Operação Nota Fria é deflagrada pelo MP-AP

 

Na manhã desta segunda-feira (3), o Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio do Grupo de Atuação Especial para Repressão ao Crime Organizado (GAECO/AP), com apoio do Gabinete Militar da instituição, deflagrou a Operação Nota Fria, para cumprimento de mandados de busca e apreensão na Câmara Municipal de Macapá (CMM), residências e em empresas privadas suspeitas de emitirem notas frias para o ressarcimento da verba indenizatória dos parlamentares do legislativo mirim.

Com apoio da Procuradoria-Geral de Justiça, a Operação Nota Fria visa subsidiar as investigações do GAECO/AP por meio da apreensão de documentos e provas do uso de recursos das verbas indenizatórias dos vereadores de forma ilícita, com a finalidade de subtrair dinheiro público.

Com a autorização judicial, estão sendo cumpridos 14 (quatorze) mandados de busca e apreensão em Macapá. Ao final das diligências, o Ministério Público do Amapá dará mais detalhes sobre a Operação Nota Fria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *