Oremos

Acho que essa crise/briga do governo do estado com os médicos não vai acabar bem. E quem vai sofrer é a população.

Cobrar trabalho e desempenho. Ok. E diálogo respeitoso com as categorias também.

Mas principalmente sistema de gestão eficiente pra gerir plantões e sobreavisos de profissionais da saúde. Confesso que nunca entendi esse sistema da escala de plantões praticado no Amapá, onde os próprios médicos é que fazem escala de plantões e não os gestores das unidades de saúde ou da secretaria.

O ambiente está tensionado entre médicos e gestores da Sesa.

Sobre o afastamento dos médicos Alejandro Cadena e Dorimar Barbosa

Vou falar sobre o Alejandro por que conheço um pouco de sua história.

Acho que o Amapá lhe deve no mínimo respeito. Mas muito mais que isso. Muito mais. Alejandro fez a opção de morar e atuar no Amapá, mas tem espaço profissional em qualquer lugar. Alejandro é conhecido no Brasil inteiro como dos mais competentes neurocirurgiões.

Mas atua aqui. Investiu aqui. E aqui salvou e salva muitas vidas.

Acho que isso é mais uma da série “sem necessidade”.

  • Não vamos esquecer do Dr. Dorimar, pois sou testemunha do seu comprometimento com a saúde de nosso estado e das pessoas que aqui vivem, desculpe, sobrevivem. FELIZ NATAL A TODOS!!!
    Obrigado Dr. Dorimar, que DEUS lhe abençoe.

  • um acusa de baixa produtividade,o outro revida dizendo que não tem condições mínimas de trabalho,quem será que esta com a razão?Ou ambos não tem razão.

  • Só sei dizer que durante muito tempo, aparentemente, não tinha controle de serviço médico. Ou era frouxo. Então, era comum as pessoas esperarem um tempão para serem consultadas e muitas morriam, mesmo com um monte de médicos contratados pelo Estado. Agora que se quer fazer algum controle, vem as críticas. Acho incrível que na imprensa só falam de “reprenssão”, mas não explicam absolutamente nada do por quê, claramente. Quanto ao respeito por alguns, existe, mas a população merece muito mais respeito. Principalmente quando o Estado paga de 10 a 25.000,00 reais para diversos médicos.

  • A gestão pública, hoje no mundo, exige notório saber. As ferramentas são frutos de profundos estudos científicos. Não se pode dar poder de gestão a quem não está preparado. Por isso, no Brasil de hoje e, especialmente no Amapá, as necessidades sociais, a cada dia, são relegadas a terceiro plano. O primeiro plano sempre é o resultado político.

  • conheço profissionais que vieram para esta terra e aqui fizeram verdadeiras fortunas,e ainda falam mau daqui que nao tem isso que não tem aquilo, gostaria de saber por que não voltam para os seus lugares ou pelo menos respeitem
    nosso lugar,não se deve desdenhar terra que os alimenta e os da o sustento para criar seus filhos,exijimos respeito

  • O Dr. Alejandro que abraçou esta terra como seu torrão, onde vive e investe, juntamente como o Dr. Dorimar, que é prata da casa, que forma sociedade com o Alejandro, são dois profissionais que merecem o respeito dos governantes e da população. Como iniciativa privada, não pode bancar o descaso, a falta de organização da SESA, da profissionalização de seus servidores auxiliares. Sei de nomes influentes que, mesmo hoistilizando o Alejandro, foram por este socoridos em momento difícil da saúde e quem sabe da vida. Conheço do assunto de que o Alejandro e sua empresa foram vítimas. Vamos torcer para que tudo se normalize e quem vai ganhar é a população.

    • Alejandro foi vítima de um processo de expropriação em plena democracia. Regimes ditatoriais fazem isso. Especialmente regimes ditatoriais de esquerda.

  • Paciência, o controle parece simplesmente não existir mesmo, tenho médicos na família e amigos na profissão que relataram haver pagamento de 60 plantões por mês! Absurdo é pouco, enquanto a maioria dos que conheço praticamente vive nas unidades em que trabalham para fazer jus à remuneração, mesmo com o vazio na regulamentação desses plantões. Se trabalha e produz a remuneração é direito liquido e certo. Senão, a administração acertou.

  • Está escrito no blog do Correa Neto:
    “…Os médicos recebem mensalmente R$ 31 mil para ficarem de plantão e na modalidade sobreaviso, além de efetuarem procedimento cirúrgico em quem necessita na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) fora do horário normal de trabalho.

    No entanto, de acordo com relatório estatístico de produção em neurocirurgia, nos turnos de sobreaviso, foi constatada a discrepância entre o valor gasto e a produção atingida.

    Nos meses de setembro a novembro deste ano, por exemplo, houve apenas uma neurocirurgia realizada do médico Luiz Alejandro Cadena, no horário de sobreaviso, e nenhuma do médico Dorimar dos Santos Barbosa, apesar de haver regularmente pacientes no horário de plantão, necessitando de intervenção cirúrgica, o que é feito durante o expediente normal dos médicos…”

    Se isso não explica algumas coisas, então não sei mais.

  • Rapa a festa dos plantoes no governo waldez deve ter sido coisa de louco, 8 anos sem fiscalizacao, agora que tem eles ficam falando em perseguicao. tem medicos que trabalham mas tem muitos ai que e so enrolacao.

  • Alcilene, ele pode até ter lugar em qualquer outro estado, mas acho que só aqui no Amapá ele ganha essa fortuna. Aliás, ele e muitos outros médicos. O governo está certíssimo em fiscalizar e pagar só o que foi produzido.

      • Desculpe discordar de vc,embora as exceções existam,é sabido que lá fora a maioria não ganha tão bem quanto aqui.Médicos que se dispõem à trabalhar fora da capital,longe dos grandes centros urbanos,estes sim,são mais bem remunerados.Morei mais de 30 anos fora daqui e é sabido que devido a oferta lá fora ser maior que a procura,em muitos casos(fugindo a regra),os médicos é que esperam pelos pacientes.Aqui no Amapá,devido à carencia destes profissionais existe sim muito descaso na área médica.Muitos destes são reconhecidamente “profissionais responsáveis”,e fazem direitinho oque lhes é DEVER,mas maioria tratam os pacientes com descaso,brincam com a saúde do povo.Pago um bom plano,mas o retorno é precário por aqui,agora imaginem quem depende do SUS,é f…….Médicos aqui são muito bem pagos e trabalham póuco,é uma farra mesmo.Tá certo o governador em tomar as medidas cabiveis p/o caso.

      • Ah! sem dúvidas Dr. Alejandro é bom profissional(como tantos outros por aqui),mas o fato de ter investido em sua carreira por aqui,posso apostar que foi por lhe ser mais conveniente em termos de remuneração.Como disse,é raro estes profissionais investirem fora dos grandes centros urbanos,se a remuneração não for atrativa.É oque penso.

  • Já estava na hora de por um freio nos pagamentos dos plantões, essa farra não é de hoje , vem de longos anos, e todo mundo fazia vista grossa p não brigar c os médicos. Que pague o justo, mais que eles cumpram a carga horária e os plantõs médicos.Aqui em Macapá,só consegue uma cirurgia com o neurocirurgião se for pago particular (que é o olho da cara)caso contrário o paciente MORRE sem atendimento desses profissionais.
    sus o paciente MORRE

    • e agora que o governo afastou esses médicos eles só vão atender particular e como são profissionais top de linha da saude, salvam vidas todos os dias só sobreviverá quem tiver dinheiro para pagar. é o tempo de todos…..de todos se ferrarem.

  • SÓ TENHO UMA DECISÃO “FORA CAMILO” E QUE 2015 SURJA UM NOVO LIDER NESTE ESTADO SOFREDOR QUE SEJA ÉTICO, CORRETO E CUMPRA O QUE PROMETE.

  • Bom dia a todos! Acredito que temos que ter sim respeito pelos médicos citados, mas dívidas? Nenhuma. Pois os mesmos receberam e mmuuuiiiito… para fazer o mínimo de cirurgias. É um absurdo!

  • Cara Alclene, ser bom no que se faz não dá direito de ir contra a legislação, muito pelo contrário, o conhecimento deveria vir acompanhado da melhora do carater. Receber 31.000,00 (trinta e um mil reais) por mês para realizar um atendimento em 3 meses (se não me engano) é no mínimo falta de carater.
    Ficou dito.

    • Bem. Acho que há alguma coisa fora da ordem. Por que a SESA paga por serviço nao feito? Sobreaviso significa que o médico tem que estar disponível para ser chamado a qualquer hora, certo? Se não precisou ser chamado, ótimo. Significa que ninguem precisou ou que os plantonistas deram conta do recado. Entao não há necessidade do estado pagar sobreaviso. Se foram chamados e nao foram operar, nao deveriam ter recebido. A gestão é que tem que responder por isso. Não vale é a SESA pagar, não gestionar os serviços e depois colocar a culpa das dificuldades nos profissionais. É o que penso…

      • Vc não faz ideia do q é estar de sobreaviso,digamos que vc esteja 4 finais de semana de sobreaviso médico,vc não pode viajar,beber,sair de perto do local de trabalho,mesmo que não lhe chamem,todo aquele período o teu tempo e a tua vida está voltada em primeiro lugar para o trabalho,na frente até da sua família,vc acha que esse tempo não deve ser remunerado?Responda-me.

  • certa vez no aeroporto de macapá encontrei um certo médico que me confessou estar preocupadíssimo,pois naquele mês ele iria receber somente a singela quantia do estado de 24.000 reais.Que motivo para preocupação?

  • Há alguns meses, alguns médicos ameaçaram pedir demissão do GEA e ir embora. Não cumpriram a ameaça. Afinal, em nenhum outro lugar, se ganha 60 plantões por mês. (Essa informação foi dada no Comitê da Saúde e não foi contestada, nem pelo Sindicato, nem pelo CRM)

  • Um lugar onde se diz que a melhor consulta é comprar uma passagem para Belém já diz tudo. Ou seja, atendimento de qualidade precária. E ainda querem ter razão? Tem um, que me disseram, que se você tiver uma feridinha na perna, ele quer logo cortar a perna. PUTZ!
    Quanto ao sobreaviso, ele tem ser pago independente de atendimento, visto estar o profissional a disposição do patrão naquele período de tempo. Os que são regidos pela CLT é pago 1/3 da hora. Se tiver que atender um chamado, então é hora extra.
    Abre o bocão e diz para todo o Brasil que se paga 31.000,00 no Amapá de sobreaviso para te ver a correria que vai ser pra cá. Não vai ter nem hotel pra tanta gente.

  • Entendo e concordo com você,mais existe uma coisa que precisa ser falado,quando você é funcionãrio publico tem que seguir regras,infelismente é assim, caso conrtário pede pra sair.

  • É sempre assim neste nosso Estado. Se não fiscaliza é punido com a perda de poder político (caso da HARMONIA) que destruiu a nossa saúde por não querer se indispor com os médicos e servidores relapsos. Já quando fiscaliza é Perseguidor, Ditador etc. etc. Não se sabe mais como agir pra satisfazer tanta gente mediocre que vive em nossa cidade e que só atrapalha. Vou dar um exemplo se o nosso Clécio não agir com rigor também no Município o problema do nosso Estado vai se complicar cada vez mais, visto que péssimos profissionais existem em todo o lugar. Ocorre que na saúde a coisa aparece muito mais, por se tratar de vida ou morte. Eu acho que médico deveria ser mais humano e menos mercenário. Há certos médicos que só pensam em cifrõe. Contam muitos casos que o Alejandro logo que aqui chegou, só operava se estivesse com o CHEQUE ou dinheiro na mão antes da Cirurgia. Bom, como ele é estrangeiro, e esses, acham que os brasileiros são todos desonestos/corruptos, pode ser que assim agia por medo de após já ter feito o serviço, não lhe fosse pago (rsrsrsr). Na minha opinião quem merece elogios são os médicos da terra. Esses sim, não fogem a luta, pois que sabem a dura realidade do nosso povo. Mas sem, claro, desmerecer alguns que aqui chegaram e por princípios superiores agem com espirito de nobreza humana. Estes podem não estarem ricos, mas estão, com certeza, muito felizes.

    • Como e evidente seu total desconhecimento da minha biografia aqui nesta terra. Mesmo não nascendo aqui a adotei em todos os sentidos como local de crescimento profissional e social . Sempre açreditei que a realização financeira e apenas secundaria a realização profissional. Tal e assim que escolhi o hospital geral para criar o serviço de Neurocirurgia e ali operamos mais de 10.000 pacientes , se duvidar alguns dos seus familiares … Sem cheques ou outras remunerações além dos nossos salários iguais a maioria do médicos que aqui atuam. No governo da DESARMONIA a estratégia e destruir tudo aquilo que não esta de acordo com suas fantasias,… Como e difícil atingir o conhecimento e mais fácil derruba-lo, desmoraliza-lo para depois se apresentar como salvadores da pátria , não se preocupando com quem estiver na frente ,se sao pioneiros, trabalhadores honestos construtores deste Estado … Calunia e difamacao sao as suas armas e usam sua estrutura economica e controle da midia para criar falsas verdades e destruir reputacoes ..A nossa luta e a dos médicos afastados não e por remuneração e sim por condições de poder tratar com o mínimo de segurança vc ou seu marido ou seus filhos … Não ganho nenhum cheque ou nem nenhum cargo para defender os interesses sociais … Não preciso.

  • Tanto dr Alejandro Cadena quanto Dr Dorimar Barbosa são mundialmente conhecidos e podem escolher trabalhar onde quiserem neste imenso globo devido à grande quantidade de propostas que os mesmos recebem para trabalhar fora. Temos mais é que agradecer pelos poucos, porém altamente capacitados médicos que estão sendo apedrejados neste governo corrupto e incompetente.

  • O Camilo Capiberibe, briga com os Deputados, com a Cultura, com os profesores etc..etc..etc.. pro PSB só quem presta são eles, vai pra França fazer não sei o que lá com passagens pagas com o nosso dinheiro, exonera tecnicos competentes com mestrado e deixa alguns secretários que sequer tem o segundo grau como é o caso do desaculturado do Zé Miguel que destratou meu irmão betola e recentemente bateu um Ford Car por trás com carro oficial na esquina da Nely Monte e segundo denuncias do Belair Junior do Bronca Pesada ele estava bebido, o Pastana é graduado P.H.D e ganha uma miséria no SETRAP e tem neguinho com cargo de confiança só porque é filiado do PSB e não tem nem academia, O Governador Camilo Capiberibe lamentavélmente não conheçe a coisa púplica é tipo o Rafinha Bastos que não tem luz nem competencia e fica atacando os outros, fazendo “incendios” em em seus opositores e indo lá pra França tirar uma de paladino, o Joel banha na SEINF nem aparece pra trabalhar, persegue os pequenos empresários e não paga ninguém, se voce vai no Palacio do GEA tentar resolver algum problema ou uma audiencia com o Governador….avé maria do céu, voce é maltratado, desdenham de voce, ignoram seu problema e falar com o Governador só se voce fizer pacto com Deus e o Diabo???impossivél..O Dr:Alejandro merece muito mais respeito do que qualquer um neste estado, salvou a vida da minha mãe aqui no Laguinho, 2014 Sem Camilo capiberibe no estado, e já estamos trabalhando aqui no Laguinho e adjacencias…me desculpe o desabafo mais este Camilo tem um Iceberg no coração…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *