Para o pessoal do comércio! Na crise, melhore pra não ficar pior

Na boa e apenas um toque: Pessoal do comércio precisa fazer sua parte pra não aprofundar a crise no setor.

O atendimento está péssimo, como nunca esteve, na maioria das grandes lojas.

Nos últimos três meses fiz reforma em casa e troquei alguns móveis e eletrodomésticos. Portanto, andei bastante no comércio local e escrevo humildemente, como consumidora e observadora da economia e do atendimento para boas vendas.

Faltam vendedores. E a maioria, pouco interessada em vender. Gerentes omissos, e que também não se esforçam por um bom atendimento.

Você sai da loja com uma imensa vontade de comprar tudo pela internet. Ou na próxima viagem.

Mas no meu caso, vou ao limite da paciência, e priorizo comprar aqui. Mas ainda não consegui comprar a maior parte do que preciso.

  • Fato!
    O atendimento no Estado é péssimo, o cliente tem a sensação de que funcionários e lojistas estão lhe fazendo favor, como se fosse caridade.
    A exceção são alguns empresários de fora do Estado, que chegam com uma nova mentalidade.
    Delivery então, ave maria! Numa cidade pequena como Macapá, um sanduíche leva até 45 minutos pra chegar e o atendente pelo telefone avisa isso com a maior naturalidade.
    A internet vem engolindo o comércio local.
    É preferível pagar sedex do que sair ás ruas.
    Os supermermercados daqui têm uma gestão horrível de estoque, coisas que vendem muito, acabam rápido e levam um mês para voltarem por poucos dias nas prateleiras, sem falar que você nunca consegue achar de “tudo” em um só lugar.
    É sem dúvida um povo receptivo e alegre, mas pra trabalhar …

  • É impressionante, como empresas de alcance internacional, quando aqui no Amapá abrem sua filiais, sofrem o mesmo problema das empresas locais, que é a mão de obra desqualificada, atendimento péssimo, mal educados, ignorantes até, esto me referindo à TIM, VIVO, e outras. E, não é diferente em outros segmentos, fui ao um comentado Restaurante de Pescados, o qual tem referência com a indústria náutica, onde uma conta de R$ 1.300,00 foi cobrada como se estivessem nos fazendo um grande favor. E, ainda, nos exigem o pagamento de 10% de serviço. O Amapá tem que repensar o lema: …” o jeito de ser do povo daqui…”

  • Se servir de consolo ! … Talvez aprendam algo mais.
    Sam Walton – Fundador da maior rede de varejo do mundo, Wal-Mart, e do Sam´s Club, com quase 5.000 lojas.

    Certa vez, abriu um programa de treinamento para seus funcionários, com muita sabedoria. Quando todos esperavam uma palestra de vendas ou de atendimento, iniciou com as palavras abaixo:

    “Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos anotar o meu pedido.

    Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

    Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.

    Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama quando a recebe após três semanas somente.

    Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado.

    Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranquilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver.

    Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se.

    Sabe quem eu sou?

    “Eu sou o cliente que nunca mais volta!“

    Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua firma.

    Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, que é um pouco mais de “CORTESIA”.

    “CLIENTES PODEM DEMITIR TODOS DE UMA EMPRESA, SIMPLESMENTE GASTANDO SEU DINHEIRO EM ALGUM OUTRO LUGAR”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *