Paulinho Bastos apresenta show Rebento e lança vídeo no Projeto MPA desta sexta-feira

O músico Paulinho Bastos é o artista da vez nesta sexta-feira, 30, do Projeto MPA, com o show Rebento, com músicas autorais e de parceiros, e a participação de artistas convidados, seguindo a dinâmica da programação, de apresentar no palco o que temos de melhor na arte e cultura. O projeto acontece toda sexta-feira, com presença de músicos, poetas, escultores, artistas plásticos e escritores. Na abertura, Paulinho Bastos lança um registro audiovisual sobre sua história e carreira.

Paulinho Bastos- Foto - Márcia do Carmo

Paulinho Bastos

 

Herdeiro do talento da família Bastos, de cantadores, compositores e tocadores, ele começou em casa, mas estudou música, para adquirir conhecimento técnico para aliar à experiência e dom. Instrumentista, arranjador, aluno e professor, aos poucos ele começou a introduzir suas composições autorais no repertório de cantores locais, e hoje suas canções estão na voz de grandes talentos brasileiros. A iniciativa de cantar, chegou com a maturidade e segurança, assim como o impulso para realizar projetos, como o Banzeiro do Brilho-de-fogo.

 

Rebento

 

O show leva o nome de uma de suas composições preferidas, feita para sua filha Poliana, mas tem também outro significado para o artista. Paulinho trata suas músicas como filhos, cuidando de todo processo construtivo até a estreia nos palcos. A maioria das canções, autorais ou não, já foi gravada, mas é a primeira vez que ele reúne o repertório escolhido no show intitulado Rebento. Entre os parceiros, estarão no palco, Oneide Bastos, Patrícia Bastos, Joãozinho Gomes e Enrico Di Miceli.

 

Projeto MPA

 

Desde o primeiro semestre, o MPA está escrevendo uma nova página da música amapaense, juntando à esta arte, poesia, artes plásticas, audiovisual, literatura e fotografia. O projeto é itinerante, e percorreu alguns espaços em Macapá, chegando agora no centro. Formado por mais de 20 músicos amapaenses, toda sexta-feira um deles sobe no palco com convidados, e apresenta sucessos de todas as épocas do cenário musical brasileiro.

Nesta sexta-feira, antes de Paulinho Bastos e convidados, o poeta Tiago Quingosta faz uma performance, assim como o músico Paulo de Tarso, que faz um som com voz e violão.

 

Data: 30 de outubro

Local: Chopp Center – Presidente Vargas entre Hamilton Silva e Manoel Eudóxio.

Hora: 21h

Entrada: R$ 10,00

  • Bom dia. Sinto muitíssimo em perder este grande momento da música amapaense. Amo a música da minha terra. Compro todos os CDs e tenho como prática também presenteá-los aos parentes aos amigos tanto daqui como do Brasil a fora e do exterior. Mas particularmente hoje, tenho um evento com outra das minhas paixões, o FLUMINENSE. Teremos uma festa de confraternização, promovida pela torcida Guerreiro Tricolor do Amapá, às 20h00, no Prato de Barro, rua General Rondon, com a participação do goleirão Paulo Vitor e do craque amapaense Aldo. Eles foram estrelas ds Máquina dos anos 80, quando conquistaram o Campeonato Brasileiro de 84 e o Tricampeonato Carioca em 83,84 e 85.E amanhã, acontecerá, no Zerão, às 18h00 uma oartida de futebol entre a Seleção Amapaense de Masters e a equipe formada com os ídolos tricolores complementada por quem quiser jogar, comprando a camisa do jogo a R$20,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *