O Mundo Por Aline: BARCELONA PARA FOODIES: conhecendo a gastronomia catalã e espanhola

* Aline Monteiro

Em Barcelona, experimentar a culinária local é quase tão importante quanto visitar a Sagrada Família ou passear pelas Ramblas, afinal a Catalunha é uma região que tem autoridade no assunto!

Com uma cena gastronômica pra ninguém botar defeito, a região é cheia de restaurantes estrelados e celeiro de renomados chefs, como o inovador Ferran Adrià do extinto El Bulli, restaurante que um dia já foi eleito o melhor restaurante do mundo. Por lá também fica o Disfrutar e o Tickets, que são, respectivamente, os atuais 9º e 20º melhores restaurantes do mundo, segundo a The World’s 50 Best Restaurants, lista produzida pela revista britânica Restaurant.

A explicação pra tanto sucesso nessa área tá exatamente na diversidade dos produtos tantos do mar como da montanha que a Catalunha oferece, frutos de sua localização privilegiada, e também, claro, pelo fato de que, até o presente momento, ela ainda faz parte desse país delicioso e tão gastronômico que é a Espanha.

 

Prepare-se para comer coisas maravilhosas como o fideuá (uma espécie de paella feita com massa), arròs negre (arroz feito com tinta de lula), arròs caldoso (prato que tá entre um risoto e uma sopa), escalivada (pimentão vermelho, cebola e beringela assados na brasa e temperados com azeite e alho), sépia (um tipo de lula), butifarra (embutido catalão), pescados de diversos tipos e outros pratos tradicionais da culinária espanhola, como a paella (que por lá é mais escura que a paella tradicional e ainda mais cheia de frutos do mar), pan con tomate (amo!), alioli (molho feito com alho, azeite e ovos), jámon (a paixão nacional da Espanha), os diversos tipos de tapas (sem dúvida o maior símbolo da gastronomia espanhola) e crema catalana (uma espécie de creme brûlée que é feito substituindo a baunilha por canela e raspa de limão).

Você vai comer bem, uma alimentação que, no geral, é bem saudável e equilibrada e vai entender o porquê da dieta mediterrânea ser tão cultuada (azeite, azeitona, vinho, verduras e peixes).

Não deixe também de experimentar os bons vinhos da região e principalmente a Cava (um tipo de vinho espumante), de beber muita sangria (vinho com pedaços de frutas), o vermute (um tipo de aperitivo) e as cervejas locais, como a Moritz, Voll-Damm e a Estrella Dam.

Além dos restaurantes, Barcelona é lotada de mercados públicos. São mais de 40 e cada bairro tem o seu. Visitar um mercado desse tipo é sem dúvida uma das formas mais autênticas de se conhecer a gastronomia local e de se provar o que de melhor e mais fresco ela oferece. Dentre eles, o mais famoso é o Mercat de la Boquería, que fica na região mais turística da cidade, as Ramblas, e é considerado por muitos o melhor mercado desse tipo do mundo.  Embora seja um mercado extremamente turístico, muito lotado, com preços não tão camaradas assim e pouco frequentado por locais, achei que valeu a pena a visita, por toda a representatividade que o lugar tem.

Enfim, que maravilha foi descobrir que além de tão cultural e de ser um verdadeiro museu a céu aberto, Barcelona é uma delícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *