O certo e o incerto

Senador Sarney operou bastante a política amapaense em sua visita esta semana em Macapá.

O certo – Sarney é candidato.

O incerto – Quem será o candidato a governador da frente que querem formar para coligar.

Waldez é mais cotado? Sim. Mas não é o certo. Como os problemas de Waldez com a justiça vão interferir na campanha, e principalmente o quanto isso pode atingir a candidatura de Sarney estão sendo avaliados.

Por isso, os pré-candidatos aliados de Sarney vão correr atrás de viabilidade. Ou de conseguir vagas de vice e suplências do senado.

A “turminha” age para colocar em prática um “plano coletivo” de retomada do poder. Onde, o pessoal que formava aquilo que no Amapá ficou conhecido pejorativamente como “harmonia”, se juntaria para apoiar Sarney, e ele os ajudaria com seu poder, influencia e experiência política única. A maior do Brasil, hoje.

Sarney diz que a prioridade do PMDB é a aliança com o PT. E para demonstrar isso chamou o presidente do PT, Joel Banha e a vice-governadora Dora Nascimento, para o diálogo. Joel já declarou que o PT não vai coligar com o PMDB.

A conversa não vazou.

 

Waldez recebendo Sarney no aeroporto
Waldez recebendo Sarney no aeroporto

Deixe uma resposta para José Maia dos Santos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *