Munguzá do final de semana

Agenda cultural, por Mariléa Maciel

quadriha

Ainda São João

Hoje e amanhã, 28 e 29, tem festival junino em Macapá e Santana. No Arraiá da Beira Rio tem a final da competição entre grupos juninos que passaram para a final. Hoje se apresentam os dez finalistas do 2º Grupo e no sábado as dez quadrilhas do 1º Grupo. Inicia às 19:00, na Beira Rio, entrada franca.

No sábado é o segundo dia do Festival Junino em Santana. Até o dia 30 tem arraial com comidas e brincadeiras e um show de criatividade e cores na Vila Olímpica, a partir das 19:30.

Samba Solidário

No sábado, 29, vai ter muito samba de verdade pra ajudar o grande músico Espiga do Cavaco. Os grupos Papo de Samba, Gente da Gente, Perfil do Samba, Nosso Jeito, Sensação do Samba e outros, prometem muita música, afinação e um repertório primoroso  e de muita qualidade. O encontro de bambas vai ser no Tio Duca, Laguinho.

Pra entrar é só pagar R$ 5,00 e pra tomar uma cerveja em lata somente R$ 2,50. Toda a renda será para o tratamento do Espiga do Cavaco, que se recupera   de uma delicada cirurgia no estômago. O samba começa 18h.

 

Conscientização Ambiental

 

Não é preciso ser ecologista para participar, basta querer um mundo melhor. O Sebrae e a Escola Estadual Deuzuíte Cavalcante realizam no sábado, 29, a Caminhada Ecológica: Lixo, Uma Questão de Educação. Coordenado pela Gestão Sócioambiental da Feira do Empreendedor 2013, a caminhada quer estimular a conscientização ecológica e a interação entre alunos, escola e comunidade.

Os participantes querem chamar atenção da comunidade para o assunto com uma apresentação teatral simulando uma batalha entre bruxas da poluição e defensores da natureza.

Concentração: 15:00, em frente à Escola Deuzuíte. O percurso segue pela rua Acézio Guedes, avenida Pedro Américo e orla da Beira Rio.

Pra quem curte cinema com rock

No sábado 29 de junho, tem programação pra quem gosta de rock e cinema. O Cine Rock apresenta Detroit Rock  City na praça da Bandeira, às 19:00. A história se passa em 1978 quando quatro adolescentes se aventuram pelas estradas americanas para assistir ao show da banda Kiss, em Detroit. O nome do filme faz uma referência à música do Kiss, de mesmo nome.

Não paga nada e ainda ganha pipoca, refrigerante e doces. Tem  ainda a Feira de Troca de Livros pra quem quiser dividir cultura e informação. A partir das 19:00.

Iniciativa do Movimento Liberdade ao Rock

O filme é de Adam Rifkim. Ano: 1999

Poesia Experimental e Cantigas de Roda 

A banda de pop rock amapaense Pássaros Cantam na Chuva lança amanhã, 29, o seu 12º EP, “Acertos Acidentais”. São cinco faixas no estilo folk/experimental/poético, que é a marca da banda, e com um gosto de novidade, afinal é a primeira obra gravada em estúdio. Pelas letras delicadas com cantigas de roda, destaque para as músicas: A Renda e o Violão, Dama da Noite, Antes do Azul, Morada e Cantiga do Vento.

A banda mistura poesia, teatro e música e tem um estilo próprio chamado pelos integrantes de Música Artesanal Regional Experimental (MARE).

Nomes – O poético nome da banda foi inspirada no poeta Mário Quintana, e o nome do EP é uma referência à casualidade com que as músicas foram paridas.

Vale a pena o show. Na Casa de Chorinho Ceará da Cuíca, ás 20h. Ingressos a R$ 5,00, no local.

DOMINGO NA CASA – TO DE BEN!

Domingo, 30, tem homenagem para Jorge Ben Jor, na Casa Fora do Eixo. É mais uma edição do Domingo na Casa que terá a participação da Mano Blues Band  e DJ Pin Up que farão um especial de Jorge. Tem ainda o Camelô 2.0 para quem quiser aproveitar pra vender ou trocar roupa e fazer uma renovação no visual, e ainda venda de CDs do Circuito Música Independente do Brasil.

Local: Casa Fora do Eixo. Av: Tembés, 160. Beirol. A partir das 16h.

Encontro dos Saberes

Encontro dos Saberes é o espetáculo teatral que será apresentado neste sábado, 29, no horário de 16h às 17h, no auditório Waldemiro Gomes, do Centro de Pesquisas Museológicas (CPM) – Museu Sacaca. A apresentação faz parte da programação elaborada pela equipe para todo o semestre e será realizada pelo Grupo Cultural do Museu.

Alternativas mais que “Digrátis”

Vá com quem te faz feliz dar uma volta na orla de Macapá. É ótima a sensação de caminhar em cima do rio Amazonas, no Trapiche e refrescar com um sorvete de frutas regionais. Não paga pela vista e você vai dar de cara com uma  paisagem que passa longe da mesmice. O rio nunca é o mesmo nem o céu, nem a praia.

“Que essa semana tenha um tanto de boas novidades. De riso fácil. De alegrias inteiras. De tranquilidade na medida certa. De sorte. Saúde. E pessoas bacanas”.

Fernanda Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *