Nota do prefeito Clécio Luiz

Aos companheiros e companheiras do PSOL. Ao povo macapaense.

Ajudei a construir o PSOL, e disso muito me orgulho. Foram milhares de companheiros que se juntaram e se propuseram a lutar contra os vícios da política. Uma ferramenta para defender mais inclusão social, mais direitos para as pessoas, espaço para a juventude, igualdade para as mulheres, renda justa para os trabalhadores.

O PSOL, além disso, persegue sonhos maiores. De transformar radicalmente a sociedade, de ser uma alternativa para trilhar o caminho de uma sociedade mais justa e humana. O PSOL marca sua trajetória e prática política, sendo um partido ético, combativo e de esquerda. O balanço que faço da história do partido é extremamente positivo.

Tudo isso me faz ter uma profunda identidade com o PSOL.

No entanto, vivemos uma conjuntura especial e há condicionantes que me obrigam a tomar decisões difíceis. Sou prefeito de Macapá, também com muito orgulho. Esta tarefa me impõe imensos problemas a resolver. Problemas que exigem relações políticas mais amplas, capacidade de fazer alianças maiores. E um trabalho articulado com outros entes do Poder Público, como o Governo Federal, do qual a nossa cidade é absolutamente dependente se quiser oferecer condições mínimas de atendimento à sua população.

Faço uma opção por Macapá, é minha cidade, o objeto maior de minha dedicação e a quem declaro o amor incondicional que tenho pelo seu povo. Sabemos bem as dificuldades que enfrentamos e a luta que travamos para construir uma cidade cada vez melhor. Tenham a certeza de que temos muito trabalho e muitas conquistas pela frente. Plantamos e estamos começando a colher os frutos de nosso trabalho.

Quero poder contribuir para a construção de novas alternativas, sempre pautadas na defesa de Macapá, no combate à corrupção e com o sonho de construir uma sociedade igualitária. Infelizmente, a tensa conjuntura política e a perversa lógica eleitoral exigem que sejam criadas ferramentas novas de atuação militante.

Por essas razões, estou me afastando do PSOL. Deixo de ser um filiado e me posiciono como amigo e admirador do partido. E estarei sempre ombreado com sua vigorosa militância, esteja onde estiver, como construtor das utopias que nos unem.

Um forte abraço.

Clécio Luís Vilhena Vieira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *