Operação Lei Seca flagra 11 condutores dirigindo sob efeito de álcool

 

O Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Dentran/AP) abordou e submeteu ao teste de alcoolemia 216 condutores em duas grandes ações simultâneas na madrugada deste sábado, 16, no município de Santana. 11 foram autuados por dirigir sob o efeito de álcool e um foi conduzido à delegacia por estar dirigindo embriagado. 32 motoristas foram autuados por outras infrações de trânsito.


A operação contou com 18 agentes de segurança pública e fez parte de uma operação na cidade. As atividades no trânsito também contaram com a participação do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE).

“Estamos realizando este serviço integrado e nosso objetivo é inibir ações criminosas e, por isso, trabalhamos em duas frentes. Com as barreiras, temos maior possibilidade de fiscalizar infrações de trânsito, mas também atuamos para combater todo e qualquer tipo de crime”, destacou o coordenador da Operação Lei Seca, Rondinele Marques.

A fiscalização foi aprovada pelos condutores. “Além de prevenir vários crimes, também tira das ruas o condutor embriagado e evita situações como eu mesma já vive, quando um motorista, completamente bêbedo, dormiu ao volante e invadiu minha residência e destruiu parte dela e quase provocou uma tragédia”, disse a arquiteta Ingrid Ferreira.
A operação ocorrida nesta madrugada também serviu para os militares da Coordenadoria da Operação Lei Seca colocarem em prática as instruções do curso de qualificação de verificação veicular realizado durante a semana. Na capacitação foram repassadas técnicas para identificar veículos clonados, furtados ou mesmo roubados e até com documentações falsificadas; além de minuciosas inspeções em busca de drogas e armas. O curso foi ministrado pela Polícia Rodovia Federal (PRF).
As fiscalizações continuarão em locais com maior tráfego de veículos e mesmo em períodos sem grandes eventos. Para este ano a coordenação da Lei Seca pretende realizar outros cursos de capacitação e qualificação voltados aos militares e agentes de trânsito que atuam no órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *