PEC da Maldade

 

É assim que o deputado Paulo Lemos se refere à PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que o governador Waldez Góes enviou à Assembleia Legislativa para alterar o artigo da Constituição que determina que o pagamento dos servidores públicos deverá ser feito até o quinto dia útil do mês subsequente.

O governo quer alterar “para até o oitavo dia útil”.

Paulo Lemos diz que são necessários nove votos contra, para a PEC não ser aprovada. E que são garantidos os votos contra a PEC dos deputados do Jory Oeiras, Cristina Almeida, Charles Marques, Raimunda Beirão, do Pedro da Lua, além do dele.

  • Oitavo dia útil indica que o pagamento de julho/2016 sairá dia 12, pois o primeiro dia útil é na sexta, isso porque não tem feriado na sexta e nem na segunda, que levaria o pagamento para o dia 14, com certeza essa proposta vai ser aprovada, sendo que o funcionário efetivo deve ser sacrificado em função do numero de contrato administrativo que não para de crescer e o elevado numero de cargos.

  • Alcilene, fiquei indignada com a cara de ironia do Sr.Ericlaudio para com os servidores públicos q estavam assistindo a mais uma leitura do pacote da maldade q esse governador DITADOR quer enfiar goela abaixo em nós servidores públicos. Esse Senhor utilizou um Programa de Televisão p chegar onde estar hoje (Deputado Edtadula) em seu discurso dizia q quando eleito lutaria em defesa do povo , porém, está servindo a esse governo DITADOR , babando ovo, quando disse hoje q a bancada do governo já tem os votos necessários para a aprovação desse pacote de maldades, esquecendo q ele também é servidor público (Delegado).O Sr. Deputado tenho certeza q será Deputado de um mandato só , pois Deus não dorme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *