Operação da PF contra Aécio Neves chega ao Amapá

Fonte site do Seles Nafes

selesnafes.com
A superintendência da Polícia Federal no Amapá confirmou que parte da Operação Ross foi deflagrada também em Macapá, na manhã desta terça-feira (11). Os alvos centrais da operação são os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Agripino Maia (DEM-RN) e Antônio Anastacia (PSDB-MG), segundo informou a TV Globo.


A PF do Amapá não cita nomes, mas um ex-deputado federal foi intimidado. Outros três deputados federais estariam envolvidos no recebimento de R$ 130 milhões em propina paga por um frigorífico que a grande imprensa identificou com a JBS. Entre os deputados federais está Paulinho da Força (Solidariedade). A operação é um desdobramento da delação premiada da empresa.

Não foram divulgados os nomes de investigados no Amapá, mas os crimes teriam ocorrido entre 2014 e 2017. Os mandados foram cumpridos também em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Amapá.


Os crimes investigados são de corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação criminosa que se utilizou de notas fiscais frias para justificar serviços não prestados.
O nome da operação da PF, inclusive, faz referência à maior plataforma de gelo do mundo, uma analogia com as notas fiscais frias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *