MP-AP investiga furtos de veículos e alerta para o golpe do “Chapolin”

A Promotoria de Investigações Cíveis e Criminais (PICC), investiga os furtos em automóveis que vêm ocorrendo sem nenhum arrombamento, no centro de Macapá. Trata-se do uso de um dispositivo conhecido como “chapolin”, que, acionado pelos criminosos a certa distância do veículo, bloqueia o alarme e suas funções, como o travamento de portas.
Segundo a promotora de justiça e coordenadora do Núcleo de Investigação da PICC, Andréa Guedes de Medeiros, o “chapolin” é um controle remoto para eletroeletrônicos, vendido ilegalmente em sites estrangeiros e brasileiros. Os criminosos descobriram um “efeito colateral” desse aparelho: quando acionado, ele inibe e invalida o comando de outros controles, como os dos alarmes de veículos. Dessa forma, o dono acredita que o carro foi trancado, mas o ladrão conseguirá abri-lo facilmente.
A PICC recomenda que as pessoas fiquem atentas ao som do bip, pois, quando o bloqueador é acionado, não é possível ouvir o barulho do travamento das portas, nem o acionamento do alarme.
Promotora de Justiça, Andréa Guedes
Promotora de Justiça, Andréa Medeiros

 

  • Sempre quando fecho o carro no controle da chave, eu testo manualmente a maçaneta pra conferir se a porta foi trancada, daí segue tranquilo. À distância, uso o controle só quando for pra abrir e entrar no carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *