“O Amapá não aceita paraquedista”, declarou Lucas Barreto à revista Veja.

Lideranças políticas do estado avaliam que o flerte da ministra com a vaga no Senado pelo estado foi só provocação a Davi Alcolumbre

Por Diogo Magri na Veja.com

Em fevereiro, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro (PL), Damares Alves, lançou a ideia de se candidatar a uma vaga no Senado pelo Amapá.

“Ela não teria a menor chance. Não tem partido, não tem chapa no governo e nunca fez nada pelo Amapá. O estado não aceita paraquedista”, declarou Lucas Barreto, senador pelo PSD-AP.

Segundo o senador, a única repercussão que o desejo de Damares teve no estado foi uma charge onde a ministra é recepcionada no aeroporto por vários indígenas empunhando um arco e flecha.

Leia matéria completa no link

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/coluna/maquiavel/no-amapa-ninguem-acredita-na-candidatura-de-damares/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.