Operação da PF em Brasília e no Amapá. Operação Voucher

Andréia Sadi e Débora Santos Do G1, em Brasília

Secretário-executivo do Turismo está entre os 38 presos em operação da PF

PF diz que ação visa ‘combater desvios’ em verba de emendas parlamentares.

O secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico Silva da Costa, que tem o cargo mais importante da pasta depois do ministro, está entre 38 presos na Operação Voucher da Polícia Federal, deflagrada na manhã desta terça-feira (9).

Conforme a PF, a ação visa “combater o desvio de recursos públicos destinados ao Ministério do Turismo por meio de emendas parlamentares ao Orçamento da União”.

O G1 procurou a assessoria de imprensa do ministério, que disse que ainda não tem informações sobre a operação. Dirigentes do ministério estão reunidos com a consultoria jurídica da pasta para decidir quais procedimentos serão adotados.

Conforme a PF, a operação contou com 200 agentes que cumpriram 19 mandados de prisão preventiva (sem prazo determinado), 7 de busca e apreensão e outros 19 de prisão temporária (de cinco dias prorrogáveis por mais cinco dias), em Brasília, São Paulo e Macapá (AP).

Além do secretário-executivo, foi preso o secretário nacional de Desenvolvimento de Programas de Turismo, Colbert Martins da Silva Filho, um ex-presidente da Embratur, além de empresários, diretores do ministério e funcionários do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi). O G1 tenta contato com dirigentes do Ibrasi.

Só em Brasília foram cumpridos 10 mandados de prisão preventiva, 2 de busca e apreensão e 5 de prisão temporária. Todos os presos temporários serão transferidos para Macapá, segundo a Polícia Federal.

Conforme a assessoria do ministério, o ministro do Turismo, Pedro Novais (PMDB), está em São Paulo e chega a Brasília no começo da tarde desta terça.

A Operação Voucher foi realizada pela superintendência regional da PF no Amapá, com o apoio das superintendências regionais em São Paulo e no Distrito Federal.

Investigação
Em nota, a PF afirma que foram detectados indícios de desvio de dinheiro público em um convênio que previa a qualificação de profissionais de turismo no Amapá.

O convênio foi assinado entre o ministério e o Ibrasi em 2009, e de acordo com a PF, não teria tido chamamento público para que outras entidades se candidatassem a oferecer o serviço.

Ainda de acordo com a PF, o instituto – que é uma organização sem fins lucrativos –  não tinha condições técnicas de prestar os serviços de qualificação.

De acordo com a PF, houve ainda direcionamento de contratações a empresas que fariam parte do suposto esquema de desvio. Além disso, foi verificada ausência de preços de referência, não execução ou execução parcial de serviços, pagamentos antecipados, fraudes nos comprovantes de despesas e falhas na fiscalização do convênio.

 

  • “Implantação de processos participativos para Fortalecimento da Cadeia Produtiva de Turismo do Estado do Amapá”, não é? Pois bem!

  • EITCHA! não importa como,mas o Amapá quer estar na mídia.Virou ditado popular “falem bem ou mal,mas falem de mim”,pior que só falam mal….hehehehe
    No Brasil em geral,desde que os cargos passaram à ser por indicação(apadrinhamento) politica e não por competência técnica e funcionários de carreira,a coisa desandou p/o lado da pilantragem e os picaretas só querem se dar bem,ou seja,roubam o País na cara dura.Pior que se acha os culpados dos roubos,mas não são punidos com o rigor da lei e nada é devolvido aos cofres públicos,dai a reincidência dos crimes e nossos politicos “bem na foto”,AFF!.

  • É por essas e outras, que muitas vezes os servidores públicos federal, estadual e municipal não são verdadeiramente bem remunerados, principalmente os do executivo, justamente porque polpudas verbas são “desviadas” e ou “programadas” pra ministérios diversos de nosso Brasil e haja luta sindical e choradeiras para que o governo possa nos beneficiar em aumentos salariais. Concordo em gênero, número e grau, que servidores envolvidos em CORRUPÇÃO, sejam banidos sumariamente sem direito à mínima defesa possível dos quadros de servidores públicos. Não pode um número pífio de servidores ficar ricos às custas de nossos tributos, e a maioria choramingar por aumento salarial, em detrimento de roubalheira desenfreada ao ERÁRIO PÚBLICO. Que sejam investigados, portanto, todos os Órgãos públicos do Brasil, para que se possa realizar uma verdadeira REVOLUÇÃO ADMINISTRATIVA.

    Com certeza, o Brasil ainda tem jeito!

    • Verdade amiguinho,passei 12 anos sem um reajuste e quando veio,foi o minimo do minimo,ou seja, quase nada.Hj o servidor público(antes tido como marajá), vive de migalhas, que nossos parlamentares dão ao seu bel prazer.O Executivo é o primo pobre do judiciário e legislativo.Para reajustar e alinhar o ,salário do servidor não tem,mas p/os ladrões tem e como tem.

  • Turismo! Tem tudo para dar certo por esses lados. Mas, aqui é o Amapá, às vezes esqueço desse detalhe. Claro que todos os envolvidos são inocentes, deve ser perseguição. Tenho apenas uma certeza: não estarei vivo pra ver esse estado dar certo. Isso se um dia der!

  • Falta de respeito com o dinheiro dos amapaenses! Pela manutenção da moralidade e em defesa e em respeito aos amapaenses…Se o dinheiro é de emenda de parlamentar, a nobre Deputada Federal Fátima Pelaes deveria, no mínimo, acompanhar o destino e o uso de um dinheiro que é ou era para o povo do seu Estado. Não venha tirando o corpo fora!, pois o seu trabalho é fiscalizar o executivo… Mais ainda quando tratamos de emendas suas e para o povo do Amapá! Deus nos proteja e de mais sabedoria ao POVO!

  • acabei de assitir o JN e as denuncias encima da Fatima Pelaes são gravissimas, este pecado eleitoralnão tenho na minha conciencia nunca votei nesta senhora, poxa vida mais uma vergonha desses politicos amapaenses, pobre de mim, pobre de vc que le este blog pobre de nós, o Amapa não anda meu Deus.

  • Amapaenses, quanto tempo falta para acordarmos. O Ministério do Turismo é do PMDB. Não preciso dizer porque o Amapá está famoso em matéria de escândalos dessa natureza. Enquanto isso o povo “leva ferro” !!! Mas, sinceramente, isso é assim porque o povo quer, aceita cabisbaixo os nativos e aventureiros que vem aqui para nos roubar. Mas eu tenho que dar um desconto. Afinal de contas não temos muitas escolhas. Nossa bancada federal é o melhor exemplo disso !!!!Lamentável !!!!

  • MAIS UMA VEZ QUE VERGONHA O AMAPA SAIR EM NIVEL NACIONAL EM TERMOS DE CORRUPÇAO E MEUS AMIGOS ATE QUANDO ESSA FARRA DO BOI VAI CONTINUAR DEU NO JORNAL NACIONAL OS ACUSADOS DE DESVIAREM RECURSOS DO MINISTERIO DO TURISMO VIREM DIRETO PARA O AMAPA SAI DESSA AMAPA.

  • POR INCRIVEL QUE PAREÇA ATE O JO SOARES FALOU NO PROGRAMA DELE SOBRE ESSAS PRISOES NO AMAPA INCLUSIVE ELE DEU OS PARABENS A ATUAÇAO DA POLICIA FEDERAL NO AMAPA FALA SERIO ESTAMOS SENDO MOTIVO DE CHACOTA ATE NO PROGRAMA DO JO SOARES NA REDE GLOBO

  • E facil jogar lama em todo mundo! Governo Dilma podre e replete no Amapa, Estado mais fraco da Nacao! Dep Fatima Pelaes manejou Emendas que perto do DNIT Sao pinto!!!!! Nao sejam levados pela midia. Tudo pra prejudicar Fatima na vaga do TCU! Fogo Amigo certo! E com remetente indentificado! Ana Arraes (PSB PE) defenestrou Fatima (PMDB AP) . Política da terra arrasada! Vergonha da sujeira anunciada!

  • Fátima, Sarney e Gilvam. O Amapá não poderia estar melhor servido não acham !!!!! Pelo menos o Fernando Collor ficou lá pelas Alagoas e não quis vir tirar casquinha aqui, aposto que a disputa com Sarney seria voto a voto. Acorda Amapá …

    • Pode apostar que seria isto mesmo “voto a voto”.O povo do Amapá não tem dq reclamar,escolhem seus representantes sabendo quem eles são.A 1a. vez a gente escolhe(vota) e aposta no cabra,não deu certo,tem que apostar em outro politico,mas não,o povo insiste náquele que já não deu certo e ai esta o resultado.Por isto o ditado “cada povo tem o governante que merece”,pena que os que não votam nestes, sofrem as consequencias dos que votam.Na verdade Paulo,o Brasil esta bem servido,pois os escândalos é geral no país inteiro,pq toda hora pipoca um e nada acontece p/melhorar,pois na maioria quem apura tais escandalos, tb esta envolvido.Os brasileiros estão anestesiados com toda essa pouca vergonha desses politicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *