NOTA DE REPÚDIO

A Associação do Ministério Público do Estado do Amapá (AMPAP), entidade de classe que congrega os Promotores e Procuradores de Justiça do Estado do Amapá, vem a público repudiar a representação formulada pelo Juiz Federal João Bosco Costa Soares da Silva perante o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), em detrimento de membros da Instituição, externando apoio irrestrito ao trabalho ético, responsável e incansável desenvolvido pela Procuradora Geral de Justiça Drª Ivana Lúcia Franco Cei, pelos Promotores de Justiça Afonso Gomes Guimarães e Ricardo Crispino Gomes.

Todos os membros do Ministério Público do Estado do Amapá realizam suas funções no estrito cumprimento das normas constitucionais e da legislação em vigência, atuando com profissionalismo e lealdade a sua missão institucional.

Fatos como este, isolados na história da Instituição, não abalam, nem intimidam os membros do Ministério Público no exercício de sua missão constitucional. Ao contrário, reforçam o ideal de intransigente busca por Justiça, na atuação firme e destemida em defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses da sociedade.

 

 

JOÃO PAULO DE OLIVEIRA FURLAN

Presidente da AMPAP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *