Movimento Trânsito CHEGA DE LÁGRIMAS

Os acidentes de trânsito representam, atualmente, um caso grave de saúde pública no Amapá, na medida em que podem provocar óbitos e lesões físicas e/ou psíquicas irreversíveis, além de danos sociais, por deixar famílias órfãos de pais e mães, geralmente mantenedores da casa. Além da dor pela perda de pessoas queridas pela brutalidade dos sinistros.

Existem inúmeros fatores que contribuem com a casuística das tragédias no trânsito, dentre eles destacam-se o consumo de bebidas alcoólicas e o uso de substâncias entorpecentes por motoristas que, após o consumo, saem dirigindo pelas ruas de Macapá.

Exigir do poder público maior fiscalização e da sociedade maior responsabilidade, consciência e respeito a vida no trânsito, é um das Estratégias para evitar que novas vidas sejam ceifadas, como ocorreu no último dia 15, quando os pais de famílias e amigos (Mickel Pinheiro e Neide Aragão) perderam a vida de forma trágica e violenta em Macapá.

Objetivando chamar a atenção do poder público e da sociedade para essa realidade trágica e não somente para os números estatísticos, amigos e familiares das duas vítimas lançam hoje, ás 17hs o movimento TRÂNSITO: CHEGA DE LAGRIMAS.
Os organizadores do movimento pretendem realizar uma homenagem aos dois trabalhadores durante o ato público que será realizado em frente ao restaurante Confraria Semblano, na Av. Cora de Carvalho, entre as ruas Hildemar Maia e Santos Dumont.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *