Nota 0

Programa de TV CQC exibiu ontem em rede nacional, o vergonhoso estado da saúde no Amapá. O programa deu um tempo no humor e sensibilizou ao mostrar a mãe da bebê que foi incinerada junto com o lixo hospitalar. Deu dó ver essa mãe contando como soube que sua filha de um mês tinha sido incinerada.

Entre outras tragédias diárias da saúde pública, vimos na TV o Hospital de Emergência parecendo hospital de guerra e médicos fazendo cirurgia cesariana à luz de celular, no Hospital da Mulher. Os geradores dos hospitais não funcionam.

A reportagem mostrou ainda o despreparo do governo em enfrentar o assunto. Não atendeu a reportagem, e a equipe do programa foi recebida no Palácio do Governo com grosseria, cinismo e nenhuma informação.

De positivo na matéria, só a postura do incansável promotor da Saúde, André Luiz. Que foi claro, direto e sincero com a reportagem.

Cabe esclarecer que o Ministério Público já fez várias reuniões tentando ajudar o poder público a acertar os caminhos da saúde. Além de fazer denúncias, recomendações e mover ações.

  • Parabéns ao Promotor de Justiça/Saúde André Luiz, pois foi sincero e eficaz, ontém no Programa de TV/CQC, aliás pra quem conhece o Dr. André Luiz, não foi nenhuma novidade, haja vista que realmente é muito competente e usa da objetividade como marca no seu trabalho.
    Abs. Matta.

  • infelizmente temos que esperar vir a imprensa nacional para denunciar esses crimes cometidos pelo poder publico contra a população. nossos meios de comunicação,são todos comprometidos com quem paga mais e pior, comprometidos para enganar e prejudicar a população. tem “jornalistas” falando mal do programa CQC como se o programa estivesse fazendo o mesmo papel que eles que é de esconder a verdade do povo.Bando de sangue sugas, pensam que o povo não sabe que nunca se preocuparam com a coletividade e o estado e sim somente em encher o rabo de dinheiro e contribuir com a morte de centenas de irmãos que precisam das obrigações do estado ter o mínimo de dignidade para sobreviver.

  • Já acho que nem é culpa do Waldez por esse Estado está do jeito que está, nem dos eleitores idiotas que votam por simpatia. Isso tudo É CULPA DA JUSTIÇA (principalmente do TRE), que não teveram moral suficiente pra barrar um candidato com uma extensa ficha criminal. O resultado? Tudo de novo, do mesmo, mais wergonha, mais homicídios nos hospitais, mais salários de 30 mil, mais corrupção, mais do que não presta…

  • É desastroso, sem dúvida, mas vamos convir, o problema da saúde pública não é só no nosso estado, o Brasil todo sofre com essa moléstia, por causa da falta de competência, não somente deste governo da Dilma, mas dos outros que passaram. O melhor exemplo disso foi aquele médico, que foi notícia nacional, onde ficou em estado de fúria ao perceber que nao tinha condições de atender um jovem em estado grave. Todos os dias os meios de comunicação mais diversos noticiam o caos na saúde pública pelo Brasil a fora. Pessoas sendo atendidas em condicoes precárias, falta de leito, falta de material, falta de remédios, remédios vencidos, corpos que são esquecidos no interior de IMLs, entre outros. Aqui no amapá, a realidade não é diferente. Qualquer governo que entrar terá grandes dificuldades de resolver o problema, e não vai ser de uma hora pra outra. O governo do Camilo foi marcante o caos que vimos, até doentes traumáticos foram pra rua protestar, e não foi só uma vez, os quatro anos de governo do PSB não foram suficientes para concluir a obra do hospital de santa, que se arrasta a anos. A saúde pública é um calo no pé dos gestores, e consegue destruir qualquer pessoa de caràter ilibado, como é o caso do Dr. Pedro Leite, que aceitou o desafio de gerir a saúde e saiu escrachado. Há muitos desafios a serem vencidos, vai desde a cultura de funcionários levarem medicamentos e materiais pra casa, até a falta de compromisso de gestores. Todos têm que estarem imbuídos no mesmo propósito. Nove meses de governo é muito pouco para dizermos que a culpa é ùnica e esclusiva do Waldez. Todos têm uma parcela de culpa, inclusive os deputados, o MP, o judiciário, os quais poderiam abrir mão de parte dos seus orçamentos para redistribuir para a saúde, assim estarìamos diante de uma justiça socisl jamais vista. Isso nunca vai ocorrer em nosso estado, até porque esses caras nem aqui se tratam quando adoecem… valeu!

  • E ainda tem radialista dizendo que a saúde pública nesse governo está melhor que no governo anterior.Esse Concerteza não utiliza a saúde pública quando adoece ou é pago para não falar do governo.Mas todos sabiam que a história não seria diferente, agora adoeceu e 12 na veia.

  • Não vejo esperança de melhoras para o Amapá. A culpa é de todos, se analisarmos friamente ao longo da nossa história de mais de 25 anos como Estado Capiberibes e Góes sempre estiveram no poder, sempre, seja como deputado, senador, prefeito, governador… sempre… O Amapá é um Estado pobre e subdesenvolvido, esses dois tinham que se envergonhar, a incompetência é muito grande em mais de 25 anos discutimos os mesmos problemas e podem acreditar nos próximos 25 continuaremos debatendo isso, não tem jeito…

  • Eu nem queria dar piteco. Mas, se der vou resumir assim: falta de vergonha na cara e de decência. De quem? Aí cada um que tire suas conclusões. Tínhamos tudo para viver felizes no Amapá mas, tem gente que só quer se aproveitar. E as consequências são a péssima saúde, a falta de segurança e tudo de ruim que o amapaense e agregados padecem. Se nosso povo parasse de jogar a resolução dos problemas nas costas de Deus e exigisse mais, falasse mais, lesse mais… (é amigos, a leitura ensina muito, abre o conhecimento. Por isso vou comprar o livro do Alcione, rsrs).

  • E tem outras familias se perpetuando no poder. Quem troca seu voto vai continuar trocando, quem bajula político vai continuar bajulando… E todos nós sofrendo as consequências junto com eles. Sem esperança.

  • Chega de Capiberibes, Góes, Favachos, Borges, Gurgeis, Amanajás, entre outros.

    Ninguém aguenta mais!!!

    Adoro os comentários da Alcilene mais ainda tende pelos Capiberibes e pela turma da prefeitura.

    Chega gente vamos mudar!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *