Movimento Amapá Solidário, MPT e UNOPS entregam cestas pada comunidades indígenas

 

O movimento Amapá Solidário tem expandido as frentes de trabalho para todo o estado. Agora, 600 cestas básicas foram organizadas para serem distribuídas às famílias indígenas atendidas pela FUNAI-AP, em seis polos base, na última terça-feira (30). No total serão 800 cestas para as áreas indígenas, já que uma segunda ação em breve será executada.

As cestas de alimentos foram compradas pelo UNOPS, organismo das Nações Unidas especializado em infraestrutura, compras e gestão de projetos com recursos destinados pelo Ministério Público do Trabalho PA-AP, decorrentes de Ações Civis Públicas e de Termos de Ajuste de Conduta.

“Todo esse trabalho em equipe possibilitou a distribuição das cestas básicas para diferentes locais, como Oiapoque, ilhas do Pará, além de territórios indígenas”, disse o procurador do trabalho Eduardo Serra. “A ação tem por fim apoiar a população neste momento que, com certeza, será superado”, finalizou o procurador.

A representante do UNOPS no Brasil lembrou que, devido ao aumento do desemprego e da queda da renda, milhões de pessoas não estão conseguindo adquirir alimentos. “Assim, com o MPT, atuamos para garantir que populações em situação de vulnerabilidade, como grupos indígenas, tenham acesso a alimentação”, afirmou. Ela explicou uma das funções do UNOPS: “trabalhamos para melhorar a vida das pessoas”.

Este é um momento difícil para os povos da Amazônia. O movimento entende que, para que a população mais vulnerável consiga atravessar a quarentena, é necessário que todos sejam alcançados com medidas que auxiliem no isolamento social.

Ainda é possível fazer parte do movimento, basta seguir as páginas nas redes sociais no perfil @amapasolidario e ajudar como for possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *