Nota de Esclarecimento do deputado Dalto Martins

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

O deputado Dalto Martins esclarece que o uso e pagamento das diárias aos deputados estaduais é regido pelas normas da lei vigente da Assembleia Legislativa e que em 2009 por dificuldades administrativas e financeiras houve um grande acumulo de diárias por alguns meses seguidos; pendências essas que foram pagas somente no ano seguinte.

Sobre o valor total divulgado em uma relação não oficial, o deputado desconhece o valor e afirma que não há como a Assembleia ter liberado valores tão altos visto que, o pagamento das diárias obrigatoriamente passa por análise e autorização da mesa diretora da casa de leis.

O deputado esclarece ainda que, o processo de pagamento das diárias do ano de 2010 está sob a análise do Tribunal de Contas do Estado do Amapá.

  • o próprio deputado disseo outro dia no programa a verdade é notícia, que todos os deputados receberão o mesmo valor, inclusive o camilo capiberibe. como que agora não ele diz que não há como a assembléia legislativa ter liberado o pagamento.

    pelo amor que temos por esse estado.

    esses 24 nunca mais!

  • O ser humano quando é imoral, ele tende a morrer assim. Ainda mais quando se trata de política, que envolve muito dinheiro. A Polícia Federal também não tem 100% da minha credibilidade.

  • VOSSA EXCELENCIA! SUGIRO QUE DISPONIBILIZE SEUS EXTRATOS BANCÁRIOS, BILHETES DE PASSAGENS AEREAS, NOTAS DE PAGAMENTO DE HOTEL, FOTOS DOS EVENTOS, CERTIFICADOS E OUTRAS PROVAS. ORA DAR PARA FAZER UM GRANDE RELATÓRIO DE VIAGENS. APOS ANÁLISE FICA TUDO CERTO. NAO É FACIL CARO DEPUTADO!

  • Gostaria de corroborar na discussão em tela no que concerne aos atos ilícitos cometidos pelos nossos nobres deputados e PELO Sr. governador CAMILO. “COMETE O CRIME DE PECULATO, NA MODALIDADE DESVIO (ART. 312, CAPUT, SEGUNDA PARTE, DO CÓDIGO PENAL BRASILEIRO), EM CONTINUIDADE DELITIVA (ART. 71 DO CÓDIGO PENAL), O SERVIDOR PÚBLICO QUE SE UTILIZA ILEGALMENTE DE PASSAGENS E DIÁRAS PAGAS PELOS COFRES PÚBLICOS” (STJ, APn 477, J. 04/03/2009).
    PENA: RECLUSÃO DE 2 (DOIS) A 12 (DOZE) ANOS, E MULTA.
    NO PECULATO-DESVIO O FUNCIONÁRIO PÚBLICO DESVIA DINHEIRO, VALOR OU QUALQUER OUTRO BEM MÓVEL, PÚBLICO OU PARTICULAR, DE QUE TEM A POSSE EM RAZÃO DO CARGO, EM PROVEITO PRÓPRIO OU ALHEIO

  • Hé rei das diarias, fizeste milagres conseguindo aumentar de 30 para 56 os dias do mês. Conta outra que esta não deu para rir. Ou melhor pede para alguém mais qualificado elaborar uma nota melhorzinha.

  • CURTISSIMO GLOSÁRIO
    “Sobre o valor total divulgado em uma relação não oficial, o deputado *desconhece o valor e afirma que não há como a Assembleia ter liberado *valores tão altos visto que, o pagamento das diárias obrigatoriamente passa por análise e autorização da mesa diretora da casa de leis.”
    *DESCONHECE: SEI… MAS… NUM SEI!
    *valores tão altos: SÓ + ou – 400 e trololó mil reais.
    *mesa diretora da casa de leis: AQUELA MESMA que aprovou a verba idenizatória, ou seja, grupo embuido das melhores intenções.

  • Prezado Nico, assim como vc, também me sinto ultrajado por por ser um cidadão membro de uma coletividade que tem como representantes pessoas dessa índole que formam o Poder Legislativo local. Entretanto, com todo respeito, sentir saudades do tempo da ditadura é o fim da picada. O período negro da ditadura implantada no golpe militar de 1964 é pura vergonha. Só tem valor histórico. Nada mais.

  • Deputado Dalto, afinal diga quanto você recebeu de diária? Você desmente a contabilidade da AL? e também a PF? olha…vigia…

  • O senhor deputado pensa que a sociedade vai acreditar nessa nota. O senhor deveria se envergonhar por essa farra de diárias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *