglutinar pessosas. Fazer carnaval é dar vida ao inerte isopor. Fazer carnaval é mostrar os sonhos e as fantasias na passarela da vida.

  • Seria bom você contribuir para o debate.O Waldez,não é exemplo pra ninguém.Mente,engana,não paga ninguém,seu governo é um antro de corrupção,etc.Porque não cobras dele a “CIDADE DO SAMBA”,prometida desde 2003.

  • É claro que o Carnaval Tucuju mudou. E mudou e muito. O que ocorreu com o Piratão, também ocorre com o Boêmios do Laguinho e outras agremiações. Grupos organizados tomaram conta das escolas de samba e passaram a alijar membros históricos que derão o sangue e o suor para a construção do carnaval amapaense e não apenas das agremiações carnavalescas. E não tenham dúvidas. A briga envolve interesses escusos, dissimulados e poderosos pelo domínio do orçamento que hoje é repassado para a LIESA, via governo do Estado. Uma dinheirama que cresce o olho de muita gente. No boêmios, há uma grita/reclamação geral contra a presidência atual, por atos autoritários e alijamento de carnavalescos históricos e construtores de um rica e linda história. O dinheiro repassado pelo governo tem pouca transparência de aplicação e a fiscalização é nula. Resultado: a) escolas de samba inadimplentes; b)fornecedores, prestadores de serviços, etc., caloteados e sempre se postergando o pagamento; c) dívidas passadas de gestão para gestão, e o que é mais grave, d) enriquecimento ilícito de algumas figuras que açambarcam o dinheiro repassado fazendo a divisão posterior à quadra carnavalesca. Todos sabem dessas falcatruas/desvios, porém há um silêncio draconiano. A situação é tão vexatória que algumas escolas não podem receber recursos públicos em suas contas correntes, tamanha é a situação de cobrança e inadimplência. A tal cidade do samba, pós-carnaval, ficará abandonada, pois gestor público com o mínimo senso de responsabilidade social, jamais repassará tamanha montanha de dinheiro para enriquecer meia dúzia de carnavalescos. Alerto ainda a Receita Federal para que fique de olho nesses recursos repassados e administados pelas entidades do samba que não passam pelas vias normais de declaração/imposto de renda. Quero dizer, também, aos amadores/abnegados das escolas que parem com esse discurso de “amor à escola” e dar de tudo pela agremiação, pois recurso financeiro tem e muito e que alguns poucos estão fazendo “dinheiro” nas costas de algumas pessoas infantis e desavisadas.

  • Vou meter meu dedo no meio dessa discursão toda e contribuir com meu comentário.
    Bom, sou Piratão desde quando nasci só p/ começo de história. Ao longo da minha infância fui diversas vezes assisti na FAB os desfiles do Piratão que sempre era considerada a escola mais querida do estado, posto este mantido até hoje, mas com tantas brigas e “rachas” não sabemos se ainda no futuro será da mesma maneira. Só como exemplo rapido posso citar o Ypiranga Clube que é ou era o clube da maior torcida deste estado, mas devido a inumeras brigas, dirigentes que não demonstraram ter amor pelo time foram aos poucos afundando o mesmo. Hoje em dia não se vê mais aquele público que lotava o zerão em dias de jogos do Ypiranga, nosso time este ano caiu para 2ª divisão do Amapaense, então caros amigos piratistas.. queremos que o mesmo aconteça com o nosso querido Piratão?
    Desde 97 eu faço parte desta escola, tenho orgulho em dizer que faço parte da escola que tem o maior número de titulos da era sambódromo. Então meus amigos o que tem e deve ser feito é uma boa conversa entre todos. Esse negocio de briga de um lado e de outro só faz mal a própria escola que fica como sendo uma escola de baderna perante a sociedade em geral. O Piratão não é de A nem de B é da sociedade, mas precisamente, da zona sul onde se engloba os bairros do trem, buritizal, beirol, enfim..
    Não devemos quebrar a escola como aconteceu com o Ypiranga para depois querer dá um jeito nela. Temos que pensar no hoje! Já pensaram uma escola como o Piratão na 2ª divisão do carnaval? seria tragico para o carnaval do Amapá, mas assim como aconteceu com o Ypíranga que hoje em dia tenta uma virada de mesa para não jogar a seletiva neste ano pode muito bem acontecer com nós piratistas. Vamos parar com brigas e nos unir, pois quando se há união se tem a paz. A desunião só tras guerra e destruição então deixo uma última pergunta aos diretores de hoje e aos que sairam.. Vocês querem a destruição de nossa escola? Querem o fim dela? Penso eu que não! então vamos trabalhar e mostrar porque somos os melhores todos os anos, mostra quem é que faz o melhor carnaval do norte do Brasil. Pensem nisso…
    Abraços.

  • mano velho eu tô é feliz com essas brigas, agora o piratão está em mãos competentes, o dono da escola é um cara que sabe, sabe rebaixar e acabar com tudo por onde passa, mano nisso ele é competente, meu maracatu vai ganhar e o pirata vai rebaixar, papai noel não foi embora.

  • Querida lene lamento toda essa frustante esclusão, tenho 12 anos que canto o samba da escola mais linda e empolgante que conheço, estou com meu coração apertado e sofrido com tudo que está acontecedo, sempre fui apaixonado por esta instituicão que é a maior do norte e nordeste deste país.
    Mais ao mesmo tempo estou me fortalecendo diante das imcopetências e injustiças praticada com minha pessoa, quero dizer que eu sou o VERDADEIRO CANTAR DA ZONA SUL, e ninguém vai tirar isso de mim, moro aqui e estou perto da minha comunidade, que está do meu lado. Obrigado pelo apoio de todos pois nossa equipe é guerreira, unida, forte e logo logo estaremos juntos com nossa imensa torcida para fazermos grandes carnavais pelo GLORIOSO PIRATÃO.
    Fazendo carnaval com competência, respeito,inteligência e acima de tudo com muita dignidade.
    LEMBRE-SE SOMOS PIRTÃO E DAQUI NUNCA SAIREI.

  • Querida Alcilene,
    É lamentável ver uma escola de tamanha envergadura como PIRATAS DA BATUCADA passar por essa situação de racha, deixando grandes colaboradores da escola de fora (Teco, Marcelo Zona Sul, França, dentre outros). Uma grande democracia é construida com divergências, e PIRATAS DA BATUCADA é uma comunidade que sempre soube vencer os obstáculos.
    É hora de esquecer as vaidades pessoais e pensar num objetivo único.
    PIRATAS DA BATUCADA CAMPEÃO!!!
    “…É A ZONA SUL ARREDA AÍ…ARREDA AÍ…SOU PIRATÃO TANTAS VEZES CAMPEÃO

    • É realmente lamentável tudo o que está acontecendo com o Piratão,é uma pena saber que o Zona Sul, Teco, Alex.. não entrarão na avenida este ano, existem pessoas que tem em si o brilho que complementa a beleza da escola e essas pessoas tem brilho de sobra, brilho esse, que não ficará apagado por causa de incompetência de terceiros. Há momentos na vida que certas situações são necessárias, e essa situação em que a escola se encontra é para mostrar que erros como este não poderão se repetir, o LIDER já nasce LIDER, a LIDERANÇA não é imposta, e sim conquistada. O LIDER tem que ter peito pra assumir a culpa quando sua equipe erra e ter HUMILDADE pra reconhecer que ainda dá tempo de voltar atrás.
      Diretoria devolva ao PIRATÃO as suas melhores alegorias, o seu melhor samba
      enredo, devolva ao PIRATÃO o seu BRILHO. Queremos todos na avenida, Marcelo Zona Sul, Teco, Alex, França, Coronel Enéias, Marcelo Medeiros, Dona Ilka, Oderlei…
      Esses são alguns nomes entre tantos outros que talvez não veremos na avenida este ano, e não por decisão deles.

      Paz e Bem!

  • Alô Amapá: Deixa eu expor o meu ponto de vista nessa questão do PIRATÃO: Não tenho dúvidas de seu apelo popular junto ao povo do Amapá. Infeliz daquele que pensando que se afastar da Escola irá enfraquecê-la, muito pelo contrário, a Escola cresce nas dificuldades. Agora uma coisa eu tenho que dizer: O Mata é o cara que toda Escola de Samba deseja ter em suas fileiras. trabalha como um gigante, e pensa na frente dos outros, inclusive é famoso aqui em Belém. Também admiro muito o trabalho do Manoel Torres, do Izauro: Outro gigante, do Xerfan, do próprio Presidente Gilson Rocha, ou seja, se tivesse de escolher um lado nessa confusão, não teria nem dúvida, ficaria com esse pessoal, já que são figuras sérias, trabalhadoras, inteligentes e que a Comunidade da Zona Sul confia e acredita. Um grande abraço a todos, em particular ao Mata, Ademar Carneiro que já está em Macapá e ao Benezinho (meu grande amigo), que já recebí informações que já está sendo chamado de Benezinho Comunidade, e o Caxias voltou a cantar, que legal. Tchau.

  • o piratao este ano nao transmitiu aquele carnaval belo,pois deve investir pesado em seus materias carnavalescos como esta fazendo boemios que teve a vitoria merecida este ano por apresentar na avenida um carnaval impecavel como ocorre no Rio de Janeiro.aconselho os dirigentes do piratao que facam ano de 2011 os ensaios intinerantes na zona sul e norte ,pois aproximara a comunidade ao piratao porque dos anos para ca os piratistas estao se distanciando desta entidade,nao participando dos ensaios.desejo sucesso a esta escola de samba e toda comunidade piratista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *