#Oremos

Onda de assaltos continua

Ontem à tarde mais dois assaltos chegaram ao conhecimento do blog, pelo twitter: Um na Choperia da Lagoa e outro em uma transportadora.

Governador Camilo anuncia investimentos na segurança pública do Estado

O governador Camilo anuncia medidas que serão tomadas para melhorar a segurança pública do Amapá. A decisão foi tomada para que os números de violência sejam reduzidos e tire o Estado das estatísticas negativas que mostram a insegurança em que vivem os moradores. Entre as medidas que serão anunciadas, está o investimento de R$ 1 milhão do próprio Governo e a contratação de 191 aprovados no último concurso para policiais militares.

Além de recursos do Estado, o governador solicitou ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, o apoio do Governo Federal para investimento em ações emergenciais na área de segurança pública. O ministro se comprometeu em vir ao Amapá no dia 26 de maio para, junto com o Estado, traçar ações para a segurança.

A ideia é reunir todos os organismo de segurança pública do Governo Federal e Estadual a favor da segurança dos amapaenses. O ministro garantiu repasse de recurso financeiro para aquisição de equipamentos, para viabilizar ações e ainda para a construção de postos comunitários. Programas federais como o Território da Paz, que valoriza e garante a capacitação de policiais, também serão implantados. Inicialmente serão repassados para o Estado 35 motos e 35 veículos.

O governador irá anunciar as medidas amanhã, 29 de abril, às 15:00, no Palácio do Setentrião.

Mariléia Maciel

Assessora de Comunicação

  • Os investimentos na segurança pública devem ocorrer o mais rápido possível. É uma opinião que tive após assistir o Jornal Nacional de ontem (28/04), quando observei as medidas que os Bancos estão tomando para inutilizar o dinheiro em razão da onda assaltos a caixas eletrônicos, como o uso de tinta e a combustão das cédulas. Certamente, e isto é bastante lógico, essas quadrilhas procurarão por cidades em que o sistema ainda não foi implantado, a exemplo das cidades das outras regiões do país, inclusive as do Norte. A polícia já deve ter indícios de que criminosos de outros Estados transitam livremente no Amapá, pois não temos qualquer controle de entrada de pessoas em nossa Capital.

  • Enfim uma boa notícia. Ja estava me desesperando em não ver uma iniciativa por parte do governo para essa questão da falta de segurança no Estado. Estamos precisando de ações emergenciais, pois a população esta amedrontada e com razão, estamos perndendo a paz dentro de nossas casas, nem se fala dos locais de trabalho e nas ruas… Parece que a questão foi banalizada. Agora com essa informação, tenho esperança de melhorias.

  • O Problema é a falta de comprometimento de muitos servidores e militares. Tem delegado que usa o cargo só prá sonhar em passar prá promotor, DPF, enfim, o cargo que ocupa é só trampolim. Efetivamente não trabalha. Avisem isso pro Governador e observem.

  • Gracas a Deus… E tomara que essas medidas sejam eficientes e eficazes. A cidade está à mercê dos bandidos. Precisamos de segurança…

  • Só estes investimentos iniciais, já serão + do que foi investido no biênio 2009/2010! Segurança pública tem q ser prioridade em um governo que diz ser da mudança! Q seja sempre assim!

  • Culpa do Governador.Se vocês não sabem os Policiais que são usados no Policiamento ostensivo estão fazendo coro mole mesmo, poque o senhor Camilo, foi enganado por uma encenação que o BOPE fez no dia da passagem de Comando da PM, lá no quartel do BOPE se choraminguando de que o BOPE era o que mais trabalhava.Agora que eles ganharam a tal Gratificação ficam o dia inteiro, jogando bola, bilhar, videogame e nadando, la no caomando enquanto que os Verdadeiros policiais que dão a cara a tapa todia em VTRS e PO por aí, ganharam uma banana do Governador.O próprio camilo prometeu equiparção salarial com os federais e até agora não deu nem se quer aumento.Me desculpa Governador mas não é só BOPE que é polícia.E Mais os convencionais como eles dizem, tentam fazer um curso pra entrar no BOPE e eles nunca deixam o POlicial formar, inventam curso de mentirinha para formar os comandante do BOPE, Sub Comandante que já ganham graticação do Estado para comandarem.Ficam humilhando os Convencionais e Tiram brincadeira a todo momento que um SOLdado do BOPe ganha mais que um Sargento Convencional.Isso é pra acaber mesmo.Sugestção ao Governador, porque não coloca um Coronel da PM no comando na segurança Pública, poderia dar um choque de gestão.espero que o governo leia esse comentario.Obrigado

    • le pra que, o governador ja sabe que a pm so faz dormi, ja roubarão o banco que fica la dentro e os coroneis não da jeito nem no comando dele, quanto mais a segurança publica, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Como diz o capitão Nascimento, Você é um fraco “guardião da cidade perdida”, pede para sair! Zero a esquerda.

  • Medidas emergenciais são bem vindas. Mas, não devemos nos iludir: há necessidade de implementaão de políticas públicas de médio e longo prazo. Espero que na consecução do novo P.P.A (do Governo CAMILO)contemple isso. Que tal mobilizar as Secretarias: de Educação; Esporte e Lazer e Desenvolvimento e Proteção Social, a conceberem programas que atendam esses anseios:a) Ocupar o jovem através do Esporte, com participação multidisciplinar, de Pedagogos; Assistentes Sociais; Prof. de Educação FÍSICA (Praças é o que não faltam); Abertura de mais vagas em escolas públicas – Reforma e construção-; Criar Cursos Técnicos que serão demandados pelo mercado e fazer prospecção futura desses cursos (Governo Federal Projeta “Criar” mais 200 escolas técnicas (por que o AMAPÁ NÃO SE CREDENCIA?). qUE AÇÕES ESTÃO PREVISRAS PARA OS PRÓXIMOS 04 (QUATRO) ANOS PELAS sECRETARIA DE Promoção e/ou Desenvolvimento Social?
    Repito: O Governo Camilo tem tudo para ficar na história do Amapá dde forma positiva. Governador: afaste-se de perfumarias; pense grande: proponha e inicie mudança de estrutura social e econômica para esse estado. Isso carece de tempo, é verdade, mas inicie e dedique seu tempo a isso. Largue os penduricalhos para um gerente.
    Pense estratégicas; saia de gabinete; articule com os parlamentares federais…
    att Josenildo Mendes de Sousa

  • Volto a insistir: policiamento que atende aos anseios do povo não é o repressivo, aquele que só age após o crime ter ocorrido, mas, sim, o preventivo ou ostensivo, como queira. Hoje em dia, a atividade policiamento está diretamente ligado ao termo viatura. Isto é, só há policiamento ostensivo se tiver carro. Ora, o exercício do policiamento preventivo, especialmente contra aqueles que provocam mais clamor e indignação públicos, pode ser feito com a mera participação de policiais, a pé, às proximidades de locais que representam alvo mais comum para delinquentes, como bancos, centros comerciais, escolas públicas e privadas, hospitais onde sempre há pessoas transtornadas e que ameaçam a integridade dos profissionais de saúde, enfim. Para isso, temos policiais militares o suficiente para atender essa demanda. Mas, é preciso que o policial tenha consciência de que sua simples presença na rua, mesmo como mero observador, é de real importância para a população, porque naquele momento está prevenindo ou inibindo a ação delituosa, o que já não ocorre com meras viaturas de sirenes abertas em alta velocidade pela cidade, sem as cautelas devidas, atropelando inocentes, expondo a vida dos policiais e transeuntes. Policial ostensivo, sua presença na rua é de todo bem vindo e não se sinta inútil quando não estiver acontecendo crime, mas, sim, desempenhando um papel dos mais importantes na segurança pública porque está não permitindo que aconteça. Sem segurança pública sempre teremos hospitais lotados de vítimas de crimes e acidentes (o que atinge uma fortuna do orçamento da saúde), crianças que não estudam em virtude de receio dos pais de exporem seus filhos à marginalidade que circunda e ingressa na escola, que um dia já foi santuário para crianças e adolescentes. Sem segurança, meus senhores, não há saúde e a educação fica mais difícil de ser alcançada.
    Um amigo, recentemente contou uma estória que vale a pena ser divulgada:
    Uma senhora, ao observar um sujeito em atitude suspeita às proximidades de sua casa em horário avançado da noite, telefonou para a Polícia, pedindo apoio. Obteve como resposta que, naquele momento os veículos estavam sem combustível, mas que iriam dar um jeito. Decorrridos cerca de 60 minutos, ninguem compareceu e ela voltou a telefonar. Desta feita, informou que o indivíduo tentara entrar em sua casa e ela pegou o revólver de seu marido e encheu o suspeito de balas. Desligou. Com 5 minutos, surgiram 04 viaturas policiais, naquele alarde. E o responsável pelo policiamento foi logo perguntando, onde estava o corpo. Que corpo? retrucou a senhora, ao que o Comandante falou: Ao que parece a senhora informou que matara um sujeito. E ela respondeu: E ao que parece, me informaram que os veículos policias estavam sem combustível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *