Onda Japa

A comida japonesa se espalhou pelo mundo, e no Brasil não foi diferente. Antes praticamente restrita às grandes cidades, hoje tem comida japonesa nas praias, carrinhos em praças, restaurantes grandes e pequenos em todos os cantos do Brasil.

O que era estranho – comer peixe – popularizou-se (menos no preço). São os encantos da gastronomia. Em Macapá já são vários restaurantes e tem até quiosques na orla e trailers em praças.

Eu gosto muito. Mas como comecei a gostar comendo em restaurantes japoneses tradicionais, sou meio exigente com japas tucujus e algumas invencionices

Adoro os sashimis e como gosto de comida quente, aprecio os hot-holls e Guioza, que é um pastel japonês feito de massa, acho que cozida. Em Macapá já comi bons guiozas no restaurante Tsuru, que foi um dos primeiros japoneses de Macapá, depois da nova onda, e é de propriedade de duas japonesas.

O primeiro japonês de Macapá, mesmo, foi o Snack Hiroshima. Que ficava da esquina da minha casa e era da professora Mineko Hayashida e seu sobrinho Massao Fukada, que veio do Japão pra cuidar da lanchonete. Nele não tinha sushis e sashimis. Faltavam os ingredientes. Mas tinha o melhor yakisoba e yakimeshe que já apareceram por essas bandas. Além dos inesquecíveis camarões empanados no espeto e um sanduiche especial gelado, que Massaó fazia com maestria. Massaó morreu e eu não peguei a receita. Era uma mistura incrível de fatias de pão, recheado com pepino, omelete e queijo, com um molho pelo meio.

E por que escrevi isso aqui em vez de falar da crise financeira dos Estados Unidos da América que derrubam as bolsas pelo mundo?  Vocês devem está perguntando.

Coisa de quem tem blog. Ontem comi japonês com entrega a domicílio (que pra ficar fresco agora se chama no inglês Delivery) e deu vontade de escrever.

Fiquei sabendo que em breve inaugura aqui em Macapá um restaurante de comida chinesa. Pára tudo! Eu adoro comida chinesa

Guioza
  • Alcilene, para a sua inveja, eu conheço o auxiliar do inesquecível Massao Fukada…ele é primo da minha mãe e ja fez os famosos “sanduíches especiais” e “espetos de camarões empanados” na nossa casa…O Snack Hiroshima era fantástico…além da comida excelente, tinha as discussões impagáveis entre a dona Mineko e Massaó…ninguém entendia nada…só eles mesmos…hehe

  • Frequentei muito o Snack Hirosshima!!!e realmente eram impagáveis da Tia Mineko com o Massao, porem não sabia do falecimento do Massao, que pena….

  • Caramba, como eu queria comer de novo aquele espetinho de camarão e aquele sanduíche. Minha mãe comprava e mandava para Belem qd eu morava la. Kd a receita!? 🙂

  • Só uma pontuação: o primeiro restaurante japonês em Macapá foi o do saudoso mestre Tatsuo Nakanishi que funcionava no Aeroporto. E registre-se que servia um tempurá com camarão que não deve nada aos que conheço pelo mundo.

  • olá, também adoro comida japonesa e tem um restaurante na av. padre julio, tokio muito bom,mas eu prefiro mesmo é o tsuru. tenho uma escola d idiomas e preciso muito de professor de japonês, se alguém puder me ajudar ficarei muito agradecido.

  • Ola! Meu nome eh Ayako Matusda, produtora do servico brasileiro da NHK World Radio Japao.

    Nesta ocasiao, gostaria de apresentar o site do nosso programa “Sabor do Japao” onde tem as melhores receitas da comida caseira japonesa.

    Espero que voce acesse o site e nos de suas opinioes, enviando e-mails atraves do formulario de contato.

    http://www3.nhk.or.jp/nhkworld/cooking/portuguese/index.html

    Para ouvir o ultimo programa que apresenta “Espaquete a Napolitana”, acesse: http://www.nhk.or.jp/portuguese

    Atenciosamente,

    Ayako Matsuda

Deixe uma resposta para Edu Bentes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *