Nota do MPF-AP

Em nota oficial, o Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP) esclarece sobre suposta interferência das ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na superintendência local da autarquia. Confira a nota na íntegra:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em razão das informações veiculadas na mídia sobre a operação realizada em julho pelo Ibama no setor madeireiro do Estado do Amapá, e sobre as declarações do superintendente do Ibama/AP de que não foi cientificado da operação em questão, o Ministério Público Federal no Amapá vem a público esclarecer que as diligências cumpridas pelo Ibama em julho deste ano no setor madeireiro foram deflagradas no âmbito da Operação Quantum Debeatur, coordenada pelo MPF/AP e pela PF/AP. Dessa forma, o Ibama (sede) apenas prestou auxílio aos órgãos de persecução penal federal no Estado do Amapá, após requisição formal do MPF/AP, não configurando suas ações como interferência na superintendência local.

Por oportuno, o superintendente do Ibama/AP não foi informado das diligências porque a operação está a cargo do MPF/AP e o órgão entendeu que restringir o acesso às informações é crucial para o desvelamento dos fatos apurados. Por fim, os materiais apreendidos serão utilizados na continuidade das investigações, que contarão com o auxílio de analistas ambientais do Ibama.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal no Amapá
(96) 3213 7895
[email protected]
www.mpf.mp.br/ap
www.twitter.com/mpf_ap
www.fb.com/mpfederal
www.youtube.com/tvmpf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *