NOTA DETRAN AMAPÁ

 

 

Operação Marca Fria da Polícia Federal

 

  1. A investigação que trata de adulteração de sinal identificador de veículo e inserção de dados falsos no sistema é referente a atos ilícitos praticados no ano de 2014 e denunciados pela própria direção atual do Detran do Amapá.

 

  1. A fraude só foi descoberta pelo Detran-AP em setembro de 2015, quando a Secretaria de Justiça e Segurança do Estado de Mato Grosso do Sul tentou emplacar veículos doados pelos Ministérios da Integração Nacional e da Justiça e identificou que os mesmos chassis estavam cadastrados como já emplacados no Sistema de Trânsito do Amapá.

 

  1. Ao comprovar as práticas ilícitas, a direção do Dentran-AP tomou todas as medidas cabíveis e, após relatório técnico, determinou:

 

  1. a) A nulidade de todos os atos praticados

 

  1. b) Abertura de processo administrativo na Corregedoria

 

  1. c) Encaminhamento oficial da denúncia às autoridades policiais

 

  1. Dos 17 veículos citados em nota da Polícia Federal, o Detran-AP esclarece que oficialmente houve questionamentos somente nos processos de três deles.

 

  1. O Detran do Amapá, além de estar acompanhando o desenrolar das investigações, atua no sentido de prestar todos os esclarecimentos que se fizerem necessários.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *