Notícias da Expofeira

Governador Waldez em Visita monitorada à Expofeira
Governador Waldez em Visita monitorada à Expofeira

Feira da Agricultura Familiar valoriza produção local na 51ª Expofeira

A Feira da Agricultura Familiar é um dos espaços que tem chamado a atenção dos visitantes na 51ª Expofeira do Amapá. O local promove a venda e exposição de frutas, plantas ornamentais e medicinais, cerâmica artesanal e culinária. Tudo isso vindo de 13 comunidades rurais de todas as regiões do Estado.

Além de ter oportunidade de comprar esses produtos, o visitante também obtém informações sobre as técnicas e experimentos voltados à agricultura familiar. A mandioca gigante e uma espécie de ananás, fruta semelhante ao abacaxi que pode pesar até três quilos e meio, são originadas dessas experiências.

A feira também destaca a atividade empreendedora entre os produtores. Veríssimo Vieira é um exemplo. Há 20 anos ele produz mel de forma artesanal na comunidade do Vale do Araguari, município de Porto Grande, e recentemente obteve autorização da Agência Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro) para comercializar o produto em farmácias, comércios e supermercados.

“Hoje consigo produzir anualmente uma tonelada de mel que é 100% natural. Foi um trabalho árduo, mas que teve o resultado esperado. Minha intenção é expandir a produção para que a gente venda, mesmo que de forma artesanal, o mel para fora do Estado”, disse.

Embrapa promove oficina de panificação a partir da mandioca e tapioca colorida

Uma das capacitações promovidas pela Embrapa durante a 51ª Expofeira Agropecuária do Amapá é na área de gastronomia e tem como tema “Panificação a partir da mandioca e tapioca colorida”. Será realizada na próxima quarta-feira, 4/11, no horário das 8h às 12h na Cozinha Experimental instalada no Pavilhão de Negócios. A Expofeira é realizada pelo Governo do Estado e Sebrae no período de 30 de outubro a 8 de novembro, no Parque de Exposições da Fazendinha, em Macapá (AP). A oficina será ministrada pelo pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, Bahia), engenheiro agrônomo e um dos mais expressivos especialistas em mandiocultura no Brasil, Joselito Motta. Ele defende o uso de produtos derivados da raiz da mandioca, que é a matéria-prima da tapioca, em substituição a cereais como trigo e milho. Esta capacitação tem como público-alvo trabalhadores do ramo da gastronomia, especialmente da panificação, além de demais interessados em aperfeiçoar as técnicas nesta área. Durante a programação, ele vai interagir com os participantes sobre a importância do uso da mandioca na alimentação, fabricação de beijus coloridos (variações da tapioca), pizzaiocas e pão com utilização da fécula da mandioca, inovações que surgiram a partir das pesquisas e dos experimentos realizados pelo pesquisador da Embrapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *