MP-AP 30 anos: Ministério Público do Amapá homenageia jornalistas e veículos de comunicação pelo apoio nas três décadas de atuação pela sociedade

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) homenageou a imprensa amapaense, nesta sexta-feira (8), na Procuradoria-Geral de Justiça – Promotor Haroldo Franco, em um café da manhã com representantes dos veículos de comunicação e jornalistas que contribuíram com a instituição nestas três décadas de atuação em prol da sociedade amapaense. O evento faz parte da comemoração dos 30 anos de implantação do MP-AP, com transmissão pelo Canal do órgão ministerial na plataforma Youtube.

Na abertura da solenidade, compuseram o dispositivo de honra a procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei; subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Clara Banha; o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais, Nicolau Crispino; o corregedor-geral do MP-AP, procurador de Justiça Jair Quintas; os procuradores de Justiça Socorro Milhomem Moro, Joel Chagas e Estela Sá.


Medalha de Honra e Certificado

Foram entregues aos homenageados o selo institucional de 30 Anos do MP-AP e a Medalha de Honra – que tem como símbolo a árvore Sumaúma, que denota força, imponência, comunicação, longevidade e a região amazônica – pelo apoio na divulgação das ações institucionais que visam a defesa da sociedade amapaense.

A PGJ do MP-AP, o corregedor-geral e os procuradores de Justiça fizeram a entrega do Selo, Medalhas e Certificados para 40 homenageados. Foram eles:

O Grupo Rede Amazônica (Rede Globo), nas pessoas do seu diretor regional, Eduardo Fiore; o gerente de jornalismo da TV Amapá, Arilson Freires; coordenadora da Rádio CBN Amapá, Márcia Serrano; e o Editor-chefe do G1 AMAPÁ, John Pacheco. O Grupo Equinócio de Comunicação (Rede Record), representado pelo diretor administrativo financeiro da TV Equinócio; Gabriel David Sirotheau; o diretor-geral e de jornalismo da TV Equinócio, Haroldo Santos; e diretora da Rádio Equinócio FM, Narjara Costa. A TV Amazônia / SBT, na pessoa do diretor de jornalismo, Luiz Trindade; A TV Tucuju (Rede Tv) e Rádio 102,9 FM, emissoras do Sistema Beija-flor, representadas pelo sócio-gerente, Reginaldo Borges.

O Sistema Diário do Amapá, nas pessoas de seu diretor-superintendente, Luiz Melo, diretora de jornalismo, Ziulana Melo e os apresentadores Jota Ney, dos programas “Sua Excelência o Domingo” e “Bom Dia-Dia”, e Helder Carneiro, do programa “Togas e Becas”. Jornal A Gazeta, na pessoa da editora-chefe Araciara Macedo; Jornal O Amapá e Portal o AmapaNews.com, com honraria recebida pelo seu superintendente, Kitt Nascimento.

A Rádio e TV Universitária, na pessoa do seu diretor-geral, Paulo Girald; Rádio e TV Assembleia, com honraria recebida pelo representante do assessor especial responsável pela Comunicação da ALAP, Emerson Renon , Kitt Nascimento. Rádio Forte FM, na pessoa de seu diretor presidente, Valdenor Guedes, representado pela apresentadora do Programa Forte Notícias, Renata Nunes.

Portal Repiquete no Meio do Mundo, com honraria recebida por sua editora-chefe, Alcilene Cavalcante, que também representou a jornalista Alcinéa Cavalcante, do Blog da Alcinéa; Portal Alyne Kaiser, na pessoa da editora Jamile Moreira; e site Blog De Rocha, na pessoa de seu editor-chefe, Elton Tavares.

O secretário de Estado da Comunicação, Gilberto Ubaiara Rodrigues; diretora da Comunicação Social do Tribunal de Justiça do Amapá, Bernadeth Farias; assessora-chefe de Comunicação Social do Ministério Público Federal no Amapá, Ludmila Miranda.  Também foram agraciados o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amapá (Sindjor/AP), João Clésio, Paulo Silva representado por Luiz Melo, do Grupo Diário; e João Frota, do programa Plantão Policial.

Ausências justificadas que receberão as homenagens posteriormente: Rádio 101 FM e TV Cidade, diretor-geral, Eraldo Trindade; TV Macapá (Band), para recebimento de seu diretor, Josiel Alcolumbre; Blog Cléber Barbosa, na pessoa do jornalista homônimo ao site; site Chico Terra, na pessoa do jornalista de mesmo nome da página; Portal Seles Nafes, o qual seu editor-chefe homônimo à página;  Portal e Programa Café com Notícia, na pessoa da sua coordenadora: Ana Girlene Oliveira; a secretária Municipal de Comunicação Social, Ruanne Lima; o diretor de Comunicação Social do Setap, coordenador de Comunicação Social da Caixa  de Assistência dos Advogados, Renivaldo Costa; radialista Armistrong Souza; e os jornalistas Ranolfo Gato e Ney Pantaleão.

Pronunciamentos

O presidente da Associação dos Membros do MP-AP (Ampap), promotor de Justiça José Cantuária Barreto, destacou que o importante papel dos veículos de comunicação para o regime democrático e que a imprensa amapaense sempre lutou ao lado do MP-AP para garantia de suas prerrogativas constitucionais. Ele ressaltou que o momento atual também é delicado para o Ministério Público em âmbito nacional e reforçou que conta com o apoio dos jornalistas para que o órgão ministerial siga com autonomia na defesa da sociedade.

O presidente do Sindjor, falou em nome da categoria e agradeceu as homenagens e reconhecimento à classe. João Clésio também parabenizou o MP-AP pelos 30 anos e pela iniciativa de reconhecer o trabalho dos jornalistas.

Na ocasião, a PGJ do MP-AP ressaltou a importância do reconhecimento: “Nenhuma democracia está completa sem acesso à informação transparente e confiável, por isso é essencial o papel da imprensa. A pluralidade de opiniões, uma apuração rigorosa, e a relevância da informação serão sempre os responsáveis pela sobrevivência do jornalismo. Agradeço, neste momento dos 30 anos de MP-AP, a todos vocês que ajudaram a escrever nossa história, noticiando fatos, ouvindo nossos membros e muitas vezes percorrendo conosco os caminhos institucionais.  Faço minhas as palavras da jornalista Fátima Bernardes: ‘Existem dias em que o jornalismo registra fatos que, no futuro, serão contados nos livros – e serão guardados por gerações. Nesses dias, o que o jornalismo faz é escrever a história”. E vocês ajudaram a contar a história do Ministério Público do Amapá. Muito obrigada”, frisou Ivana Cei.

Reconhecimento à Comunicação do MP-AP

Ao final das honrarias e agradecimentos aos jornalistas, a PGJ do MP-AP fez uma homenagem à Assessoria de Comunicação do órgão ministerial, em nome da gerente, Tanha Silva.

“À Ascom do MP-AP, que conta com uma equipe de jornalistas, designers e publicitários valorosos, comprometidos e empenhados em informar as ações da nossa instituição, bem como esclarecer qualquer tipo de ruído, seja ele interno ou externo do órgão ministerial, nosso agradecimento e homenagens em nome de sua gerente, a jornalista Tanha Silva, que coordena esses profissionais, sempre dispostos a atender membros e servidores, seja durante os dias, noites e finais de semana e feriados.  Eles são os responsáveis pela produção de conteúdo para redes sociais, sites do MP, mídias para rádios, vídeos para TVs, conseguir espaços nos veículos de comunicação para entrevistas e informes, essenciais para qualquer organização. Por tudo isso, nosso muito obrigado”, frisou Ivana Cei.

A solenidade contou com a presença do chefe de Gabinete da PGJ e do secretário-geral do MP-AP, promotores de Justiça João Furlan e Alexandre Medeiros, e do promotor de Justiça Flávio Cavalcante.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.