Ontem e Hoje

Igreja dos Irmãos, que fica na Rua Jovino Dinoá, esquina com Mendonça Furtado.

Essa igreja foi reformada e ampliada recentemente, e o arquiteto manteve suas linhas arquitetônicas originais, coisa rara de ser ver em Macapá. Aqui, o pessoal adora derrubar prédios e casas antigas e levantar monstrengos no lugar.

O arquiteto é Eliseu Santos.

  • Elizeu Santos: o garoto é lá da Avenida Henrique Galúcio, entre Jonivo Dinoá e Leopoldo Machado, espaço onde minha mãe mora. Ele é filho do seu Joveniano com a dona Siloca. Menino bom.

  • Passei muito por aí em outras épocas. É muito bom quando a memória é preservada e as referências de um lugar permanecem.
    Parabéns às pessoas que mantêm esse lugar. E ao blog, por registrar e divulgar.

  • Morei por uns tempos em Belém,na casa do estudante do Amapá e dividi espaço com o Elizeu(batatatinha),arquiteto e o Elias(gabirú),engenheiro civil.Filhos de carpinteiro,crias de escola pública.Parabéns,batata.Do Lucas(bebê johnsons).

  • Atravessando a jovino,tinha uma escola que não lembro o nome,o prédio continua,o pedrão que era taxista e apresentava um programa de rádio na madrugada,na rádio difusora,juntamente com o Rui Uchoa(bode velho)(falecido),no ano de 79,na rádio educadora,dividi espaço com os dois.Em frente tinha o salão natal.

  • Parabéns pela lembrança, Alcilene. Realmente a revitalização ficou muito bonita, preservando os traços originais do prédio cinquentenário. Só a título de informação, o projeto foi desenvolvido pelo Arquiteto Eliseu Santos sem nenhum ônus para a instituição religiosa. Com seu desprendimento, profissionalismo e capricho, presenteou não apenas a igreja, mas a cidade de Macapá com uma bela restauração de um de seus prédios históricos. A obra foi executada apenas com recursos próprios, sem qualquer verba pública. Apenas da doação de seus membros e de cristãos voluntários.

  • Eu e meu irmão Paulo nascemos e fomos criados ao lado da igreja dos irmãos. Belíssima sua revitalização.
    Parabéns ao nobre arquiteto e meus queridos vizinhos Pastor Eulálio, dona Jacira e todos os membros da igreja.
    A escola que ficava em frente era a Escola Evangélica e como não faltava apelido era “Periquinho Verde”.

  • É bonito ver o passado e o presente se entrelaçando com graça.
    Um monumento à história dos muitos que por ali passaram e tiveram, sim, suas vidas impactadas, não pelo prédio em sim, mas por um corpo muito maior: a Igreja!
    Bela e alegre recordação de meus dias de infância e juventude.
    Parabéns!

  • A revitalização ficou realmente incrivel, os traços originais ganharam modernidade. O visual deslumbrante, mas o fque realmente impacta á a palavra do Deus vivo que é pregada neste lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *