Nova imagem de São José substituirá a antiga na Pedra do Guindaste

Uma nova escultura do padroeiro de Macapá e do Amapá, São José, está sendo esculpida. A escultura tem três metros e deve substituir a antiga na Pedra do Guindaste, no rio Amazonas. Segundo o Presidente da Associação Comercial e Industrial do Amapá (Acia), Altair Pereira, a Acia está honrada em influenciar a revitalização desta obra. A nova imagem está sendo esculpida pelo artista plástico, Lindomar Plácido.

“Em quarenta dias o novo São José estará pronto. O governo também abraçou a causa e vai revitalizar a Pedra do Guindaste”, afirmou Altair. Além do novo monumento, a proposta é mudar o padroeiro de posição e colocá-lo de frente para cidade, e não de costas como é atualmente. Mas a população ainda não foi consultada sobre a mudança. O professor Nilson Montoril disse ao programa Luiz melo Entrevista que não é contra mudanças, mas as obras feitas por antecessores devem e tem que ser respeitadas.

Foto; Márcia do Carmo

 

  • A imagem/estátua que está hoje lá, não pode simplesmente ser trocada por outra sem uma análise técnica acerca do patrimônio histórico, cultural, paisagístico da cidade de Macapá. É engraçado como as coisas acontecem aqui na nossa cidade, será que devemos trocar tudo que é velho ou antigo por algo novo? Devemos aleatoriamente alterar a paisagem da cidade, negando a história e desrespeitando a memória do povo. Desse jeito vamos perder por completo a nossa identidade. É necessário uma análise, estudo técnico por Arquitetos e Historiadores à cerca deste assunto, não dá pra mexer na paisagem da cidade aleatoriamente. Se for para acrescentar algo à paisagem da orla da cidade, que acrescente uma estátua de um negro, para homenagear os escravos/construtores da Fortaleza, inclusive isto carece de estudo para ser implantado. Já tem um Santo, para quê colocar outro e maior ainda? Restaura o Santo velho e deixa ele lá, reforça a estrutura que ela não cai. Vamos preservar a imagem da cidade. Sou contra a colocação de uma estátua nova na frente da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *