Nota 100

Fez diferença a atitude do prefeito Clécio Luis, de prestar contas dos 100 dias de mandato à população de Macapá.
Várias atos de apresentação foram realizados: Com a imprensa, com os vereadores e com autoridades e lideranças da sociedade civil organizada e da classe empresarial.
E o prefeito Clécio, bem como os gestores dos orgãos com ações prioritárias, ocuparam a mídia, prestando contas com a população.
Atitude bacana.
E nota mil à sinceridade do prefeito nas entrevistas. Falando o que tinha feito, e assumindo verdadeiramente o que não tinha sido feito e em que áreas a PMM caminhou mais lentamente. Mostrou que vai ter com a população e com as lideranças uma relação transparente e verdadeira.

E isso é muito bom.

Acho que Clécio subiu alguns pontos no conceito da sociedade, pela maneira como tratou o repasse das informaçoes.

Aproveito para registrar e parabenizar a jornalista Márcia Corrêa, presidente da Fundação de Cultura, que assumiu e tocou com competência a ação dos 100 dias.

 

  • É preciso reconhecer a diferença entre Clécio e RG. Contudo quanto ao nosso PISO a proposta é triste e indecente. A SEMED e o Prefeito querem incorporar 50% de nossa regencia de classe e aumento vai ser de 3% porque os 8% do Roberto Goes o prefeito incorporou na proposta de 12%. Ele prometeu pagar o piso mas nao disse que seria dessa maneira. Eu queria ouvir uma justificativa pública que pudesse me convencer de algo assim. O salario bruto de um prof. da PMM, com esse aumento, em inicio de carreira será 2.349,00. Hoje o GEA com toda a polemica do ano passado já paga 2.344,00 e deverá subir bem mais este ano. Clécio deveria pensar em ao menos equiparar com o GEA afinal todos somos professores.

  • Clécio e o Professor Chelala agora parece que estão entendendo com quantos paus se faz uma jangada.
    Uma coisa é a teoria a outra é a prática.
    Belos discursos só valem para pequenos momentos.
    Macapá precisa de trabalho e muito trabalho na prática: tapar buraco, limpar a cidade e arranjar dinheiro não sei aonde para custear o Projeto PSOL.
    Senão o Clécio ficará conhecido em Macapá como o Prefeito lári, lári …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *