OAB. O clima esquenta

Em alta temperatura a campanha para a eleição da OAB.

A toda hora chegam denúncias por e-mail, que vão de macumba, a questões familiares e pessoais, além de notícias sobre impugnação/não impugnação de chapas.

Além de horrorosas denuncias sobre venda de voto.

Tipow…o “adevogado” não paga a anuidade da Ordem, e candidatos “quitam” que é para @ cabra poder votar.

Vixe Maria..

  • Alcilene: A Chapa “MUDANÇA”, encabeçada pelo Adv. ULISSES TRASEL, foi abusiva e arbitrariamente impugnada. No âmbito administrativo, o recruso contra a impugnação deveria ser para a Seccional da OAB/AP, contudo como diversos Conselheiros da atual gestão estão inscritos compondo outra chapa, faltou-lhe isenção para julgar, razão pela qual a Chapa MUDANÇA ingressou com a peça recursal junto ao Conselho Federal, que, liminarmente, suspendeu todo e qualquer efeito da Impgunação local.
    Realmente, os advogados amapaenses perdem uma chance de mostrar à população como é que se realiza uma eleição em estado democrático de direito. Disputa limpa, sem artifícios, sem votos comprados, sem mácula à idoneidade de colega concorrente, etc. Mas, ainda está em tempo de se corrigir tudo isso e realizar o pleito do dia 21/11/2009, como uma festa da democracia, a final todos são colegas e não é uma disputa por liderança do Órgão de classe que vá se chegar aos extramos. Só sei que a OAB/AP precisa urgentemente soergueR-se no Amapá, a fim de que a valorosa classe dos advogados,especialmente aqueles que têm compromisso com a verdade, com a Justiça, com o bem estar social, volte a ocupar seu lugar de instituição respeitada.
    Eu já declarei meu voto, acompanharei a chama MUDANÇA, porque é, além das qualidades pessoas dos nomes que compõem a chapa, é a que apresenta propostas que mais se ajustam com os reais interesses dos advogados amapaenses, que vivem exclusivamente da militância, como é o meu caso.
    Outra coisa que precisa ser esclarecida, o Adv. Ulisses, é filho da Dra. Célia Trasel, nossa médica há longos anos, e do Breno. Sua avó materna foi a profa. Rosa, pioneira do Estado (Moravam na Av. Mendonça Júnior, próximo ao Estádio Glicério Marques). Seu tio, é o Maroja, da Superintendencia do REgional do Trabalho no Amapá. Como se vê, é prata da casa. Alguns dizem que ele é alienígena, o que não é verdade, o sobrenome Trasel decorre de seu pai, que era de nacionalidade alemã, se eu não me engano e que teve sua passagem por este Amapá contribuindo para seu progresso. Portanto, advogados eleitores que estejam em dúvida quanto a origem do Ulisses, ele é gente da gente.

  • Prezado Adelmo: A chapa que o nobre Advogado apoia não esta com nada, porque:
    ela só se ajusta com os reais interesses dos advogados amapaenses que vivem exclusivamente da militancia.Como é que ficam os Advogados Públicos da AGU, PGE, PMM, entre outros órgãos federais , estaduais e municipais, que também pagam anuidade? As audiências que um profissional que vive exclusivamente da militancia faz é a mesma que um advogado público faz. O DIREITO É UM SÓ. Autor e Réu, Advogado de Defesa e Advogado de acusação. Por isso que o meu voto é NULO.

  • Outra coisa que precisa ser esclarecida é a de que Hitler nasceu na Austria adorava o compasitor Wagner (lembra a Dança das Valquíria) e comandou a Alemanha durante anos e anos. Tem que acabar como esse negocio de o amapá pros amapanses, o brasil é um só.

  • Mano Gito, quando eu me refiro a advogados que vivem exclusivamente da militância, evidentemente que os advogados públicos (AGU, Procuradores, Defensores Públicos de carreira, assessores jurídicos concursados, etc) estão no meio, afinal é pré-requisito para preenchimento do cargo, a condição de advogado (inscrito na OAB). E esses advogados também sofrem os mesmos percalços do advogado privado. Sou contra aqueles que nada tem a ver com a advocacia e só aparecem para votar, que é um número considerado. A única diferença é que eles não podem miliyar na advocacia privada. Ok?

    • Adelmo , preciso falar com vc em particular. Se não fores viajar este final de ano , vamos marcar . Ricardo Santos 91140414

  • O Dr. Ulisses Trasel é genuino da terrinha, corroborando com o depoimento da colega Alcilene ele era sobrinho do Prof. Lucimar Amoras Del Castilo, político fervoroso pelos interesses do Amapá.É pessoa de boa índole Neto da Profa. Maria Rosa, filho da Dra. Célia TRasel, médica amiga e solidária que se dedica a ajudar os menos favorecidos sendo colaboradora da Pastoral da Criança, seu Pai Breno Trasel foi um excelente prof. de História e construiu a educação do Amapá sendo Diretor de vários Colégios tradicionais de Macapá, seus familiares são todos da terrinha. Mereceu ganhar e fará mudanças positivas para melhorar a classe. SUCESSO Dr. Ulisses você merece essa vitória e outras que virão no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *